#II Mês da Fantasia: Seeker - A Guerra dos Clãs

Autora: Arwen Elys Dayton
Título original: Seeker
Tradução: Lucas Peterson
Série: Trilogia Seeker
Páginas: 416 
Editora: Fantástica Rocco
Onde encontrar: AmazoBR | Saraiva | Submarino


| Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Rocco

Sinopse: O livro conta a história de Quin Kincaid, uma jovem que cresceu acreditando que faria a diferença e combateria a injustiça quando se tornasse uma Seeker, seguindo o legado da família como seu pai.
 Junto de seus amigos de infância, John e Shinobu, Quin se preparou a vida inteira para seguir os passos de Briac Kincaid, seu pai e mestre. Para os garotos, os Seeker são um antigo e secreto grupo de guerreiros que há séculos combatem o mal e defendem os fracos.
 Mas nada os preparou para o choque. Ser um seeker não era como imaginavam… E agora que Quin sabe de todos os segredos, tem que decidir se continua junto da família e seus pecados ou se foge e busca a redenção…

Olá, leitoras e leitores do LOHS! Dezembro finalmente chegou e com ele, nosso segundo mês temático do ano. Senhoras e senhores, bem-vindos ao II Mês da Fantasia! Ano passado, nosso dezembro foi um sucesso, e nós adoramos tudo o que pudemos proporcionar a vocês. Para 2016, estamos planejando surpresas incríveis! Fiquem de olho, acompanhem o LOHS e não deixem de contar para seus amigos e amigas literários! 

Eu tenho a honra de abrir o Mês da Fantasia com uma resenha super especial, Seeker - a guerra dos clãs. Assim que vi o lançamento na News da Rocco, soube que o livro seria sob medida para mim: Fantasia, essa espada maravilhosa na capa, "guerra" no título já é motivo suficiente para essa ariana que vos escreve achar o livro lindo e resolver lê-lo. "Para fãs de Divergente, Jogos Vorazes e Jovens de Elite", como eu sou fã de todas essas sagas, eu aceitei!

O que eu encontrei? Muita luta, muito mistério, um pouco de romance, do qual não consigo escapar e não sei se quero, e uma protagonista, Quin, que me deixou um pouco incomodada. Apesar disso, fico feliz em constatar que existem outras personagens verossímeis, intensas e que fizeram essa leitura ser extremamente legal! Vamos lá?
"A esta altura você deve estar convencido de que talvez o universo tenha outras dimensões espaciais recurvadas; efetivamente, desde que sejam suficientemente pequenas, nada proíbe sua existência." Brian Greene, O universo elegante

Parte 1 - Escócia

No começo, esse livro foi um choque para mim. As fantasias com as quais estou acostumada se passam nos mundos medievais, onde a coisa mais tecnológica que temos é a roda. Em Seeker, somos apresentadas a uma sociedade extremamente tecnológica, com invenções como espadas-chicote (tipo a da Kira, de Teen Wolf, só que mais mágica), despedaçadores (bolhas de energia que podem te destroçar), carros voadores, naves, e o atheme (a relíquia mais protegida dos Seekers).

Obrigada, Milla, pela lembrança!
Toda a pegada do livro é a respeito dos clãs de Seekers lutando pelo controle dos athemes. Briac Kincaid é o responsável pelo treinamento de novos seekers e pelo uso do poder interdimensional dessa adaga de pedra. Sabemos, pela visão de Quin, que o propósito dos seekers é honrado, necessário e certo. No entanto, pela narração de John, já começamos a perceber que esse mundo não é tão puro assim.
"Desde aquela primeira noite, Briac havia levado Shinobu e ela em mais cinco missões. Quin entendeu tudo: a riqueza por trás da fazenda, a maneira como a família sobrevivia. E não havia honra alguma nisso." Quin, p. 101
O mundo dessa fantasia/ ficção-científica/romance é a casa dos Seekers. Quin, John e Shinobu. Eles são os três últimos treinees para seekers. Eles treinaram durante toda a sua vida para assumirem o legado de seus ancestrais, protetores da honra, com um passado cheio de glória, batalhas e segredos. A primeira parte do livro já dá todo o tom para o que virá a seguir: treinamento, lutas, invasões e morte.

Os pais de Quin e Shinobu, Briac e Allastair respectivamente, treinam os três garotos para prepará-los para a grande noite, aquela que mudará suas vidas, na qual jurarão seguir o caminho dos seekers. Por conta das mudanças gloriosas dos pontos de vista, temos a oportunidade de descobrir o que cada um está passando.

Acompanharemos a revelação da verdade aos olhos desses jovens que dedicaram suas vidas para servirem a uma causa mentirosa e não-honrável. As intrigas e os esquemas, porém, foram um dos pontos altos do livro! Leiam! Briac, apesar de sua duvidável postura, foi uma personagem importante para que o enredo do livro conseguisse seguir, assim como John Heart; seu desejo de vingança foi surpreendente. 
"Era assustador o quanto era bom colocar o ódio para fora, assistir àquela construção arder em chamas." John, p. 116

Interlúdio - Outros Tempos e Lugares


Além dos diversos pontos de vista, nós temos também, uma parte do livro dedicada exclusivamente aos flashbacks, ou seja, uma parte que explicará muitos dos motivos de ações tomadas na Parte 1, na qual cada personagem acabou escolhendo seu próprio caminho!

Parte 2 - Hong Kong 


Dezoito meses se passam. E nós podemos dizer que a história do livro começa realmente aqui. Tudo o que veio antes foi para nos apresentar certas histórias e nos preparar para o desenrolar épico.

Shinobu foi uma surpresa agradável. Ele foi o lado do triângulo amoroso (porque, sim, temos um) que pareceu a escolha óbvia. Eu não gosto quando a personagem fica muito indecisa, porque já passei dessa fase de "ah, todos precisam amar a protagonista". Não gente, personagens femininas não precisam ser amadas, elas só precisam ser incríveis. Aqui, por conta da falta de comunicação e por conta dos óbvios caminhos escolhidos, temos um outro tipo de protagonista, o que é ótimo, afinal, diversidade é uma palavra linda, não é mesmo?
"Se eu sou um monstro, pensou Shinobu, é por sua causa. Você estava lá e deixou que eu fizesse aquelas coisas.", p. 124
Eu fico muito irritada quando os personagens fazem escolhas erradas e culpam outros por conta disso. Pensei que encontraria muito disso em Seeker - a guerra dos clãs, mas não. As personagens percebem o que fazem, por que fazem e isso é ótimo! Shinobu, talvez, seja meu personagem favorito aqui.

No entanto, ele compete com Maud. Pois eu não poderia deixar os Pavores de lado! Até agora eu não sei se lemos 'pavor', como o português, ou se A Jovem Pavor, o Pavor Médio e o Velho Pavor são apenas sobrenomes. Se bem que, com aquelas habilidades, eu apostaria que se trata da primeira opção. O que me faz pensar: como são os nomes deles em inglês? Alguém? (Depois eu pesquiso!). Ela é uma garota que enfrentou sérias dificuldades e traições, mas mesmo assim continuou: porque amava seu mentor.
"A função dos Pavores era apenas observar, supervisionar os juramentos dos novos Seekers e, apenas em certas circunstâncias, envolver-se nas situações." Maud, p. 109
Outra coisa que eu achei super interessante! Os espaços nos quais a história se passa: Escócia, Hong Kong, Londres, ou seja, algo familiar para nós. Os mapas que encontramos no livro dão aquele gostinho a mais que todo livro de fantasia merece. A camada de ficção adicionada nesse mundo foi algo extremamente bem-vindo.

Parte 3 - Para Onde Levam Todos os Caminhos


Toda a jornada desse primeiro volume nos coloca nesse mundo novo, cheio de mistérios. Temos um propósito: retomar ao caminho seeker original, e chegar . Em meio a tudo isso, vemos garotos se transformando e assumindo duras responsabilidades. "A verdade os destruirá" nunca fez tanto sentindo. 'A guerra dos clãs' é um subtítulo muito bem colocado. Logo de cara já percebi que a mágoa entre John e Briac criaria um plano de fundo incrível para os desdobramentos dos volumes posteriores!

E você, o que está esperando para conhecer esse universo incrível criado por Arwen Dayton?! O segundo e terceiro volumes já foram lançados nos EUA, então é só uma questão de tempo até que a Fantástica Rocco nos presenteie com as continuações! Será que o 1.5 volume também chega aqui? Um e-book talvez? Vamos averiguar e manteremos vocês informada(o)s!




23 comentários :

  1. Adoro fantasia, Gostei de saber que as tecnologias são bem avançadas, assim da um diferencial a obra e que tem muito mistério que adoro, assim a leitura é rápida para poder desvendá-los. Só não gostei da parte do triângulo, não sei porque os autores insistem nele, acho tão irritante, mas apesar disso parece nos oferecer uma aventura e tanto.

    ResponderExcluir
  2. Oi Izabela, quando vi o lançamento desse livro a espada na capa também foi o que me chamou a atenção e quando soube que se passava na época medieval fiquei super animada. Já li algumas resenhas que falam que a personalidade da mocinha não é das melhores e não gostei de saber agora que existe um triângulo (preciso conhecer fantasias sem isso :/), mas ainda tô curiosa pra conhecer a história então sim, se tiver oportunidade vou querer conferir ;)

    ResponderExcluir
  3. Não tenho como mentir que foi justamente a capa desse livro que me chamou a atenção, mas a boa também contribui um pouco. Olha vou te dizer que de todas as coisas que eu esperava ver nesse livro a última seria um triângulo amoroso, tipo é um livro com guerra e várias tretas, quem tem tempo na guerra pra ter relacionamento ? Partiu ler esse livro pra descobrir o segredo da mocinha e entender melhor o motivo de você não ter gostado de tantas atitudes. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Huuuuum, já estou um pouco que saturada de triângulos amorosos em romances fantásticos, parece que só da pra criar isso... Da onde e que no meio de uma treta sinistra a menina tem tempo pra pensar em boys? kkkkkkkkkkk Pode ser um alivio cômico pra mim, hahaha. Mas se bem que lendo a resenha eu fiquei um pouco mais animada pra conhecer o livro... Quem sabe eu nao de uma chance pro livro um pouco mais na frente (pq a capa me chama pra amar o livro, hahaha)

    ResponderExcluir
  5. Já comprava esse livro pela capa que achei linda demais 😍 E ainda é fantasia? AMO! Só o que não gosto é de triângulo amoroso,da personagem ficar naquele banho Maria com os dois,espero que isso não ocorra na história né? Espero ler antes de sair os outros hahaha beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Izabela!
    Só pela capa e pela leve ligação com séries que conhecemos e amamos já nos induz a gostar do livro, mas ao meu ver parece ser uma história com um universo bem complexo e interessante, mas que a autora preferiu explorar mais os personagens (com o clichê máximo que é o triângulo amotoso), do que esse universo diferente, o que eu acho uma grande pena. Não fiquei tão entusiasmada pra Ler, mas também não vou dispensar ele de vez.

    ResponderExcluir
  7. Oi Izabela *-*
    Uhuuuuul mês da fantasia, vou acompanhar o LOHS com toda a certeza do mundo, é um dos meus gêneros favoritos!
    Essa espada realmente está maravilhosa, não só a espada mas a capa ao todo, nossa, é um daqueles livros que se destacam na estante, com certeza.
    Sociedade tecnológica? Realmente é algo inovador.
    Achei legal ter uma parte do livro só de flashbacks, acho que isso ajuda a entender muita coisa.

    "Não gente, personagens femininas não precisam ser amadas, elas só precisam ser incríveis." Nunca li tanta verdade, suuuuper concordo com você.

    Eu adorei a resenha, com certeza vai ser um livro que vou ler, é bem diferente de tudo o que já li, e estou ansiosa para conhecer os personagens depois do que li na sua resenha.
    Háá e adoro livros com mapas, realmente da um gostinho a mais aos livros de fantasia.

    Parabéns pela resenha!
    Beijos!
    https://lostwordsin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Apesar de já ter lido alguns comentários negativos em relação a alguns pontos da obra, confesso que estou curiosa.
    Me parece ser uma leitura boa, com um enredo bom e personagens bem desenvolvidos.
    Mas confesso também que não é um livro que tem prioridades na minha lista. Não leio com muita frequencia obras desse gênero.
    Quem sabe mais pra frente eu acabe conseguindo ler e possa ver se as minhas expectativas serão superadas.
    Gostei bastante da sua opinião.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adorei a capa, o gênero sempre me surpreende com esses enredos bacanas de fantasias...Vou anotar a dica e tentar encaixar na listinha das metas!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Amor eterno e total por fantasia!
    Obaaaaa!
    <3 <3 <3

    Então, comecei a resenha jurando de pé junto que era uma coisa meio Outlander, mas pelo jeito não é nada medieval. Hahahaha.
    Gostei do enredo e fiquei muito curiosa sobre a reviravolta da causa mentirosa e não honrável.
    Acho que quero ler.
    <3

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  11. Meu Deus, eu amo esse blog. Dezembro já é o melhor mês pra mim, e vocês ainda fazem dele um mês da fantasia, meu gênero favorito, vou ser obrigada a fazer uma maratona literária próprio kkkk. Eu já tinha visto esse livro, mas tenho ignorado as fantasias, tenho pouco tempo e se deixar só leio isso. Mas vou ser obrigada agora a voltar a ler. Adorei a temática e o cenário, nunca tinha imaginado isso, realmente sempre se passa em algo próximo a terra média (obrigada Tolkien). Nunca gosto do protagonista, são os piores personagens, mas esse livro parece ter bons personagens, quem sabe.
    Vou acompanhar todas as resenhas de Dezembro, estou super ansiosa.

    ResponderExcluir
  12. Não li muitos livros do gênero e adorei saber que Dezembro é o mês da fantasia, pois estou tentando ler mais coisas desse tipo. Amei a resenha, Seeker parece ser daqueles livros onde os personagens sempre vão evoluindo (e como eu amo isso!). Gostei de saber que o livro contém mapas também, porque sou um pouco desorientada e quando o livro não tem mapas então... fico completamente perdida. Única coisa que não gostei é que vem mais livros por aí, então vou me segurar um pouquinho e quando der comprar todos de uma vez haha

    ResponderExcluir
  13. Oi Iza,
    Eu li este livro, mas acredita que ele não me conquistou?
    Eu li super rapido e aqui a autora ganha muitos pontos pela narrativa fluida, mas eu não consegui me conectar com as personagens e tbm não gostei como elas agiram depois do juramento, Quinn principalmente.
    Achei o romance do final muito forçado e instantâneo tbm. :/
    Eu esperava mais e achei que estas coisinhas estragaram uma historia com muito potencial.
    Achei que demorou muito para termos respostas tbm, e até agora nada foi realmente dito, apenas subentendido.
    Acredito que a sequencia seja melhor, mas me decepcionei com este aqui. :/


    Beijos,
    http://mayeosvicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. eu comecei a ler esse livro, desisti de ler quando descobri que ainda não tinha lançado o último livro lá fora
    tanto que quando vc disse que tinha sido todos publicados lá fora eu fui conferir, só achei os dois primeiros o terceiro tá previsto p ano que vem
    e não sei... além disso algo não me cativou, talvez eu dê um tempo e leia de novo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Izabela!!
    Gostei muito da resenha desse livro, a capa chama muita atenção pois é linda e foi muito bem elaborada. Adorei a premissa do livro, espero que publique logo os outros livros aqui no Brasil.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não conheço muitos livros desse selo da editora rocco, mas gostei muito de ter "começado" a conhecer por esse, como disseram a capa é simples mas bonita! Gosto de livros separados por partes então acho que isso ganho mais alguns pontos com minha pessoa rsrs
    Gostei muito de Seeker ter uma pegada mais atual com tecnologia e acho que é uma combinação diferente porem boa!
    Já quero! *-*

    simplyonestory.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Uau!

    Que capa incrível!
    Será que este livro se parece com aquele de 'Ciclo das Trevas' publicado pela Dark Side?

    Esse estilo de literatura realmente me cativa e, sua resenha muito bem elaborada me deixou curioso sobre o livro.

    Beijos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  18. Essa história parecer ser a coisa mais incrível, eu nunca vi fantasias que se passam no futuro (que eu me lembre), mas é muito legal imaginar como seriam as coisas agora e depois se as pessoas tivessem continuado com as posturas que tinham no passado hahahaha.
    Aliás, pra mim, se envolve alguma guerra já vira um livro fantástico (talvez esse seja meu gosto peculiar? quem sabe?). Já até imagino quando lançarem a série completa, vou adorar comprar o box inteiro de uma vez.
    Ótima resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Fantasia é um dos meus gênero literário preferido depois dos romances policiais, dos thrillers e histórias de mistério. Vi pela primeira vez este livro em um sorteio realizado pela editora, mas não li a sinopse. Agora lendo a resenha de você vejo que a proposta de unir uma sociedade tecnologicamente avançada, com magia, intrigas e ação é bastante promissora. Sabem me dizer quantos livros compõe a série? Já foi divulgado o número?
    Parabéns pela resenha, Izabela-san, bastante pessoal e intimista.

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro mas parece muito bom mesmo.
    Essa divisão do livros em partes e ainda os mapas que você disse que davam um toque diferente parecem ótimos! Também fico muito irritada com essa coisa de escolhas erradas e botarem culpa em outro e é bom saber que nesse livro é diferente!
    Fiquei curiosa !

    ResponderExcluir
  21. Fiquei super animada para ler! Fantasia é o meu gênero preferido e esse livro parece ser muito interessante

    ResponderExcluir
  22. Ola! Gostei muito desse livro, entrou para minha lista. Ótima resenha! Abraços

    ResponderExcluir
  23. Amo livros recheados com mistério! Fiquei super hiper mega curiosa para ler. Essa divisão em partes também parece engrandecer a obra, que incrível!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook