Prometida - Perdida #04

Autora: Carina Rissi
Série: Perdida
Editora: Verus
Páginas: 462
Onde encontrar: AmazonBR | Saraiva | Submarino


| Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record |

Sinopse: Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras, acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas! Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

O que dizer desse livro? Se eu gosto de chick-lit, é porque a Carina escreve. Nossa linda autora nacional sabe como contar uma história e emocionar nossos corações (vide Destinado, o melhor livro da série, na minha opinião). Prometida, uma longa jornada para casa se passa três anos após Destinado e é narrado por Elisa Clarke, a irmã mais nova de nosso príncipe Ian, e por Lucas Guimarães, nosso jovem médico. Vocês podem estar se perguntando: por que Elisa ainda não está vivendo sua linda história de amor? Bom, "uma longa jornada para casa" é realmente... longa.

Eu fiquei tão angustiada durante o livro, porque tudo o que eu queria é que os dois fossem felizes e se amassem, mas sempre alguma coisa acontecia e impedia a minha felicidade (e a deles). Samuel, quem conheceremos mais em breve, me representou!
“- É um pouco mais complicado.
- Só porque vocês, adultos, gostam de complicar tudo. Você gosta do Lucas. Ele gosta de você. Você deixou ele bravo e ele te fez chorar. Vocês deveriam pedir desculpas e resolvê tudo isso de uma vez.” Elisa e Samuel, p. 366
Nesse volume, somos abençoados com as pequenas aparições de Ian, Sofia e suas filhas: Nina e Analu. Ian Clarke sendo pai pode ser a razão de minha morte? Claro que sim! Os quatro são extremamente fofos e foi muito legal poder ver a dinâmica familiar. As duas pequenas não negam que são filhas de Sofia: partem em aventuras pela casa, gostam de desbravar o escritório de pai e aprender a escrever em papéis que contêm documentos importantes.
“- Quanto você está furioso?
- Menos do que eu deveria.” Sofia e Ian, p. 14
Com 20 anos, o ponto alto dos dias de Elisa é quando se diverte com as sobrinhas. Algo definitivamente precisa acontecer. Lucas foi estudar na Europa e deixou a noiva aqui, crente de que o amor entre eles não existia. E a gente fica como? Desesperada. Como assim eles não se amam? O que aconteceu?! “Ao que parecia, eu interpretara errado pensando que ‘juntos para sempre’ significava o mesmo que ‘felizes para sempre’.” Elisa, p. 49

Obviamente, sumir por cinco dias depois que Lucas propôs casamento não foi muito bom. No entanto, me senti como Sofia quando a “razão” para a briga entre Lucas e Elisa foi revelada. Nossa jovem Clarke escolheu proteger a família a qualquer custo, mesmo que seja seu verdadeiro amor. E agora lideramos com esses efeitos colaterais.
“- Por que não pode confiar em mim?
- Você me pede para confiar em você, mas não confia em mim o bastante para me contar o que houve. Não está sendo justa, Elisa.” Elisa e Lucas, p. 108
Para contar a história de Prometida, além do enredo principal (Lucas e Elisa se reencontrando após três anos), temos duas outras partes importantes: os flashbacks que nos mostrarão a doce descoberta da paixão entre os jovens; e um plotwtist que deixará o enredo um pouco mais perigoso.

A minha cena favorita é quando Lucas finalmente volta de viagem (nos flashbacks), depois de um ano trocando cartas com Elisa. Eles estão sentados no sofá, Lucas lhe dá um bombom. “O doce derreteu em minha boca, enviando sensações de prazer por todo o meu corpo. Ou poderia ser efeito do toque de Lucas. Eu estava confusa.” Elisa, p. 87 Com esse pensamento de Elisa, nós até poderíamos esperar que um pequeno beijo acontecesse, ou uma braço, um toque mais demorado de mãos, afinal, eles estão separados há muito tempo. No entanto, Madalena aparece do nada para garantir a vontade de Ian - que nada inapropriado aconteça - e se senta no espaço entre os dois.
“- O que é tão engraçado?
- Nada, senhora. Realmente nada. Se rio agora, é por puro desespero.” Madalena e Lucas, p. 88
Esses três anos que passaram longe foram decisivos: ambos acreditam que qualquer sentimento que possam ter tido um pelo outro foi enterrado. Isso, no entanto, não será suficiente para que o casamento seja cancelado. “Eu era uma Clarke, oras bolas! Não ia fugir de minhas responsabilidades por algo tão pequeno como me casar com um homem que me odiava.” Elisa, p. 33

Vê-los juntos é extremamente desesperador, porque nós sabemos que eles se amam, mas eles tentam negar com todas as forças. Quando decidem que talvez a amizade seja melhor do que o desprezo, começamos a dar muitas risadas! Eles dividem momentos de indiferença e carinho, assim como socos, chutes e pontapés (tudo por parte de Elisa, obviamente. Lucas é um cavalheiro).
“- E me desculpe por aquilo. Eu pensei que você fosse o rato.
- Ah. Nesse caso, não posso culpá-la pela reação. Eu também temeria se visse um rato de um metro e oitenta.” Elisa e Lucas, p. 290
Conheceremos mais a família de Lucas, como seu engraçado irmão, Saulo, e sua esperançosa mãe. Teremos mais uma criança na vida de Elisa, Samuel. Descobriremos quem é de verdade nossa jovem Clarke e, garanto, ela é incrível! “Chorar não resolveria. Eu precisava pensar.” Elisa, p. 95 Algo que gostaria de ressaltar também é a forma como Carina trata de alguns assuntos extremamente cabulosos no século XIX, como feminismo e sexo. Opa... será que só eram tabu naquela época? 
“- As mulheres… a honra de uma moça não conta no seu mundo?
- Ninguém liga muito pra isso, não.” Elisa e Sofia, p. 96
Tratar desses assuntos, principalmente para um público jovem, é extremamente importante! Não devemos nos deixar ser desrespeitadas! Como a violência não é a resposta para nada, aprender a responder com luvas de pelica com Elisa é muito instrutivo! 

“- Oh, não. Não posso aceitar, sr. Prachedes. Veja bem. Ainda que o senhor pareça ter perdido o respeito por mim, eu não perdi.” Elisa, p. 116

E aprender que existe tempo para tudo. E que não devemos ter medo de falar, perguntar e descobrir nosso próprio corpo. Aprender como ele funciona, o que podemos fazer com ele, aprendermos a cuidar dele é um chamado que percebi no livro. Afinal de contas, a história de nosso médico foca em seus pacientes e nas descobertas de medicamentos.

Mas sua história de casal demonstra perfeitamente as diferenças entre homens e mulheres desde então. Para o homem, não existe tanto tabu quanto o assunto é sexo. Para as mulheres, no entanto, isso já é mais difícil!

"Eu  não sei por que tive medo algum dia. O que tínhamos acabado de fazer era belo, precioso, quase sagrado" Elisa, p. 398

O amor não tem barreiras no tempo. Carina provou isso com Perdida e continua provando com todo o seu trabalho na série. A escrita continua incrível e a proposta se encaixa ao público! Mais uma vez, Carina me fez acreditar no amor. Apesar das dificuldades, eles sempre vence. E eu acho que essa é a coisa mais preciosa que uma autora poderia passar para seus leitores!



 





Seção das Quotes


“- Como tem passado?
- Sacolejando em um navio por dois meses. E você?
- Nunca sacolejei em um navio.” Elisa e Lucas, p. 34

“Mas a verdade é que sonhos são apenas isto: fantasias que nos ajudam a tolerar a realidade.” Elisa, p. 39
“- As pessoas temem aquilo que não compreendem, minha querida.” Padre Antônio, p. 117

“- Às vezes me pergunto o que Deus tinha na cabeça quando decidiu criar os homens.
- Provavelmente pensou que seria um pecado ter criado as mulheres e não ter ninguém para admirá-las.” Adelaide e Diógenes Matias, p. 139


“- Ainda pode desistir. Ainda pode mudar de ideia.
- Imagine! As mexeriqueiras desmaiariam de tanta euforia.” Ian e Elisa, p. 169

“- Eu gosto das bolhas. Quando explodem, fazem cócegas nos meus lábios, como o seu cavanhaque.” Elisa, p. 183

“- Eu o machuquei?
- Não, embora seu cruzado de direita seja espantosamente potente para alguém com a sua constituição física. E você tem um tremendo chute.” Elisa e Lucas, p. 225

“- Compreendo. E você deveria compreender também, como médico. Não que eu tenha sofrido com esse tipo de problema ainda, mas dizem que todo homem passa por isso em algum momento. Eu recomendaria ostras. E uma bela gemada com vinho. Também ouvi dizer que comer testículos de boi faz até um defunto se levantar. Você poderia experimentar um deles. Ou os três. Deve resolver.” Saulo, p. 250

“Suspirei contente, sentindo-me tão bem e protegida, como se tivesse acabado de chegar em casa depois de uma longa e cansativa jornada.” Elisa, p. 307 (eu vi o que você fez aqui, Carina)

15 comentários :

  1. Ah, Iza, eu PRECISO ler logo esse livro!
    A série Perdida é uma das minhas preferidas da vida.
    Se tem alguém que eu admiro nesse mundo é a Carina Rissi.
    Eu não tinha lido quase nada sobre Prometida ainda, mas achei lindo e angustiante. Por que os autores fazem isso com nosso frágil coração, gente?
    Sinto que vou arrancar meus cabelos ao mesmo tempo que vou amar esse livro.
    Elisa e Lucas são dois fofos que merecem felicidade, assim como eu mereço ver eles juntos, hahaha.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Iza, tudo bem?
    A Carina já está virando uma das minhas autoras favoritas sem eu ter lido nada dela ainda (rsrs). Estou prestes a comprar os livros dessa série, estou ansiosa para ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Oi, Izabela!!
    Não li toda a resenha com medo de ler algum spoiler dos livros anteriores dessa série. Mas estou louca para começar esse série da Carina Rissi.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Oi Iza, Carina é realmente uma escritora incrível e tenho muitos livros dela na estante, contudo ainda estou em falta com Elisa rsr, e espero poder acompanhar essa história também logo logo. Li os quotes com bastante interesse, pois espero que eles não demorem a se entender, esse jogo de gato e rato tona-se cansativo quanto se estende muito e eu gosto mesmo é de momentos felizes :D Por tua resenha o livro parece ser encantador e pensar que iremos rever Ian e Sophia agora com suas filhas aumentou meu interesse no livro. Só me resta agora lê-lo e urgentemente.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sua resenha está linda Izabela, parabéns!
    Ainda não li neuma obra da Rizzi, mas acompanho mtas resenhas, estou bastante ansiosa pra conhecer logo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Sério que você achou Destinado o melhor livro da série eu achei desnecessário, pois algumas partes ficou repetitiva, pois tenho receio desses livros narrados pelo ponto de vista do mocinho por causa disso, não achei a historia legal e divertida como no primeiro. Amei Perdida e acho que ele seria perfeito sendo volume único esse é meu modo de pensar. Mas vou querer ler Prometida e saber como a historia toda vai terminar. Fiquei chateada com esse desentendimento da Elisa e do Lucas, pois achei que eles ficariam felizes com o casamento, mas pelo visto terão que enfrentar muitas barreiras para terem seu final feliz.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é simplesmente perfeito. Li por uma indicação de uma amiga e me apaixonei completamente. O livro é engraçado, com uma escrita leve, bem gostosa de ler e dá para ler rapidinho. Ele te prende do inicio ao fim ! E ainda é de uma autora nacional . Amei ver a resenha dele aqu

    ResponderExcluir
  8. Iza, não havia lido nenhum livro dessa autora -infelizmente- que conquista o coração de todos os seus leitores.
    A escrita da Carina me parece algo tão leve, que faz você não querer parar de ler até terminar o livro por completo, até os agradecimentos.
    Como eu sou nova no mundo da Sofia, sua resenha me deixou um pouco perdida (o trocadilho rs) pela parte dos personagens, afinal, conheço nenhum. Porém, fiz uma pesquisa de todos os livros, e eu só posso dizer que essa será minha próxima leitura. A escrita da Carina me fascinou, e todas as resenhas que leio só vejo pontos positivos. Além do mais, preciso de mais autores nacionais na minha estante.

    ResponderExcluir
  9. Izabela!
    Nada como poder apreciar um bom chick lit que nos traz trechos hilários e com boas gargalhadas, além é claro, do romance que parece não existir mais amor, porém, tudo farsa. Os protagonistas se amam e teimam em não aceitarem o fato.
    Deve ser uma ótima leitura nacional.
    Desejo uma semana de realizações e muito amor!
    “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Também acho que esse tipo de assunto com temática forte para adolescentes devem mesmo ser tratados. É uma forma de levar a gente a discutir mais sobre isso e a refletir mais sobre as coisas.
    A Carina Rissi é uma das escritoras nacionais que mais se destacam na literatura e isso há um bom tempo !

    ResponderExcluir
  11. Oi, ganhei os livros Destinado e Prometida, agora vou comprar os dois primeiros dessa série para começar a leitura, e vou comprar sem medo, sei que vou amar, primeiro pelos elogios que já li, segundo pelos outros livros da Carina que já li, ela tem uma escrita muito fácil e envolvente.
    Temos ótimas autoras nacionais não é mesmo? Basta dar uma chance.

    ResponderExcluir
  12. Eu também sou dessas que quando ver um casala fofo e maravilhoso quer quer eles fiquem felizes para sempre, mas nem sempre é assim e ai vem alguém ou alguma coisa pra atrapalhar kkk
    Gostei de saber que vem ai com um plot twist que trona a trama mais perigosa. É uma ótima dica de literatura nacional.

    ResponderExcluir
  13. Outra autora de quem só ouço coisas boas me puxando para os romances de época, me recuso, vou me enfiar no site da Darkside pra ver se a vontade de ler esses livros passa. O problema é que a escrita parece ser tão bonita e fluida e os personagens tão bem construídos pelo que você passa na resenha que fica um pouco irresistível não procurar as resenhas dos outros livros também.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Adoro essa serie, li esse livro e ele me conquistou, acho que não esperava tudo isso da historia da Elisa, mas foi muito bom poder conhecer melhor essa personagem, essa leitura também me deixou bem angustiada pois estava sempre torcendo para eles ficarem juntos e eles nunca se entendia, adorei rever o Ian e a Sofia é muito fofo acompanhar eles com as filhas !!

    ResponderExcluir
  15. Terminei o livro ontem, e Meu Deus! Amo a Carina, amo essa serie, amo muito todos esses personagens e ah ❤❤❤❤

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook