Trono de Vidro - TOG #01

Autora: Sarah J. Maas
Título original: Throne of Glass
Tradução: Bruno Galiza, Lia Raposo, Rodrigo Santos, Mariana Kohnert
Série: Trono de Vidro
Editora: Galera Record
Páginas: 390
Onde comprar: Saraiva | Extra | AmazonBr
Sinopse: Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, um jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

Eu já queria ter lido esse livro há algum tempo. Mas, lembram-se da minha fase de não cair em tentação? Bom, assim que meu salário caiu em junho, eu quebrei essa promessa. muahaha Comprei muitos livros: A Rainha Vermelha, resenha da semana passada, Trono de Vidro, A Lâmina da Assassina - já lido e pronto para resenha, Breakable, sem previsão de leitura, mas já resenhado pela Mandi aqui no blog, Coroa da Meia-Noite (Trono de Vidro, n. 2) e Sombra e Ossos. Voltei a ser uma criança feliz!

Enfim, estou nessa onda suprema de fantasia (como vocês podem ter reparado) e amei cada segundo que passei lendo (e relendo) Trono de Vidro, porque a protagonista é a mais badass que eu já encontrei (até mais do que Rose Hathaway, se é que isso é possível. Mas é, acreditem). Celaena Sardothien é a maior assassina de Adarlan. Foi resgatada e treinada por Arobynn Hamel desde os 9 anos e, agora, com 18 e com a fama de ser protegida do Rei dos Assassinos, ela paga a sentença de nove vidas de trabalho escravo nas minas de sal de Endovier. No entanto, após um ano, que ela não tem ideia de como suportou, o capitão da guarda real, Chaol Westfall, e o príncipe herdeiro de Adarlan, Dorian Havilliard, vão atrás da assassina mais famosa do continente.

Achados do Tumblr
Sua liberdade lhe é oferecida em troca de um contrato de trabalho de seis anos para o homem que a aprisionou, o tirano rei de Adarlan. Ela aceita, afinal, não havia escolha: era isso ou morrer em Endovier, mas, para ser nomeada a Campeã do Rei, precisará passar por uma competição. Outros 23 assassinos, ladrões e soldados foram escolhidos e serão postos à prova para a diversão da corte. Nem um pouco preocupada com os possíveis rivais, Celaena enfrentará a todos se isso significar ser livre.

_______________________________________________

Essa é uma história que te prenderá a cada linha pela qual seus olhos passarem. A narrativa é fluída, as personagens são muito bem construídas e os diálogos, cativantes. Nunca, em toda a minha trajetória literária, encontrei um livro que eu amasse tanto (a Trilogia das Joias Negras consegue competir!). Celaena é uma das protagonistas mais fortes que já tive o prazer de ler e sua história só promete melhorar.

Uma coisa que todos precisam saber ao começar a ler Trono de Vidro é que o Rei de Adarlan construiu seu império destruíndo toda a magia que as terras de Erilea possuíam. Há 10 anos, campanhas de ódio, morte e conquista devastaram famílias, culturas, espécies e mataram ou escravizaram qualquer um que usasse magia ou fosse contra a ascensão de Havilliard. Milhares de prisioneiros de guerra e acusados de praticar magia são constantemente enviados para as minas escravas de Endovier e Calaculla, juntamente com os rebeldes que são contra o governo tirano e querem derrubar o atual rei.
"Assassino. Ele deveria ser enforcado. Tinha matado muito mais do que ela - pessoas inocentes e indefesas. Tinha destruído culturas, destruído conhecimento imensurável, destruído tanto do que um dia fora alegre e bom. O povo deveria se revoltar. Erilea deveria se revoltar - do modo como aqueles pouco rebeldes tinham ousado." Celaena, p. 74
_______________________________________________

Trono de Vidro possuiu um enredo sem-igual. Celaena, com a ajuda de um reticente Capitão da Guarda Real, volta a treinar e a ganhar seu antigo esplendor. Ela é linda, inteligente e mortal. Apesar de não ter matado ninguém nesse livro, algo que eu esperava ansiosamente que acontecesse, Celaena nos mostra suas habilidades durante as competições que ocorrem ao longo de quatro semanas em que os 24 aspirantes a Campeões ficam no castelo. Ela tem certeza que irá ganhar, que tudo será fácil, até que o primeiro competidor morre sob circunstâncias suspeitas: completamente despedaçado e desfigurado.

É ai que as coisas ficam ainda mais impressionantes, pois o elemento magia é adicionado à história. Eu não estava esperando por isso quando comecei o livro, mas amei a surpresa. O que acontece? Por mais que o rei tenha feito de tudo para acabar com a magia e seus praticantes, existe algo mais antigo e poderoso dentro das paredes do castelo de vidro, tanto boas quanto más. Celaena é abordada pelo espírito de falecida rainha Elena, dizendo que tem uma missão para a assassina: encontrar e destruir a força negra que ronda o castelo, pois sua vida, assim como a de muitos outros, está em risco. Celaena não aceita tudo muito facilmente, mas acaba percebendo a importância de agir.
 "Você poderia sacudir o universo. Poderia fazer qualquer coisa, se ousasse. E, no fundo, também sabe disso. É o que mais lhe assusta." Elena, p. 383
Se isso tudo já é excelente (e é somente a parte "séria"), você, querida leitora ou querido leitor, será agraciada/o com a cativante narração de Celaena. Ela é orgulhosa, competitiva, confiante - ao ponto de chegar a arrogância - e possuiu uma língua afiada que nos tira muitas risadas ao longo da leitura. Principalmente quando ela está conversando com sua (única e melhor) amiga, Nehemia Ytger, princesa de Eyllwe. Elas se conheceram quando Celaena a 'salva' da entediante companhia de Lady Kaltain - uma aspirante ao trono. Nehemia e Celaena conversam em eyllwe e adoram a companhia uma da outra. Há mais por trás dessa dupla maravilhosa do que você pode imaginar! Dizem que Nehemia é uma força direta na resistência ao rei, que ela ajuda seu povo e os rebeldes do sul. Então, o que será que ela faz no castelo daquele que seria seu maior inimigo?


"As duas faziam um par incrível, pelos Deuses. [...]. Talvez permitir que [...] fossem amigas fosse uma ideia horrorosa e perigosa." Dorian, p. 165
Os capítulos são curtos e, às vezes, ocorrem alterações de ponto de vista, mas é Celaena quem domina as páginas. Apesar de tantas preocupações, a competição, a missão de Elena, a as mortes misteriosas dos competidores, Celaena ainda encontra tempo para ler (algo que ama!) e tempo para um pequeno romance com ninguém mais, ninguém menos do que Dorian, o herdeiro do trono de vidro. Mas seus treinos com o Capitão Westfall também passaram a ser mais do que simples corridas. Não é surpresa nenhuma dizer que o capitão e o príncipe herdeiro são amigos. Então nós temos o quê? Um triângulo! Mas não é daquele tipo desgastante que dá até preguiça de ler. Longe disso! Você irá se apaixonar por essas personagens e poderão aguardar surpresas avassaladoras no segundo volume, Coroa da Meia-Noite.
Que fique claro que o foco do livro não é o romance! Mas também não é sobre o levante dos escravizados pelo rei tirano. Trono de Vidro é uma fantasia, reúne todos esses elementos (batalhas, força, romance, traição) e é fechado com chave de ouro por uma narração prazerosa. Você entra na mente de Celaena e não quer mais sair de lá. Você irá treinar com ela, sofrer com ela e assassinar com ela. Porém Sarah guarda uma surpresa incrível para o enredo. Então, fiquem preparados!
"- Quando você estiver pronta... Quando começar a ouvir os gritos de socorro também... Então você saberá por que vim até você, por que fiquei ao seu lado e por que vou continuar cuidando de você, não importa quantas vezes você se afaste." Elena, p. 383
 
É isso! Espero que tenham gostado e que se aventurem por esse mundo assim como eu!
Beijos e boa tarde



9 comentários :

  1. Olá! Adorei a resenha, me deixou ansiosa em ler esse livro logo! Mais um para a listinha! xD Ah, e parabéns pelo blog também! Passei para dizer que marquei vocês numa tag lá no meu blog, da uma olhadinha! Obrigada! Beijos,
    Rascunhos de uma adolescente,
    rascunhosaraujo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaís, você não irá se arrepender! assim que começar a ler TOG, sua vida nunca mais será a mesma.
      Vamos passar sim, pode deixar!

      Beijos

      Excluir
  2. Amei a resenha!Também me tornei fã da série assim que li esse livro! Não tem como não ficar presa nas páginas e vivenciar tudo junto com a Celaena. To esperando para poder ler o Herdeira do Fogo agora, e ainda tenho que começar o A Lâmina da Assassina :)
    Beijos

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Fernanda!
      Celaena é uma das melhores protagonistas, não? Certamente a levarei comigo por toda vida agora.

      Eu já li Herdeira do Fogo, terminei ontem. FOI. MARAVILHOSO.
      Agora estou esperando o lançamento de Queen of Shadows em 01/09 e vou ler em inglês mesmo - não dá pra esperar até 2016 pra Galera lançar aqui.

      Quanto "a Lâmina da Assassina: <3 <3 <3 leia antes de A Herdeira, porque aí as coisas farão MUITO MAIS SENTIDO - existem várias referências ao passado lá. Portanto a leitura será mais proveitosa caso siga minha sugestão.

      Beijos, volte sempre (e para mais resenhas de TOG) hahaha

      Excluir
  3. Salve Izabela, Conhecedora dos Segredos dos Livros Ontem, Hoje e Sempre!

    Que longo relato, hein? Devo supor que gostou um pouco da leitura, né? XD
    Ainda não tive o prazer de conhecer esse universo, mas tenho uma prima apaixonada por ele e sempre que nos encontramos ela fala mais um pouco da série.
    Como já deve saber por conta dos meus antigos comentários por aqui que se tem algo que encanta são cenários, e achei esse bem bem interessante. Graças ao seu relato, minha fila enorme ganhou mais um livro. Agora precisarei encontrar espaço entre os infinitos hobbies para encaixá-lo nas compras. XD

    Até o próximo contato,
    Cambio, e desligo...
    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ace, sempre um prazer enorme ter você comentando por aqui! Manda um beijão pra Neyla <3

      Então, acho que eu devia ter me contido, mas sou do tipo de pessoa "não se reprima", então - quando uma leitura me cativa, como essa - preciso falar até não poder mais.

      Fico muito feliz que você tenha colocado Trono de Vidro em sua lista de leitura. Sua prima e eu garantimos que você não irá se arrepender! hahahaha

      Beijos, até a próxima!

      Excluir
  4. Já vi muita gente falando bem desse livro e a cada resenha dele só fico com mais vontade de ler, a única coisa que falta é o dinheiro para comprar hahah

    beijos

    eraumavezumaestante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, tenta correr atrás das promoções!

      Vira e mexe eu me arrependo de ter comprado na fúria leitora, porque percebo que acabei perdendo descontos muito bons!

      Beijos!

      Excluir
  5. Amei a resenha!!!
    Eu já li esse livro,eu amoo a Celaena,melhor personagem.
    Eu amo ler resenhas depois que já li o livro 😁🙈

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer três blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook