Esmeralda

Autora: Cida Santos
Titulo: Esmeralda
Série: Caldeirão de Bruxa
Editora: Arwen
Páginas: 136
Onde encontrar: ArwenStore | AmazonBR

|Livro cedido em parceria com a Editora Arwen|
Sinopse: Quando a lua surge no céu estrelado e o fogo crepita na fogueira como as chamas de uma fênix, um dueto se inicia. Convidada pelo imperador cigano, Esmeralda responde ao seu canto com histórias em forma de prosa enquanto dança ao som da viola. Um dueto poético que mistura, fé, magia e história. Assim a natureza surge em cada palavra da cigana, nos ensinando sobre as belezas deste mundo.
Assim que nossa parceria com a Arwen começou, eu esperava bons livros nacionais dos mais variados gêneros. Vocês já devem saber, ou se não sabem, lá vai, eu adoro poesia. Acho que contar histórias por meio de poemas, toda a carga subjetiva que ele carrega – mais ainda que um romance, afinal de contas, no poema há muito menos palavras para serem usadas, o trabalho, a dedicação exigidas para criar versos e estrofes me fascinam. Por isso, quando pude escolher um primeiro livro para ler e resenhar da Arwen, escolhi Esmeralda. 

Junto com Esmeralda, recebi Caldeirão de Bruxa, o original publicado por Cida em 2001. A Arwen reeditou e lançou uma segunda edição atualizada da obra dessa delicada autora. Aos 71 anos, Cida Santos conseguiu transmitir mensagens e amor de uma forma que somente a poesia consegue. 

Serei bem singela no que remete o enredo da obra. Esmeralda, apesar de ser uma compilação de poemas, é também um pouco de prosa, pois há alguns parágrafos narrativos entre um poema e outro, que explicam a cigana, o rei dos ciganos e um pouco do cenário, do que está acontecendo nessa noite da fogueira e nos dias seguintes. 

Antes de mostrar a vocês alguns dos poemas que mais gostei, preciso fazer alguns comentários a respeito da edição de Esmeralda. A capa é linda, foi ela que chamou minha atenção. O projeto gráfico também ficou muito harmônico, o miolo do livro está legível e agradável. Porém a revisão pecou: existem trechos com uso errôneo da vírgula, o que dificulta a leitura, se você vai de uma vez só e isso me incomodou bastante. Existem trechos com erro de concordância verbal nos parágrafos principalmente. Ao longo dos poemas, poucos foram os problemas que percebi (coloco-os na conta de liberdade poética, talvez?).

No entanto, o livro não atendeu as expectativas que eu tinha. As falhas na revisão juntamente com uma história que não me emocionou muito, deixam minha classificação para o livro baixa. Porém, eu não sei como seria a experiência de leitura desse livro para você, portanto, por favor, se quiserem lê-lo, pesquisem, pensem, comprem e leiam. Daí, tirem suas próprias conclusões.

 E basicamente foi isso, gente! Agora, vamos falar de palavras bonitas!


Fragmentos de Caldeirão de Bruxa *o poema*, p. 47

Tudo o que aprendemos com amor,
É como cada moeda de ouro: 
Que mesmo dentro do velho caldeirão
Nunca perderá seu brilho,
E sempre será duradouro.

Mas se nada em seu caldeirão colocar, 
O fogo um dia o consumirá,
Sumindo para sempre deste mundo
Nada de valor deixará.
É como um mar de peixes, 
Até mesmo pássaros sem voar.
Por mais grandioso que seja seu mundo,
Sempre vazio ficará.

Temos uma longa vida
Para o amor dedicar, 
Antes de nossa ida
Uma moeda de outro pode depositar.

Sorrir, p. 77

Sorrir por novos motivos,
É a certeza que viva estou.
Encontrando em amigos,
 motivos para viver.

A natureza transforma almas, 
Num eterno elevar.
Amigos, deixam 
Lições vivenciar.
Dores suportam, 
Aprendem a ensinar.

Sorrir por novos motivos
É a certeza de que ainda se pode
Amar.

O livro é basicamente uma mensagem de amor aos corações sensíveis que puderem ouvir e serem tocados pelas palavras e ensinamentos da Rosa. O prefácio à primeira edição tem uma citação de Giovanni Salvatore que se encaixa muito bem com o que tentei passar para vocês e é um ótimo desfecho para essa resenha.
“No Caldeirão não há bruxaria. Há um preocupação em fazer o bem, através de colocações que, com certeza, indicam caminhos menos tortuosos na busca do bem estar.
Quem diz não gostar de poesia ou não gostar de reflexões em forma de verso, não está sendo realista, pois são inúmeros os casos de pessoas que assim procedem e disfarçada ou escancaradamente dirigem-se a uma livraria para comprar um livro de poesias que possa auxiliá-las quando querem enviar uma mensagem a alguém ou quando querem apenas refletir.” 

Fragmentos de Essência do ser, p. 133

Sou poetisa
Levo em minha mente
Aquilo que ninguém vê,
Que ninguém sente.

Sou o momento de calma, 
As horas de raiva, 
Os dias de chuva, sou a essência de tudo:
Da criança que chora,
Da mulher que ama, 
Do homem sem alma.

Do amor faço verso, 
Da ilusão faço prosa,
Dos sentimentos
Crio o meu universo.





17 comentários :

  1. Oie Izabela! Ainda não tive a oportunidade de ler algum livro da Editora, mas sei que sempre capricham na capa e diagramação. É uma pena que não tenha correspondido com suas expectativas.

    Não curto muito poemas, então não seria algo que iria escolher para ler.
    Mas a resenha está ótima, ainda mais pelo fato que você foi sincera em relação ao que achou do livro. Muita gente não faz isso por ser parceiro da editora :)

    Paradise Books || @ParadiseBooksBr
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Oii Izabela,

    Que chato isso dos erros heimm, eu já não leria o livro não, não curto muito poesia e prosa..
    Tem uma Tag muito legal no Blog, passa lá..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. Oi Izabela.

    Concordo com você quando a beleza dessa capa. E foi justamente ela que mais me chamou atenção.
    Não sabia que a obra é de poemas e prosas. A princípio achei que fosse uma estória diferente, já que tem poucas páginas.
    Não é um gênero que curto, pra ser sincera. E não acho que leria.
    Mas de qualquer maneira, gostei da resenha e da sua sinceridade, quanto ao que achou do livro.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Seu blog é simplesmente perfeito! Estou louca para ler esse livro também.

    ResponderExcluir
  5. Sendo bem sincera, nunca fui fã de poesia (e isso vindo da pessoa que é mais sensível e romântica que eu conheço).
    Então, só a capa me atraiu, mas o enredo não, nem o fato de ser poesia e pouca prosa.
    Pena que não atendeu as suas expectativas. Erros de revisão me deixam quase louca também, haha.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, adorei a resenha, e enfim o blog, muito muito muito belo.!
    Primeira visita e já estou eu aqui apaixonado por suas palavras que conseguem nos transmitir a magnitude de uma obra como essa!
    Um forte abraço!
    http://umalbumpanoramico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gostei das poesias. Tem algumas poesias que gosto, mas tem algumas que nem sequer entendo rs. Gostei mais da Essência do ser achei bonita.

    ResponderExcluir
  8. Uma das coisas que mais aprecio em um livro é a revisão, e erro de português, de concordância ou de pontuação em um livro é inadmissível.
    Mas enfim, achei o livro interessante embora não goste de poesia.

    ResponderExcluir
  9. Mana, além de eu não gostar de poesia ainda tem o fato que a revisão parece passou por cima do manuscrito e não chegou a realmente fazer um bom trabalho, por isso eu dispenso a leitura.

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li nada da editora. E não tenho muita paciência com poemas, admiro quem consegue ler e gostar rs
    Sendo assim, não li nada do tipo.
    Vários erros hein? Acredito que na próxima eles vão melhorar e imagino que de ter sido uma decepção. E concordo com você, a capa é linda.

    ResponderExcluir
  11. Adorei as poesias que você escolheu e é uma pena que a revisão deixou passar pequenos erros. Fiquei muito interessada no livro e vou seguir seu conselho e pesquisar mais sobre ele. E a capa é maravilhosa mesmo. Beijo :)

    ResponderExcluir
  12. Oi Iza!
    Nunca li nada dessa editora, então estou em dúvida se os erros foram apenas nessa reedição ou se eles são algo recorrente nas publicações. Você já leu outros livros deles?
    Eu adoro poesia, mas sou puxada mais para a poesia moderna. Esse livro realmente não chamou muito a minha atenção.
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  13. Oi :)
    Eu não gosto muito de ler poesias, eu só leio mesmo quando é algo obrigatório, quando a escola pede ou pra algum vestibular. Nesse livro nada me chamou a atenção, nem a capa eu gostei. E sou muito influencia pelas notas de vocês então com certeza não lerei esse livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. A capa é linda, gosto pouco de poesias, já li muitos, hoje não mais. Não sei se teria paciência para ler esse livro.

    ResponderExcluir
  15. Nossa que pena, parece ser um daqueles livros em que criamos expectativas mas que acaba nos decepcionado...uma pena não ter uma história marcante e esses erros. Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Faz um tempo que vi esse livro no lançamento e fiquei bem interessada na historia, gostei muito do tema que aborda e fiquei curiosa para ler e é chato quando esses problemas acontecem pois parece uma ótima historia e com uma capa linda !!

    ResponderExcluir
  17. oi
    amoo livros de poesias,sao fascinantes..
    alias estou escrevendo um ;)
    gosto bastante desse tipo de leitura

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook