#Especial Dia Internacional da Mulher: Autoras Inspiradoras


No dia 8 de março comemoramos o Dia Internacional da Mulher e queremos aproveitar para fazer uma pequena homenagem para algumas das nossas autoras favoritas e que, de certa forma, nos inspiram. Esperamos que conheçam um pouco mais sobre essas mulheres criativas e talentosas e que se interessem por suas obras também. ;)


Lisa Kleypas


No momento atual da minha vida, Lisa Kleypas é minha autora favorita de romances de época. As editoras Arqueiro e Gutenberg trouxeram alguns de seus títulos para o Brasil, mas destaco as obras Desejo À Meia-Noite e Segredos de Uma Noite de Verão

O talvez principal diferencial de Lisa é que suas histórias focam nos páreas da sociedade inglesa do século XIX, como as solteironas, os novos ricos, os americanos, os ciganos, entre outros. Esse destaque diferenciado cria narrativas únicas e muito divertidas. Não é à toa que a escritora já carrega tantos prêmios da literatura americana.

Lisa publicou seu primeiro livro com 21 anos, logo após se formar em Ciência Política na faculdade, e hoje suas obras são best-sellers no mundo todo e já foram traduzidas para mais de 20 idiomas. Wallflower Series é a série de maior sucesso de Lisa Kleypas e que a empurrou para a lista das escritoras mais conhecidas no gênero de romance de época, mas ainda não foi publicada no Brasil.


Você pode conferir mais informações no site oficial da escritora (em inglês): www.lisakleypas.com


Teca Machado

Confesso que estou sendo imparcial ao escolher a Teca para englobar essa lista porque já gostava da garota antes mesmo de ler seu livro, mas o que importa é que ela sabe escrever de verdade.

Teca Machado é jornalista, blogueira e escritora! Seu primeiro livro, I Love NY, foi publicado pela editora Novo Século em 2013 e é um chick-lit verdadeiramente brasileiro (exceto talvez pela paisagem). Teca já escreveu o segundo livro Je t'aime Paris, mas ainda não temos uma previsão de lançamento.

Sua narrativa é exatamente como um pedaço da própria Teca que conheci e adorei. Divertida, carismática, dramática e encantadora. A resenha vem logo logo! Aguardem! ;)

Você pode conferir mais informações no blog da Teca: Casos, Acasos e Livros.




Marie Lu


Vocês devem estar familiarizado com essa espetacular autora por conta das minhas resenhas da trilogia Legend (Legend, Prodigy e Champion) publicadas pela Editora Rocco - Selo Jovens Leitores. Ela tem 32 anos e é uma nerd. Seu trabalho como escritora e as atividades extra dela são todas voltadas para o universo de games, de ficção científica e desenhos.

A trilogia Legend fala sobre June e Day, a prodígio da República e seu criminoso mais procurado. Movida pelo desejo de vingança, June irá caçar Day e trazê-lo à justiça. No entanto, ao decorrer do livro (e da trilogia), percebemos quem ou o que é o verdadeiro vilão (tanto de June quanto de toda a população da República e das Colônias). Além de lutar contra a sociedade como um todo, vemos o desenvolvimento  da relação entre pessoas tão diferentes, mas que se completam dando a sensação de esperança e dias melhores.


Prestes a ser lançada, temos a nova série de Marie Lu, Jovens de Elite. A protagonista Adeline nos levará por caminhos não tão claros, tratará a respeito daquela maldade intrínseca a todos nós. Eu estou simplesmente louca por essa nova série. Deixo vocês com esse depoimento de Marie Lu a respeito dessa nova jornada!

“E se você, diferentemente do Day e da June, não pudesse emergir da escuridão do seu mundo? Queria muito brincar com essa ideia porque penso que todo mundo tem um pequeno vilão dentro de si, às vezes. Espero que todos nós possamos nos identificar com isso.” – Marie Lu


FML Pepper


Pensa numa pessoa simpática? Pepper é uma dentista carioca, autora da trilogia de fantasia Não Pare! (Não Pare!, Não Olhe! e Não Fuja!).

Eles contam a história de Nina, uma jovem que precisa mudar-se de casa constantemente, sempre fugindo de acontecimentos suspeitos. Se ela sobrevive a um acidente quase fatal (muito constantes em sua vida), sua mãe já a leva para o outro lado do mundo. A garota já viajou bastante, e ter os olhos como os de um felino (as pupilas verticais) não faz com que ela se adapte facilmente a novos ambientes. Isso começa a mudar, porém, quando ela chega a Nova York e conhece dois rapazes misteriosos, que irão transformar tudo o que ela conhece e acredita. (Em breve, trarei a resenha do primeiro volume para vocês!).


Admiro muito a Pepper, por conta de sua perseverança. Ela passou por um momento muito difícil lidando com a depressão e a gravidez. Acabou encontrando na literatura um refúgio e um modo de lutar contra a doença. Desse momento, saíram os primeiros rascunhos de seu mundo. Foi pioneira na publicação independente na AmazonBr e, quando decidiu que era o momento para publicar fisicamente seus livros, levou-os para a Editora Valentina, que fez um trabalho maravilhoso com as capas.


Marion Zimmer Bradley


Ah, Marion! Escolhi essa autora, em meio a uma centena, porque ela é fantástica, devo admitir. Quando iniciei os livros dela, em meus 13 anos, me apaixonei de cara. Uma das minhas irmãs também a tem como uma de suas autoras favoritas desde a adolescência, e não é por menos, suas histórias são muito bem escritas, do ponto de vista das personagens femininas e pode-se dizer que a Marion era uma grande defensora dos direitos das mulheres. A considero uma feminista, tanto na escrita, como em sua vida.

Ela nasceu nos Estados Unidos, em 1930. Era de uma família pobre, e passou por muitas dificuldades. Felizmente, não desistiu da educação e muito menos da escrita. Aos 16 anos, teve sua primeira máquina de escrever. E não parou mais. Iniciou a carreira escrevendo romances de banca, narrando histórias eróticas para tirar um dinheiro e sustentar sua família. Casou-se, teve dois filhos e continuou produzindo livros e pequenos filmes para custear seus estudos e filhos. Nesta época, também apoiou movimentos LGBTs e defensores das mulheres.

Na década de 60, escreveu seu romance de sucesso, que se tornou best seller do New York Times, As Brumas de Avalon. Desde As Brumas, Marion escreveu muitos outros livros, como A Queda de Atlântida, O Incêndio de Tróia e a saga de ficção científica Darkover, entre muitos outros. Faleceu em 1999, e deixou a cunhada, Diana L. Paxon, responsável pela publicação de seus livros e continuidade de sua obra, que sem dúvidas, será eterna.


Essa autora é um "must read" na vida de um leitor. Seus livros possuem uma carga histórica e emocional muito grande, seus personagens são bem criados e sua escrita, maravilhosa. Além de tudo isso, destaca o poder feminino e a importância das mulheres na história, em meio aos romances que todos gostamos. Se você ainda não leu seus livros, ou nem sequer os tem na estante, não deixem de ler. Eu mesma já li e reli mais de uma vez As Brumas de Avalon, uma das minhas séries preferidas!

Bianca Briones


Quero começar dizendo que, apesar de escolher apenas uma autora nacional, eu admiro e me inspiro em várias. Sério. Adoraria ter mais tempo de interagir com as autoras (e autores) nacionais, mas mesmo apenas observando-os pelas redes sociais, estou sempre acompanhando a jornada de muitas dessas autoras que me inspiram todos os dias. Seja com um novo livro, dedicação na escrita da madrugada ou enfrentando diariamente as dificuldades de ser uma escritora, (ou escritor) no Brasil.

Há poucos dias resenhei seu quarto livro, O Desapego Rebelde do Coração. E acompanhar toda a sua trajetória, desde o primeiro lançamento, foi muito legal.
A Bianca cria histórias desde pequena. Como a maioria das grandes autoras, nasceu escritora. E mesmo quando a vida a limitou deste sonho, ela não desistiu.
Com dois filhos que possuem nomes de heróis, Athos e Artur, ela precisou encarar muitos obstáculos e desafios para publicar seus livros e realizar seus sonhos. Sonhos que duraram anos e que exigiram muita, muita paciência e perseverança. A admiro por isso.

Confira as resenhas dos livros da autora aqui
Dentre muitas coisas com a qual me identifico com ela diariamente (via facebook e outras redes) é o fato dela ser muito sensível ao mundo. E por conta disso, sua saúde acabou em segundo plano. E isso também aconteceu comigo, sei que ocorre com muitas mulheres também, e é difícil voltar atrás, voltar a se encontrar. E é muito sério. Mas a Bianca conheceu uma atividade muito legal e que incentiva as pessoas a cuidar do corpo, da mente e do espirito. O Mahamudra. Mahamudra é um estilo de vida onde as pessoas são levadas ao equilíbrio, e através dos cuidados com esses três pilares, evoluem e através das atividades do grupo, fisicas e de reflexão, relaxamento, as pessoas se tornam melhores. Saudáveis, em todos os sentidos. E a autora vêm semeando e incentivando os leitores a continuar, não desistir, se encontrar. Acho isso muito importante, em um mundo onde a cultura do corpo é algo forçado ao extremo.

"Às vezes, para ficar mais forte, é preciso quebrar primeiro. É uma reconstrução." - O Descompasso Infinito do Coração.

 Hoje a Bianca é uma mãe, escritora, independente e muito forte. Uma mulher de fibra que se dedica integralmente aos filhos e ao amor por criar e conversar com seus personagens. E que tem um futuro brilhante pela frente, tenho certeza disso. É uma autora que indico sempre, aos amigos, aos conhecidos, no blog, porque ela merece e porque escreve com o coração.

*

É isso pessoal! Espero que tenham gostado das autoras que nos inspiram. Bem, algumas delas! Se fossemos citar todas, ficaríamos aqui por alguns anos. Espero que tenham tido um ótimo Dia Internacional da Mulher. Mas que este dia seja todo dia, em forma de respeito e igualdade

Beijos!








12 comentários :

  1. Muito legal a homenagem a essas mulheres que nos trazem muitas alegrias com suas historias incríveis, parabéns a todas as mulheres. Ainda não li nenhuma obra delas mas tenho interesse em ler, Bianca Briones, FML Pepper e Marie Lu.

    ResponderExcluir
  2. Bianca Briones ♥ é tão inspirador essa autora as obras delas são incríveis é é um grande incentivo aos autores brasileiros .Nunca ví falar da escritora Marion Zimmer Bradley e nem das obras, e pelo post ela parece uma mulher incrível e batalhadora ,FML Pepper não sabia que era brasileira já tinha visto uma resenha sobre a obra não pare e gostei.Amei o post mostrou um pouco das maravilhosas autoras que ganhou seu espaço com a escrita

    ResponderExcluir
  3. Oi meninas! A Bianca é tão boa autora, suas histórias parecem ser escritas a partir de experiências muito vivas e vindas do fundo do coração. Ela é muito inspiradora com certeza.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Marion Zimmer Bradley <3 <3 <3 <3
    Quem quer uma boa fantasia precisa conferir a série dessa autora. Foi um dos primeiros livros fantásticos maduros que li e acabei me apaixonando! Amor demais por essa autora.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  5. Eu amoooooo os livros da Bianca e da Lisa <3 São ótimos, queria ter o mesmo talento *-*
    E quero muito conhecer os livros da FML Pepper e Marie Lu!!
    Adorei o post e parabéns pra nós

    ResponderExcluir
  6. Amei demais os livros da FML Pepper e Marie Lu. Elas merecem fazer parte dessa homenagem. São autoras talentosíssimas e com obras incríveis.
    Já Bianca Briones, pretendo conhecer seus trabalhos ainda esse ano.
    É uma autora muito elogiada pelos fãs e parece agradar bastante aos leitores.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Aaah, que lindeza estar do lado de várias autoras que eu admiro tanto!
    Muito obrigada, Carol!
    Estou me sentindo muito honrada. <3
    Só escolhas excelentes, já li quase todas. A FML Pepper vai ser uma das próximas, já estou com o livro me esperando.
    Por um mundo em que nós, mulheres, possamos escrever cada vez mais e nem precisemos usar pseudônimo pra "vender mais".

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post especial, também adoro ler livros da Lisa Kleypas embora ela não seja minha favorita, gosto mesmo é da Carina Rissi e Julia Quinn.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo esse post, a escritora Lisa Kleypas também se toenou a minha escritora preferida para livros do gênero romance de época. Acho que nessa lista eu colocaria a escritora Cassandra Clare, porque essa mulher é diva e a J.K. Rowling.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post mostrando que a mulherada arrasa na escrita!
    E eu ainda vou dar uma de enxerida e indicar a minha autora brasileira favorita, Carina Rissi, como mais uma mulher que nos representa muito bem na literatura!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  11. Me apaixonei pelo post, demais! Bom, a autora Teca eu não conhecia e a FML Peper, conhecia os livros, mas não sabia o nome da autora. Fiquei feliz por lembrar da Marion Zimmer, seus livros continuam sendo referência em várias bibliotecas que frequento.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Gostei muito desse post, principalmente das autoras que você escolheu de todos só li um livro da Lisa Kleypas que não foi seus romances de época que quero muito ler e também FML Peper e a Bianca Briones estão na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook