O Quarto Dia

Autora: Sarah Lotz
Título Original: Day Four: A Novel
Tradução: Alves Calado
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Onde Encontrar: AmazonBr | Submarino | Livraria Cultura


| Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro |

Sinopse: Em O Quarto Dia, Sarah Lotz conduz o leitor por uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis... Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro. As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.

O Quarto Dia foi meu primeiro livro da autora, Sarah Lotz. Os Três, seu primeiro livro também lançado pela Editora Arqueiro, narra um mistério envolvendo quatro aviões que caem misteriosamente. Neste volume, que não possui relação direta com Os Três (você não precisa ler o primeiro para ler este volume), o cenário é um navio, que parte em um cruzeiro no meio do oceano, onde outros acontecimentos misteriosos aguardam os três mil passageiros.

O Belo Sonhador é um grande navio, que no réveillon de 2017 parte em mais uma de suas viagens mar adentro, com destino final em Miami. Após passar dias desaparecido, o navio é encontrado e seus passageiros, os três mil, encontram-se desaparecidos. O que aconteceu a todos é um mistério. Um mistério que acompanharemos passo a passo na narrativa de Sarah Lotz.

Belo Sonhador - de sonho não vi nada hahaha.

Logo de início, somos apresentados a personagens icônicos, e que terão seus objetivos, tramas e problemas além dos fatos macabros que estavam por vir.

Maddie - Assistente de uma vidente famosa, Celine, que convence as pessoas que pode se comunicar com os espíritos e faz dessa mentira um circo que lhe fornece um bom dinheiro;

Xavier - Um blogueiro que pretende desmascarar a falsa vidente, e para isso precisa encontrar provas contra ela no navio;

Jesse - Um médico que já foi viciado em cocaína, mas que precisará lidar com os terríveis fatos que acometem os passageiros ao longo da viagem, e com isso, irá provar seu valor;

Helen e Elise - Amigas que sofrem de depressão e vêem no cruzeiro sua última viagem antes de tentarem um suicídio duplo. Mas o navio lhes ensinará que a vida pode valer muito mais, de fato;

Gary - Um louco e assassino. Ele matou uma jovem no navio e escondeu seu corpo.

Devi - Um dos seguranças do navio. Ele descobrirá segredos obscuros sobre o assassinado da jovem, e terá de lutar para agir de forma correta, defendendo seus ideais no navio.

Althea - Camareira do Belo Sonhador, é sensitiva e que terá experiências sobrenaturais em relação ao que acontece no navio.

Todos os personagens terão seus destinos cruzados nos dias que se seguem à bordo. Os primeiros três dias são regados de música, animação e boa comida. Mas, no quarto dia da viagem, coisas estranhas começam a acontecer.

Uma jovem é encontrada morta, um incêndio repentino e misterioso pára o navio e o deixa a deriva no Golfo do México, sem nenhuma comunicação (adeus whatsapp! hahaha), e um vírus começa a se espalhar entre tripulantes e passageiros. Como se não bastassem todos os fatos preocupantes em um navio sem contato com o mundo exterior, o sobrenatural também estará presente no Belo Sonhador. E isso é só o começo.

Em meio a cenas perturbadoras, momentos de extrema tensão entre os personagens, mistérios e espíritos que não parecem ser fruto das mentiras de Celine, a vidente, nos envolvemos cada vez mais com o navio e com a história em si. A autora deixa um clima de filme de terror no livro, e nos deixa literalmente de cabelos em pé com suas descrições assustadoras e tensão constante.

Medo define esse livro. Adoro.

Gostei muito dos personagens, do quão diferentes são uns dos outros, e ricos em descrição, personalidade e atitudes. O livro envolve, sem dúvidas, e deixa um medo crescente durante a leitura. Seria tudo imaginação? Ou é real? O que levou a todos os acontecimentos, e por quê?

O final deixa a desejar, principalmente para leitores que gostam de finais completos. Em um livro tão recheado de mistérios e fatos desconhecidos, envolvendo o sobrenatural, e milhares de possibilidades, eu adoraria ter tido um outro tipo de desfecho. Mas, nessas horas precisamos deixar a nossa imaginação tomar conta, como bons leitores. Meu veredito final é que esse fator não descartou mesmo a boa leitura.

O Quarto Dia foi uma experiência intrigante e emocionante. Se tiverem coragem, embarquem no Belo Sonhador no próximo verão.





10 comentários :

  1. Oii, já ouvi falar bastante sobre Os Três, coisas boas e ruins kkkkkk Mas mesmo assim quero ler para ter minha própria opinião. Fiquei bastante interessada em ler O Quarto Dia, parece ser muito bom, sem falar que a capa é linda *-* Beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,
    Li "Os Três" e não curti. A estória até era promissora, mas achei que ela não funcionou muito bem no papel. Mas o que realmente me incomodou foi o desfecho, que achei muito simplista. Então, nem me animei a ler "O quarto dia".
    Pela sua resenha, me parece que o livro tem vários elementos comuns com "Os três", como o mistério que flerta com elementos sobrenaturais.
    Acho que o final em aberto é justamente para fazer o leitor imaginar o que deve ter acontecido. Sou da teoria que nada causa mais medo que o desconhecido.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila!
    Fico contente em saber que não é preciso ler na ordem, pois Os Três não despertou meu interesse.
    Achei a premissa desse bem mais interessante e um enredo bastante misterioso. Também achei interessante os personagens serem bem diferentes uns dos outros. Mas não sou muito adepta de finais em aberto. Prefiro quando termino uma leitura e todas as minhas dúvidas são sanadas até o final da leitura.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Achei o livro cheio de mistérios a desvendar e isso pra mim que gosto de mistério é muito bom. Fiquei intrigada com o desaparecimento de tantas pessoas e me perguntando como isso aconteceu, acho que vou ter que ler o livro para saber rsrs. Só que gosto de finais surpreendentes que sejam muito bons mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Parece ser um bom livro mas fico em dúvida se coloco ou não na lista de desejados. Mas acho que colocaria pra saber o por quê dessa macumba toda com o navio hahaha. Quanta coisa macabra, acho que a autora quis dar uma pitada de terror ao descrever os acontecimentos. Como eu disse, parece ser bom o livro mas ficaria com um pé atrás, principalmente por gostar de finais completos.

    ResponderExcluir
  6. oi tudo bem..
    Ainda nao tinha ouvido falar o Os Tres antes de ler varios comentarios sobre O Quarto Dia, que por sua vez sao bons comentarios ,juntando com as resenhas que tenho lido e mais um livro na minha lista de leitura que vai me deixar um pouco mais pobre.rs
    um abraço e muito sucesso.

    ResponderExcluir
  7. Oi :)
    Eu li recentemente a resenha de Os Três e fiquei com muita vontade de lê-lo pois achei a estória muito interessante e intrigante. Ainda não tive a oportunidade de lê-lo mas não vejo a hora. Já o livro O Quarto Dia, me deu mais vontade de lê-lo pois estória com navios me agrada mais. Espero poder ler os dois o mais rápido possível pois tenho certeza que vou amar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho muito vontade de ler esse livro e com a sua resenha posso dizer que minha curiosidade aumentou ainda mais, mas primeiramente tenho que ler o primeiro livro que ainda esta na minha lista de espera. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Camila,
    Eu dei acho que 3 estrelas tbm ou foram 2, mas acho que dei 3 mesmo.
    Não me simpatizei com o livro e achei a leitura arrastada, sem emoção e diversos outros pontos que eu ficaria até amanhã digitando para você.
    Vi um pouco dessa obra sombria e tal, mas nada que tivesse me causado tanto medo e desejo em continuar lendo. Li mesmo para finalizar e por curiosidade, não que quisesse ler. Estava quase abandonando, mas sempre resolvia terminar, afinal, não custava nada.

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Esse é um livro que estou bem curiosa, gostei bastante da historia que parece ser bem mistério e deixar o leitor ate angustiado, achei interessante os personagens e gostei de saber que eles são bem construídos, mas gosto de finais fechados !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook