Os Tambores do Outono, parte I - Outlander #04

Autora: Diana Gabaldon
Título original: Drums of Autumn
Tradução: Carolina Caires Coelho
Série: Outlander
Editora: Arqueiro
Páginas: 576
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: Será possível alterar o passado?
Após tomar a difícil decisão de deixar a filha no século XX e viajar no tempo novamente para reencontrar seu grande amor, Claire Randall tem mais um desafio: criar raízes na América colonial do século XVIII ao lado de Jamie Fraser. Eles partem rumo à Carolina do Norte para encontrar um novo lar e contam com a ajuda de Jocasta Cameron, tia de Jamie e dona de uma propriedade na região.
Enquanto isso, em 1969, Brianna Randall se une a Roger Wakefield, professor de história e descendente do clã dos MacKenzie, para encontrar as respostas sobre as próprias origens e sobre Jamie, o pai biológico que nunca conheceu.
Em meio às buscas, ambos encontram indícios de um incêndio fatal envolvendo os pais de Brianna. Mas Roger não pode lhe contar isso, porque sabe que a namorada tentaria voltar no tempo e salvá-los. Por outro lado, Brianna também não compartilha sua descoberta, pois tem certeza de que Roger tentaria impedi-la.

Começo essa resenha avisando que como falarei sobre a primeira parte do quarto volume da série Outlander, obviamente, poderá conter spoilers das edições anteriores (A Viajante no Tempo, A Libélula no Âmbar, O Resgate no Mar - parte I e O Resgate no Mar - parte II).

Os Tambores de Outono, assim como o livro anterior (O Resgate no Mar) e provavelmente todos os próximos títulos da série Outlander, será dividido em duas partes. 
Neste primeiro tomo, encontramos novamente com Claire e Jamie Fraser finalmente juntos na América em 1767. Embora Claire tenha reencontrado seu amado, ela sente muita falta da filha dos dois, Brianna que ficou no século XX.

Jamie & Claire = S2

Junto com o casal, estão Ian, o sobrinho deles, e o fiel Fergus, que deixou a esposa Marsali grávida na Jamaica até ter certeza que era seguro levá-la para América.
O grupo tem como destino um local chamado River Run, em algum ponto acima do rio de Wilmington, onde vive o tio de Jamie, Hector Cameron. Mas a viagem da Georgia até o destino final não será nada fácil.

No meio do trajeto, Jamie salvará a vida do irlandês Stephen Bonnet da forca. Só que Bonnet não se importará com isso na hora de roubar toda a fortuna do grupo e fugir, deixando Jamie e Claire novamente na miséria. E já aviso que Bonnet fará muito pior na segunda parte história, então se preparem!

Enfim, quando finalmente chegam a River Run, Jamie e Claire descobrem que o tio Hector morreu e quem comanda a fazenda é sua tia viúva, Jocasta Cameron. Mesmo cega e com certa idade, Jocasta continua comandando os negócios da fazenda com a ajuda de seu escravo-mordomo.
A chegada do sobrinho à fazenda, faz com Jocasta pense seriamente em torná-lo seu herdeiro oficial. 

Mas tanto Jamie como Claire não conseguem conviver com a ideia de serem donos de escravos. Por isso que o casal acha a proposta do governador Tryon, de oferecer terras selvagens na Carolina do Norte, extremamente tentadora. Mesmo sabendo que a Guerra da Independência Americana está próxima de estourar.

América "selvagem" no século XVIII

Em mais uma pequena aventura, James encontra montanhas que muito se assemelham a sua saudosa Escócia e o casal decide formar ali a Cordilheira dos Fraser. Só que para isso Jamie precisará de homens que aceitem trabalhar em troca de um pedaço de terra, além de ter que construir tudo do zero.
O fiel Fergus, agora com a esposa Marsali e o filho Germaine, será uma das maiores ajudas a James nesse momento.

Para aumentar o drama da sobrevivência em uma América selvagem, James e Claire receberão visitas muito importantes e um surto de sarampo irá preocupar toda a região, desde os imigrantes aos índios nativos. 

Já em 1969, Brianna está tentando seguir sua vida, a faculdade e o relacionamento não definido com Roger Wakefield - que está na Inglaterra. Mas a saudade da mãe e do padrasto são cada vez maiores. E a curiosidade sobre seu pai biológico, James Fraser, é cada vez maior.

"Será muito difícil. E vamos ter que trabalhar nisso todo dia. Mas eu quero fazer isso, porque eu quero você."

Brianna, com a ajuda de Roger em outro continente, começa a pesquisar documentos históricos para tentar descobrir um pouco mais sobre o destino de seus pais no século XVIII.
Só que tudo muda quando Roger encontra uma notícia antiga sobre um incêndio na Cordilheira dos Fraser que matou o casal James e Claire Fraser. Roger decide não contar nada a Brianna por acreditar que ela tentaria voltar no tempo para salvar os pais. Só que o problema é que sua namorada começa a agir de uma forma muito estranha e sem explicação.

-Você é minha coragem, assim como eu sou sua consciência - sussurrou ele. - Você é meu coração, e eu, sua compaixão. Sozinhos, não somos inteiros. Você não sabe disso, Sassenach?
Jamie Fraser, p. 340 

Os Tambores do Outono, parte I, será a introdução para toda ação que virá no segundo tomo desta história incrível. Mesmo sendo uma narrativa introdutória, a leitura flui deliciosamente pelas páginas. Diana Gabaldon tem um dom de prender o leitor até a última página ao criar pequenos arcos com aventuras diferentes, que terão papéis muito relevantes no futuro dos personagens.

Claire e Jamie Fraser, na série de TV
Nesse volume, a autora nos mostra o novo relacionamento de Claire e Jamie que se amam, mas que ainda necessitam aceitar algumas partes do passado solitário de cada um. Juntos, eles passarão por muitas dificuldades, mas ao menos estarão juntos. Finalmente!

Ao mesmo tempo, temos um vislumbre melhor do jovem casal Brianna e Roger, separados pela distância e por alguns segredos não ditos. Os dois terão um papel importantíssimo na continuidade da história na próxima parte da narrativa. Aguardem!

Para finalizar, a primeira parte de Os Tambores de Outono é tão boa quanto qualquer outro livro da série Outlander, que continua sendo uma das minhas favoritas. Caso não tenha lido ainda, por favor, vá pegar esse livro. Com certeza não terá arrependimentos! ;)








15 comentários :

  1. Carol, eu estou doida para poder ler essa série, as histórias parecem ser tão encantadoras e magníficas. Como eu não tenho conhecimento de nenhum dos volumes anteriores fiquei um pouco perdida na resenha, mas você escreveu tão bem que parecia que eu já conhecia a história como um todo. Agora não vejo a hora de ler os livros e também assistir à série.

    ResponderExcluir
  2. Oi Carolina, eu acompanhei todos os episódios que saíram da série até o momento e tenho gostado muito da história do casal. Apesar de ainda não ter me aventurado pelos livros, tenho vontade, mas o preço, o fato de ser uma longa série, com longos livros e ainda em andamento são motivos pra que eu ainda não tenha iniciado, contudo quero muito ler em algum momento do futuro ;) Sobre esse livro especificamente, vi que a autora vai inserir outro vilão insuportável, ela tem um dom pra isso pelo visto haha, mas Claire e Jamie estão juntos <3

    ResponderExcluir
  3. Não conheço quem não goste dessa série, estou doida pra ler, pois já me apaixonei pelo seriado.

    ResponderExcluir
  4. Olá, acompanho a série e amo muito, quero iniciar leitura dos livros pois só vejo elogios à trama de Diana. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Carol!
    Adoro livros que abordam viagem no tempo, passagem no tempo, portais, etc e essa é uma das séries mais desejadas por mim e saber que a autora não perdeu a mão no decorrer da série me deixa ainda mais estimulada para acompanhar a leitura.
    Adorei a resenha.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Quero muito pegar esses livros e ler, mas ainda não tenho nenhum, então por enquanto estou me contentando com a série rs. Nossa quantos acontecimentos tem nesse volume e pelo visto muito sofrimento. Já xinguei esse Stephen como pode ser mal agradecido desse jeito com o Jamie.

    ResponderExcluir
  7. Carol, viva Diana Gabaldon, essa linda que nos presenteou com essa escultura que é Jamie Fraser!
    Hahaha
    Como eu já disse outras vezes: ME CHAMA DE ESCÓCIA E ME TOMA PARA VOCÊ, JAMIE!
    <3
    Estou doida para ler Os Tambores de Outono. Estou com a parte 1 na estante, esse que você comentou, acho que vou ler logo.
    Porque fiquei muito curiosa, já que eu nem tinha lido a sinopse antes por medo de spoiler, hahaha.
    Algumas coisas eu já imaginava, a vida na América e a Brianna e o Roger, mas curiosidade me consome no momento.
    :P

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Carolina,

    Essa série é incrível e preciso solicitar o demais, o problema é que são tantos livros bons que está difícil....kkk...muito bom saber que a qualidade dos livros continua boa....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sou muito chata com essa de romance no tempo e essa série não me atrai em nada

    ResponderExcluir
  10. eu ainda não li essa série eu estou meio com eles na balança se leio ou não
    apesar de todos os elogios que tem eu tenho uma relação amor/ódio com a ideia de viagens no tempo
    e sério quando eu descobri que ainda não tinha acabado eu fiquei meio/muito indecisa se começava a ler ou não
    mas adorei saber que o nível dos livros continua bom... faz com que ganhe pontos positivos

    ResponderExcluir
  11. Hey, Carolina! Eu li a resenha, mesmo sob ameaça de spoiler, pq não gosto nem um pouco de Outlander. Houve uma época em que eu tinha interesse nos livros (e que livros, enormees, viu), cheguei até mesmo a ver a série de TV, mas deu sono zzzz

    Mesmo com um bocado de gente (incluindo você) falando bem da série, não vou arriscar porque o enredo em si não me agrada :/

    ABS.

    ResponderExcluir
  12. Já li tantas resenhas com super elogios com essa serie Outlander. Mas uma pena que ainda não li, estou pensando em ler esse ano seriamente. Justamente pela serie de tv, acho legal essa complementação da obra. Adorei a resenha, espero que essa serie seja tudo isso que falam mesmo

    ResponderExcluir
  13. Oi Cah, tá difícil né (rsrsr). A maioria das séries que você resenha eu ainda nem comecei a ler, como é o caso dessa. Parece que todo mundo está lendo esses livros e cara, eles são enormes né! A história parece ser super bem construída e bem rica, o que só aguça minha vontade de ler.
    Beijokas
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  14. Oi, Carolina!!
    Tenho muita curiosidade sobre essa série!! Mas toda vez que vejo o tamanho dos livros acabo desistindo de ler!! Acho que vou primeiro assistir a série!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Quero muito ler essa serie, estou assistindo a serie de tv, que agora está indo contar a historia desse livro e gostei muito do rumo que ela tomou, e bem estranho pensar nos personagens não estando na Europa, mas quero muito ler os livros e poder conhecer melhor esse casal !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook