Os Goonies - Edição Especial 30 Anos

Autor: James Kahn
Título original: The Goonies
Tradução: Cecilia Giannetti
Editora: DarkSide
Páginas: 240
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: Edição comemorativa de 30 anos com Mapa/Pôster exclusivo, acabamento em capa dura e hot stamp. Uma verdadeira edição de colecionador, para quem gosta e entende do assunto.
O clássico filme infanto-juvenil, Os Goonies, volta direto dos anos 1980, adaptado para um livro inesquecível de James Khan, criado durante o processo de produção e filmagens do longa-metragem.
Às vésperas de serem despejados de seus lares, um grupo de crianças – os Goonies – encontra um mapa no sótão de sua casa e segue em busca do tesouro escondido, em uma história fantástica de amizade. Mikey, Bocão, Dado e Gordo partem em busca do tesouro de Willy Caolho e de continuarem juntos. Juntam-se a eles nessa aventura Brand, Andy e Stef, mas, além das armadilhas deixadas por Willy Caolho por entre as cavernas e trilhas subterrâneas, os garotos terão de enfrentar também uma família de bandidos italianos, Os Fratelli.
Descubra ou redescubra o universo mágico dos meninos e das meninas das Docas Goon.

A gente se sente velha quando tem que explicar para os mais novinhos o que foram Os Goonies, como nesse momento por exemplo. (Hahaha)
Para você jovem leitor nascido depois dos 2000, lhe apresento um marco da infância & adolescência das gerações das décadas de 1980 e 1990: Os Goonies. O filme criado pelo gênio Steven Spielberg e por Chris Columbus e dirigido por Richard Donner, foi lançado em 1985 e também foi um grande sucesso de bilheterias. O filme faz parte daquela lista obrigatória de longas que serão transmitidos algumas várias vezes na Sessão da Tarde - ou pelo menos fazia quando eu assistia TV e não era obrigada a trabalhar! (Hahahaha)

Eu jamais trairei meus amigos das Docas Goon, 
Juntos ficaremos até o mundo inteiro acabar, 
No céu e no inferno e na guerra nuclear, 
Grudados feito piche, como bons amigos iremos ficar, 
No campo ou na cidade, na floresta, onde for, 
Eu me declaro um companheiro Goony 
Para sempre, sem temor. 
- O JURAMENTO GOONY -
p. 5

A história tem como protagonista o jovem Mikey de 13 anos, um baixinho, que usa aparelho e tem asma. Mikey está preocupado porque sua família e as famílias de todos os seus amigos (Bocão, Dado e Gordo) serão despejadas no dia seguinte já que suas terras nas Docas Goon serão hipotecadas para se transformarem em um grande campo de golf. E assim todos serão separados.
O grupo de amigos, devido ao seu local de origem é conhecido como Goonies. E eles são considerados a pária da região, mas Mikey não se importa. Ele tem orgulho em ser um Goony.
Os quatro amigos estão aproveitando seu último dia juntos quando Mikey descobre um mapa do tesouro do pirata lendário Willy Caolho no sótão de sua casa, que guardava alguns objetos do museu onde seu pai trabalha.

"O museu fez uma espécie de exibição", eu disse, explicando a ele. "Com coisas históricas que encontraram por aqui. E estes foram rejeitados." O Gordo assentiu. "Tipo nós."
p. 35


Descobrindo assim a solução para todos os seus problemas, Mikey, Bocão, Dado e Gordo sobem em suas bicicletas e partem em busca da salvação para todas as famílias das Docas Goon: o tesouro perdido do famoso pirata.
Brand, o irmão mais velho de Mikey, tenta impedi-los, mas é enganado pelos garotos mais novos e parte atrás deles para fazê-los “pagar” por isso.
Enquanto fogem de Brand, os garotos encontram por acidente a família Fratelli, bandidos e assassinos foragidos da polícia altamente perigosos, que estão escondidos no velho farol abandonado onde a caça ao tesouro dos meninos deveria começar.

É então que Brand, Andy (garota pela qual Brand é apaixonado) e Steff (melhor amiga de Andy) se juntam ao grupo nessa perigosa caça ao tesouro que envolve cavernas e armadilhas subterrâneas, enquanto fogem dos Fratelli.


Conforme o perigo aumenta, cada um dos integrantes deverá usar seus dons e conhecimentos para conseguirem sobreviver até o próximo dia. Mikey compreende a forma de pensar do velho pirata e é o primeiro a descobrir qual o caminho correto a seguir; Brand não usa muito a cabeça, mas tem muuuuuitos músculos - o bastante para empurrar pedras gigantescas e abrir caminhos -; Bocão embora fale mais besteira do que deveria é o único que compreende espanhol - a língua com a qual o mapa foi escrito -; Dado é um descendente asiático que vive criando dispositivos que poderão ajudar o grupo - caso não explodam antes -; Gordo é viciado em comer e adora contar algumas mentiras, era de sua responsabilidade avisar a polícia sobre a família Fratelli, mas sua cota de mentiras estava muito conhecida já e ele não teve uma credibilidade aceitável para o xerife. Pelo menos Gordo cria uma forte amizade com Sloth - um homem alto, deformado com algumas deficiências mentais e que era abusado pelos seus próprios irmãos (os Fratelli) - e é por conta desse novo laço que os garotos terão ajuda para verem a luz do dia novamente. 

Meu pai me contou uma vez sobre essas crianças chamadas de sábios idiotas, que nascem como totalmente fora-da-casinha em relação a tudo, porém cada um tem uma coisa que é genial dentro dele. Como às vezes um garoto que, tipo, nem sequer sabe amarrar seus próprios sapatos, mas é um gênio musical e é capaz de dar concertos de piano. Ou talvez uma criança que não pode falar ou ler ou se alimentar sozinha, mas pode ser um gênio da matemática e passa todo o seu tempo escrevendo equações e cálculos e outras coisas. Eu acho que o Sloth era um sábio idiota espadachim.
p. 211

Enquanto lia o livro, me divertia tanto e sentia tantas saudades das tardes em casa vendo TV que acabei lotando a Teca (do blog Casos Acasos e Livros) de mensagens sobre a história porque ela é a única pessoa que conheço no momento que também adora os Goonies. Então, espero que não tenha se importado, Teca! ;)
Além das confusões inerentes a jovens adolescentes, o livro ainda nos diverte por trazer algumas citações que remetem a sucessos da cultura pop da década de 80, como Star Wars e Gremlins.

"De qualquer maneira, o Xerife estava começando a soar como um disco quebrado, então tento ser simpático e sincero e outras coisas. 'Honestamente, Xerife, você tem que acreditar em mim.'
"'Eu tenho?', ele diz. 'Assim como naquela última brincadeira sobre todas aquelas pequenas criaturas que se multiplicam quando você joga água sobre elas?'
p. 147

Mas o mais emocionante nos Goonies é que essa é uma história que fala sobre aceitação, amizade e sonhos. A infância dos jovens de hoje é muito diferente da infância que eu vivi. Eu pulava corda com meus vizinhos na rua, brincava de rouba bandeira, saía de bicicleta ou patins e não parava em casa. Quando adolescente, estava sempre andando com minhas amigas para passear nas pracinhas e simplesmente falar sobre a vida ou sobre nada.
Hoje eu vejo as criancinhas já conectadas na internet e com todas os jogos salvos no iPad ou então todos os episódios da Galinha Pintadinha exibidos no celular. É cada vez mais difícil - e perigoso também, devo ressaltar - sair por aí de bicicleta, arrumar tempo (no caso dos pais) para ir no parquinho com as crianças ou simplesmente sair de casa. O espaço está cada vez mais diminuto e o tempo cada vez mais raro.


Enfim, eu tive o privilégio de ter essa liberdade na infância que me permitiu exceder minha imaginação ao limite e criar um novo mundo apenas na minha mente. Assim como os Goonies. Essa história traz um apelo poético aos jovens sonhadores. Aqueles que procuram tesouros ou simplesmente desejam criar algo que nunca foi feito antes. Também apresenta aceitação por quem você é, por quem seu irmão e seus amigos são; fortalecimento da relação entre a família e os amigos, entre aquelas pessoas que estarão sempre do seu lado em todos os momentos; e amadurecimento de jovens que saem da infância e entram no caminho para se tornarem adultos.
São os valores de vida que os Goonies representam e é por causa deles que o sucesso continua mesmo depois de mais de 30 anos do lançamento do filme.

Eu respirei o ar fresco do mar e olhei para nós. Machucados, arranhados, sujos e esfarrapados. Nós tínhamos passado por tanta coisa, tão juntos. Isso fez com que eu me sentisse... forte. Como se não fôssemos mais crianças Goony. Como se fôssemos heróis.
p. 217

Para quem não conhece a história ainda, o livro é curto e fácil de ler. O texto flui facilmente e os fãs do filme original não irão se arrepender porque o enredo é muito fiel e os detalhes que diferem do longa, apenas torna o livro mais real. Como se fosse de fato um diário do jovem Mikey narrando sua vida e a maior aventura que viveu ao correr atrás de um tesouro pirata ao lado de seus melhores amigos.

Mais uma vez tenho obrigação de elogiar todo o capricho da DarkSide nessa edição comemorativa que inclui um mapa/pôster, uma capa dura com o selo em hot stamp, e muitas caveiras ilustrando a leitura e dividindo os capítulos.

Imagem de divulgação da DarkSide

Espero que todos possam compreender um pouquinho melhor sobre a importância dos Goonies para alguns jovens adultos de hoje - como eu, por exemplo - e que eu tenha despertado uma pequena semente de curiosidade para que vocês possam conhecer melhor a história, lendo o livro ou até assistindo o filme. Vou dizer que vale a pena! ;)





15 comentários :

  1. Essa edição está linda! Já vi o filme, mas faz bastante tempo, não me lembro muito da história. O livro parece ser tão divertido quanto o filme, além de passar mensagens importantíssimas! Realmente a infância hoje é muito diferente da de antes. Abraços, adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carolina! Tudo legal?

    Meu Deus que resenha incrível!
    Eu ainda não li, mas pela descrição que você fez em relação à edição, o capricho com o livro, é impossível não querer ter este livro em sua prateleira!

    Não me recordo de ter assistido ao filme... acho que estou ficando velho... Hahaha! :D

    Enfim, sua resena esta perfeita!
    Parabéns!

    Beijos,
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  3. Oi Carolina!
    Amei sua resenha. Me fez recordar o filme que por sinal é maravilhoso.
    Essa edição está fantástica!
    Agora fiquei com saudades dessa história e estou pensando em comprar o livro pra poder desfrutar dessa estória que me marcou bastante na época.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol!
    Assim como você me lembro de quando era criança e passava a tarde assistindo Goonies. No meu caso era na companhia dos primos, e a escolha do filme sempre acabava em briga hahaha
    Achei essa edição de 30 anos muito bonita! Não deve ser um livro que eu vá mesmo comprar, mas gostei de ver essa nova versão.
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o livro, só assisti o filme e adorei. a historia é incrível, esse sonho de ir atrás de um tesoura é uma aventura e tanto e a amizade deles é muito linda. Também tive uma infância muito boa e brincava muito na rua, adorava brinca de roubar bandeira kkkk, jogar pedrinha, queimada e muito mais, é uma pena que as crianças de hoje não sabem o que é isso, devido as ruas não serem mais as mesmas.

    ResponderExcluir
  6. Eu posso ate ter nascido antes de 2000 mas eu te juro que não lembro desse filme, mas eu já sabia do livro porque uma colega minha falou dele num evento que teve na minha cidade. Sabe na minha rua as crianças ainda brinca na rua tanto as brincadeiras antigas quantos as novas que estão sendo criadas, mas de vez em quando vejo elas paradas no celular e lembro que naquela época eu sonhava com celular kkk Eu acho que vou dar uma chance ao livro e talvez procurar o filme pra assistir.

    ResponderExcluir
  7. Conheço o livro mas não sabia que tinha filme, definitivamente não era da minha época, mas gostei da resenha do livro e de saber um pouco mais sobre os Gonnies, curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  8. Oi :)
    Sou de 96 então não tive a oportunidade de assistir o filme na minha infância e não conhecia esse mundo até a Darkside lançar o livro. Eu morro de vontade de saber mais sobre a estória de Os Goonies mas nunca comprei porque quero muito essa edição maravilhosa e to esperando uma promoção rs. Tenho certeza que vou amar tanto o livro como o filme e não vejo a hora de me integrar mais no mundo dos Goonies.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Não consigo lembrar deles rs
    Acho linda a edição mas não é meu tipo de leitura. Achei legal ser fiel e quem sabeeeee no futuro eu venha a me interessar rs
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  10. Caramba, um filme que marcou minha infância. kkkk Assistia sempre que passava na sessão da tarde. Muito legal a ideia do livro, amei. Essa nova geração que não assistiram ao filme, vale a pena assisti, vocês irão amar. Até hoje lembro do final do filme.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não vi o filme mas diquei curiosa sobre ele,assim como o livro espero ter ele em breve.A edição esta realmente linda
    darkside arrasou de novo ;)

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Sempre vi as pessoa falarem muito sobre a historia de Os Goonies, mas ainda não conhecia e lendo a resenha gostei muito, parece ser uma historia envolvente e cheia de aventuras, quero assistir ao filme mas antes irei ler o livro !!

    ResponderExcluir
  13. Que nostalgia boa! Já assistir muitas vezes esse filme, mas não sabia que tinha livro :/. Gostei muito da resenha e com certeza vou ler esse livro! Ah, a Darkside sempre arrasando nas suas edições ♥

    ResponderExcluir
  14. Voltei a minha adolescência com esse livro,e lembrei de como eu curti assistir o filme OS GOONIES pela primeira vez.
    O livro tem mais detalhes e cenas que não apareceram no filme.
    Eu ameiiii!! ri muito com o gordo,os fratelli e toda turma goonie.
    E na verdade ,eu também sou mais uma goonie

    ResponderExcluir
  15. Carooooooooool
    NUNCA me importaria de você comentar comigo sobre Os Goonies.
    Paixão da minha infância que eu adoro até hoje.
    <3
    Eu quero ler esse livro maravilhoso depois de tanto que você falou, hahaha.
    E essa edição é muito linda, do tipo que vira seu xodó na estante.
    E que bom saber que é bem fiel ao filme, que é tão especial para tanta gente.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook