#II Mês da Fantasia: 12 Sagas Fantásticas Que Você Deve Ler Uma Vez Na Vida


Feliz Natal, leitores do #LOHS!!! Espero que o Papai Noel tenha sido muito generoso com todos vocês!! ;)
Aproveitando o nosso mês temático, trouxe a vocês um post especial. Fantasia é um dos gêneros mais amados ou mais odiados entre os leitores, nós do #LOHS estamos no primeiro grupo, obviamente. E por isso selecionei 12 histórias, entre séries, trilogias e volumes únicos que os leitores devem ler ao menos uma vez na sua vida!
Obviamente, essas sugestões fazem parte da minha lista de livros lidos e algumas são leituras em andamento, mas que já estão conquistando meu coração. Então, fica aí a dica para os corajosos se aventurarem nesses mundos inacreditáveis e maravilhosos! ;)


1) O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien 


Trilogia clássica da fantasia épica, O Senhor dos Anéis (A Sociedade Do Anel, As Duas Torres e O Retorno Do Rei) já vendeu milhões de cópias em todo o mundo e continua encantando pessoas de todas as idades. Segundo o romancista Richard Hughes, “J.R.R. Tolkien criou em O Senhor dos Anéis uma nova mitologia, num mundo inventado, que demonstrou possuir um poder de atração atemporal”.

A história nos conta a aventura de um jovem hobbit, do Condado, que é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder - a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.




2) Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin


Após o sucesso da série Guerra dos Tronos na HBO, as vendas dos livros que compõe a série Crônicas de Gelo e Fogo arrebentaram. O autor está enrolando a publicação do sexto livro há alguns anos já, mas em entrevista disse que tiraria férias em 2017 para se dedicar apenas a ele. Vamos torcer, né?  

O primeiro livro, Guerra dos Tronos (Resenha) começa nos apresentando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell. Ele aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon. Mas Stark não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister. E sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda a sua família. Quem vencerá a guerra dos tronos?

Estou pronto.

3) O Noivo da Princesa, de William Goldman


Capa do livro no Brasil
Esse livro é uma daquelas histórias que marcaram a minha infância! Vocês se lembram do clássico A Princesa Prometida que vivia passando na sessão da tarde? Pois é! Foi inspirado nessa obra!! 

Com a proposta de apresentar um conto de fadas para adultos, o autor nos traz uma história inesquecível e completamente hilária.
No livro O Noivo da Princesa, a jovem aristocrática Buttercup conhece o camponês Westley, no Condado de Florin, que sempre atende seus pedidos com a frase “como desejar”. Os dois se apaixonam, mas Westley resolve partir em busca de fortuna para poder se casar com ela. 
Pouco tempo depois, Buttercup fica sabendo que o barco que Westley viajava fora atacado pelo sanguinário Pirata Roberts. Como o vilão é conhecido por não deixar sobreviventes, Buttercup pensa que Westley está morto e adoece em desespero. 
Cinco anos depois, Buttercup relutantemente concorda em se casar com o Príncipe Humperdinck, herdeiro do trono de Florin. Porém, antes do casamento, ela é raptada pelo trio de malfeitores formado por um chefão siciliano chamado Vizzini, um gigante chamado Fezzik e um mestre espadachim espanhol chamado Inigo Montoya. 
A intenção do rapto é fazer com que os habitantes de Florin acreditem que seus vizinhos de Guilder tenham sido os mandantes e com isso causar uma guerra entre os dois reinos. Mas os planos dos bandidos são atrapalhados quando surge um habilidoso guerreiro mascarado vestido de preto.

Eu simplesmente AMO esse livro e me divirto horrores sempre que o leio ou quando vejo o filme. É uma daquelas histórias para dar risada mesmo.

Cena do filme A Princesa Prometida

4) A Crônica do Matador do Rei, de Patrick Rothfuss


Tenho uma grande queda por fantasias épicas. Elas me conquistam com facilidade, mas a história Patrick Rothfuss é muito boa mesmo. O leitor não sabe ao certo quem é o herói ou o vilão no universo criado pelo autor. Isso porque os dois papéis se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.

O primeiro livro da série, O Nome do Vento (Resenha), acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 


A saga apresenta uma fantasia repleta de mitos, seres fantásticos e os principais sentimentos para uma boa história: amor, ódio e vingança. E o melhor: em breve teremos a oportunidade de conferir a adaptação dessa história incrível!! 


5) The Dragonriders of Pern, de Anne McCaffrey 


A trilogia The Dragonriders of Pern infelizmente ainda não foi traduzida para o português brasileiro. Como não tenho capacidade de ler o português de Portugal, minhas edições são as americanas mesmo. Uma pena que não estejam disponíveis no Brasil porque são um clássico da fantasia.

O primeiro livro, Dragonflight, foi escrito em 1968 e suas sequências, Dragonquest e The White Dragon, foram publicados em 1970 e 1978, respectivamente. A saga foi um sucesso tão absurdo que a autora criou uma segunda trilogia e outros livros únicos baseados no mesmo universo. 

A história nos mostra a jovem Lessa, que para os nobres que vivem em Benden Weyr é nada além de uma menina de cozinha esfarrapada. E para sobreviver, a garota utiliza esse disfarce. A verdade é que Lessa sobreviveu serve àqueles que traíram seu pai e roubaram suas terras. Mas chega um momento que a jovem tem a chance de recuperar o que por direito é seu desde o nascimento. 
A vida de Lessa muda quando ela encontra uma dragão-rainha. O vínculo compartilhado entre as duas será profundo e durará para sempre. E será exatamente ele que irá protegê-las quando, pela primeira vez em séculos, o mundo Lessa é ameaçado por Thread, uma substância maligna que cai como chuva e destrói tudo o que toca. 
Os dragões e seus cavaleiros protegeram uma vez o planeta contra a ameaça de Thread, mas há muito poucos deles nestes dias. Agora a valente Lessa deverá arriscar sua vida e a vida de sua amada dragão, para salvar seu mundo.



6) As Brumas de Avalon, de Marion Zimmer Bradley 



Uma das séries mais elogiadas da fantasia é As Brumas de Avalon. Com mulheres femininas e poderosas, a quadrilogia conta uma visão diferente da já tão conhecida lenda de O Rei Arthur. É como se fosse uma história completamente nova, mas altamente intrigante.

O primeiro livro, A Senhora da Magia (Resenha), foca em três das quatro mulheres que serão protagonistas da saga: Igraine, Viviane e Morgana. Ambas terão papéis decisivos no futuro da Bretanha e de seu rei.



7) Mago, de Raymond E. Feist


Mago Aprendiz (Resenha) foi o primeiro livro publicado de Raymond E. Feist e um sucesso estrondoso. Foi considerado pela BBC (British Broadcasting Corporation) como um dos 100 melhores livros de todos os tempos.
A primeira edição da Saga do Mago data de 1982, mas a obra publicada no Brasil (primeiro sob o selo Saída de Emergência e agora pela editora Arqueiro) é a tradução da versão de 1991, na qual o próprio escritor editou a obra para que ficasse perfeita – também conhecida como “Edição Preferida do Autor”.

A épica fantasia nos apresenta uma vila tranquila chamada Crydee, que fica na fronteira do Reino das Ilhas. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro destemido ao serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug acaba se tornando aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para sempre.
Com sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. Ele, então, é arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia… ou morrer.
Mago é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos.



8) Harry Potter, de J. K Rowling


Pode parecer engraçado, mas conheço muitas pessoas que até hoje não se aventuraram pelas palavras mágicas de J. K. Rowling. Essa mulher fez o sucesso que fez porque muito além criação da escola de  magia e das criaturas fantásticas, ela apresentou debates sobre política, guerra, depressão, aceitação e tantas outras questões que fazem parte da nossa vida. 
Seus personagens amadureceram junto com os primeiros leitores e os filmes apenas aumentaram seu público inicial. O sucesso tem explicação. É só ler o primeiro livro que tenho certeza eu desejará o próximo em sequência. 

O primeiro livro da série, Harry Potter e a Pedra Filosofal (Resenha), nos apresenta o pequeno Harry, filho de James e Lilian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Por isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com a magia. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas. 
O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os bruxos. 

Você é um bruxo, Harry.

9) Percy Jackson e os Olimpianos, de Rick Riordan



Já falei em algumas publicações que sou muito fã de Rick Riordan. Li todas as séries que ele escreveu até agora, mas confesso que o Percy continua sendo o meu queridinho. Riordan tem o dom de encantar com as palavras trazendo de volta à vida mitologias há muito esquecidas de uma forma que poderia ser totalmente real na nossa realidade louca do século XXI. Ele alia seu conhecimento como professor de história com um humor irônico que permeia todo o enredo, deixando a leitura divertida e totalmente leve. 

O primeiro volume da saga Percy Jackson e os Olimpiados, O Ladrão de Raios (Resenha), nos explica que os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Mas, marcados pelo destino, os semideuses dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.



10) Ciclo das Trevas, de Peter V. Brett


Minha nova razão para crises de ansiedade, o Ciclo das Trevas é uma série com quatro livros publicados fora do Brasil, sendo que quinto tem previsão de lançamento para 2017. Já foi traduzida para mais de 30 países, mas por enquanto a DarkSide publicou apenas os dois primeiros títulos da saga, O Protegido e A Lança do Deserto. A repercussão internacional da obra é grande e tem razão para isso.

O Protegido (Resenha) nos conta sobre o apocalipse e o perigo de extinção da humanidade. A noite pertence aos terraítas e são poucos os que ainda conseguem se esconder atrás das proteções mágicas, rezando para que elas os conduzam para mais um dia. Conforme os anos passam, as distâncias entre as pequenas vilas se aprofundam. Parece que nada pode deter os demônios ou aproximar a humanidade novamente.

Arlen, Leesha e Rojer, crianças nascidas nesses pequenos vilarejos hoje isolados, não se conformam com essa situação. Um mensageiro ensina ao jovem Arlen que o medo, mais que os demônios, tem paralisado a humanidade. Leesha vê a sua vida perfeita ser destruída por uma simples mentira e se torna uma coletora de ervas para uma velha mulher, mais temida que os demônios da noite. E a vida de Rojer muda para sempre quando um menestrel viajante chega à sua cidade e toca seu violino.
Mas estes três jovens carregam algo em comum. São todos teimosos, que não se rendem à realidade imposta a eles e sabem que há muitos segredos e mistérios no mundo além do que lhes contaram. Para descobrir isso, eles terão que se arriscar, abandonar suas proteções seguras e encarar os demônios.
Juntos, os três podem oferecer à humanidade uma última, e fugaz, chance de sobrevivência.

A impressionante estreia de Peter V. Brett – um dos mais aclamados autores de fantasia dos últimos anos – é uma aventura fantástica que cativa e emociona o leitor ao conduzi-lo a um mundo de demônios, escuridão e heróis. Uma bela metáfora sobre o medo e como precisamos confrontá-lo todos os dias para não deixar que ele nos domine e conduza a nossa vida.


11) Trono de Vidro, de Sarah J. Maas



Com uma anti-heroína, a saga Trono de Vidro conquistou uma legião de fãs - incluindo a Iza aqui do blog que fica enlouquecida com esses livros. 
A fantasia mescla com young adult, apresentando política, guerra, magia, e também relacionamentos, paixões, amizades e todas as questões problemáticas durante a adolescência.

O primeiro livro, Trono de Vidro (Resenha), nos apresenta Celaena, a melhor assassina de Adarlan. Aos 18 anos, ela está cumprindo sua sentença nas sombrias minas de sal de Endovier. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta: terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.


12) Eragon, O Ciclo da Herança



Eragon (Resenha), primeiro volume do Ciclo A Herança, do jovem escritor norte-americano Christopher Paolini, foi lançado com a ajuda da família, quando o autor ainda era aluno do ensino médio e tinha apenas 15 anos. O livro chegou rapidamente às mãos do editor Alfred A. Knopf e se transformou em sucesso mundial de vendas, mantendo-se por 52 semanas no topo da lista dos mais vendidos no Estados Unidos. 

Eragon é uma daquelas sagas que começa com uma pequena narrativa, mas que amadurece  e se desenvolve belamente nos próximos livros. É uma história com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espadas, vilões maléficos e magia. O autor, inspirado em J.R.R.Tolkien, que criou seus próprios idiomas, utiliza o norueguês medieval para a linguagem dos elfos e inventa expressões específicas para os anões e os urgals, de modo a dar veracidade ao lendário reino da Alagaësia, onde a guerra está prestes a começar.

Eragon & Saphira
O protagonista é um jovem de 15 anos que, ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império, na qual ele é a peça principal. A vida de Eragon muda radicalmente ao descobrir que a pedra azul é, na realidade, um ovo de dragão. Quando a pedra se rompe e dela nasce Saphira, Eragon é forçado a se converter em herói.
Involuntariamente, o jovem é lançado para um arriscado mundo novo movido pelas tramas do destino, da magia e do poder. Empunhando apenas uma espada lendária e seguindo as sábias palavras de um velho contador de histórias, Eragon e o leal dragão terão de se aventurar por terras perigosas e enfrentar inimigos das trevas em um Império governado por um rei cuja maldade não conhece fronteiras.
A Eragon foi dada a responsabilidade de alcançar a glória dos lendários heróis da Ordem dos Cavaleiros de Dragões. Será que conseguirá vencer os obstáculos que o destino lhe reservou? As escolhas de Eragon poderão salvar – ou destruir – o mundo em que vive.


Essas foram minhas sugestões para vocês! Espero que tenham gostado ou pelo menos tido vontade de começar uma dessas histórias incríveis. Valem muito a pena, garanto a vocês!! ;)




14 comentários :

  1. Das que você falou eu conheço O Senhor dos Anéis (até hoje tento comprar o volume único), as crônicas de gelo e fogo (mas eu desisti de ler e os livros que comprei acabei dando de presente), as crônicas do matador do rei, Harry Potter, Percy Jakcson e o Ciclo e Herança. Mas eu me interessei muito por Mago, a história parece bem legal e as capas são lindas.
    Ótimo post, as pessoas não podem mesmo passar pela vida sem ter lido pelo menos uma saga dessas, é algo que acrescenta muitas lições na vida (falo isso com base nas que já li e amo!!)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Tenho vontade de comprar praticamente todos. Percy Jackson e Harry Potter eu só assisti aos filmes mesmo, Game of Thrones eu comecei a assistir também. O Senhor dos Anéis parece ser uma história ótima, porém não consegui assistir nem os filmes, tenho medo de comprar, não gostar e os livros perderem essa magia que me parecem que tem.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol! Tudo bem contigo?

    Amiga, eu amei este post! Incrível!
    De todos citados eu li "The Lord of the Rings', 'Percy Jackson e os Olimpianos', aspenas 2 livros do 'Martin' e realmente preciso ler as demais indicações, inclusive Harry Potter! =D


    Beiojos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Da lista li Harry Potter, Percy Jackson e a saga da Herança. Todos os outros me pareceram maravilhosos e já quero ler tudo. As brumas de Avalon parecem incríveis e os livros de Trono de vidro são os que mais me chamam atenção.
    Beijos e Boas festas


    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  5. eu adoro livro de fantasia!!
    e adorei suas dicas
    vários estão na minha de favoritos como HP, LoR e Percy, o eragon eu tenho uma relação amor/ódio as brumas eu gosto do primeiro abandonei no segundo...
    trono de vidro está encaminhado
    tem vários que estão na minha lista para ler: como a crônica do matador de rei e o mago
    não sei... talvez eu colocasse algo da anne bishop
    o temeraire (só li o começo do primeiro e me apaixonei)
    o importante é se apaixonar por uma dessas séries

    ResponderExcluir
  6. Oi, Carol!! Adorei a postagem!! Sem dúvida para quem gosta de fantasia essas indicações tem que ser anotadas!! Tomei notas algumas sagas que não tinha conhecimento!! Excelentes indicações!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Amei que na sua lista tem e não poderia faltar mesmo Harry Potter e Trono de Vidro, são leituras muitos boas que fiquei apaixonada !
    Eu tenho alguns livros na lista desse gênero para ler, mas como obrigatória vou precisar adicionar Percy Jackson, porque todos já leram menos eu ?! hahaha
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Carol, tudo bem?

    Adorei a postagem e as recomendações! Várias dessas sagas estão na minha lista pra ler, mas sempre acontece algo e acabo passando outro livro na frente! Mas pra 2017 vou tentar dar prioridade pra ler Trono de Vidro, As Brumas de Avalon (que comprei tem anooooooos e ainda não li) e Crônica do Matador do Rei que venho olhando na minha estante o ano todo e tá faltando a coragem pra começar. Amo HP, Percy e LoTR ♥ todo mundo deveria ler essas. Sou louca pra ter os livros de Eragon, mas é tão difícil eu achar os livros sem ser edição econômica com um preço acessível, e eu não consigo ter edições econômicas kkk T.T

    Adorei o post, e espero que muitos sigam as recomendações!

    Bjs,Mih!
    https://paradisebooksbr.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. A lista está ótima, muita dica legal, mas tenho um probleminha sério com séries: nunca termino de lê-las, sempre tenho tantos livros para ler e acaba que não dá certo continuar. Por isso, prefiro ler livros independente, para evitar começar uma nova série e abandonar, não por falta de vontade de continuar, mas de tempo e por não saber priorizar. Mas da sua lista quero ler sobretudo As crônicas de Gelo e Fogo, porque me recuso a assistir Game of Thrones sem ler os livros primeiro. Também conheço uma série, Darkover, que nem todos os livros foram traduzidos, mas infelizmente meu inglês é péssimo e por isso parei porque o terceiro volume (em ordem cronológica) ainda não tem tradução. Infelizmente existem muitos livros bons no estrangeiro que as editoras do país não valorizam, porque não estão na moda, mas basta virar filme e fazer sucesso para elas traduzirem. Do mesmo jeito muitos autores brasileiros de qualidade não conseguem uma editora e suas histórias nunca ficam conhecidas pelo grande público.

    ResponderExcluir
  10. Oi Carolina, tudo bem?
    Eu com certeza estou no primeiro grupo também háhá <3
    Eu quero muito ler O Senhor dos Anéis, só vi os filmes, e sou apaixonada pelo Hobbit *-*
    Estou no segundo livro de Crônicas de Gelo e Fogo, e eu amo demais, espero terminar de ler logo :D
    Eu não sabia que A princesa prometida foi inspirado em O Noivo da Princesa, estou em choque :O, preciso ler.
    É ou não é para babar nas capas de A Crônica do Matador do Rei, eu não posso ver elas, são lindas demais, espero ler o quanto antes.
    Que pena não ter The Dragonriders of Pern em português, realmente parece ser uma história e tanto.
    Ai meu coração, Harry Potter é amor demais, eu sou viciada nos livros e nos filmes, e é verdade mesmo, muita gente não leu Harry Potter ainda, eu sempre indico para todo mundo kk.
    Percy Jackson e os Olimpianos já está na minha listinha, junto com Ciclo das Trevas.
    Quero muito ler Trono de Vidro, só vejo comentários positivos, e vou começar a ler Corte de espinhos e rosas dessa mesma autora. Ansiosa.
    Eragon também já entrou na minha listinha de próximas leituras.
    Parabéns pelo post, ótimas indicações.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  11. Dos doze, eu já li e amo metade. Os outros ou estão na minha lista ou vou colocar agora. Amo fantasia, adorei as indicações, concordo com a maioria (dos que eu conheço), para mim você só pode considerar que conhece literatura fantástica depois de ler Tolkien, e mais recentemente Harry Potter, tenho que ser sincera em dizer que essas obras foram umas das maiores responsáveis por ditar o modo como a literatura é feita.
    Das outras recomendações, eu estou ansiosa pelas brumas de Avalon, principalmente depois que terminei Merlin e entrei em crise; também estou louca pelo ciclo das trevas, achei que ia ganhar agora, mas não foi dessa vez, pelo menos ganhei a trilogia dos espinhos, que acho ser tão bom quanto.

    ResponderExcluir
  12. Li algumas, ótimas indicações!

    ResponderExcluir
  13. Adorei as indicações quero ler algumas destas indicações

    ResponderExcluir
  14. Tenho o box do Mago mais ainda não li. Adorei Percy Jackson e Os Olimpianos vale muito a pena a leitura assim como Harry Potter. Tenho o primeiro e segundo volumes de Trono de Vidro ainda não li. Ótimas escolhas tem muitas séries aí que pretendo ler.

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer três blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook