O Coração da Esfinge - Deuses do Egito #02

Autora: Colleen Houck 
Título original: Recreated
Tradução: Alves Calado 
Série: Deuses do Egito
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa

| Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro |

Sinopse:
Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.
Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.
Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.
Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.
Nesta sequência de O despertar do príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.

O Coração da Esfinge é um livro que eu desejava há MUITO tempo! Para ser mais exata, desde setembro de 2015 (um ano completo) quando li e me apaixonei por O Despertar do Príncipe (Resenha), primeiro livro da trilogia Deuses do Egito. Então, imaginem a ansiedade!!

A obra é escrita pela autora best-seller Colleen Houck (confira nossa entrevista com ela aqui no blog), criadora da série Tigres (A Maldição do Tigre, O Resgate do Tigre, A Viagem do Tigre, O Destino do Tigre, A Promessa do Tigre) que ainda não foi concluída e já teve os direitos vendidos à Paramount Pictures.

Esfinge de Gizé

Em O Despertar do Príncipe (Resenha), Colleen nos apresentou a jovem Lily que teve sua vida mudada ao cruzar com Amon, um príncipe egípcio que tem como dever ressuscitar a cada mil anos para realizar um ritual - junto de seus dois irmãos - que irá manter o mundo protegido do maligno deus Seth. Entre uma grande aventura recheada de perigos, seres malvados e riscos de morte, Amon e Lily se apaixonaram perdidamente. 
Infelizmente, esse romance já estava fadado desde o início à tragédia e, no fim do primeiro livro, os dois se separaram de forma trágica. 

Agora, em O Coração da Esfinge, descobrimos que Amon se rebelou contra os deuses egípcios e se transportou para o mundo dos mortos - que nós reles mortais consideraríamos o inferno. 
Enquanto isso, Lily está sofrendo pela perda de Amon e tem pesadelos diários vendo seu amado lutar contra monstro atrás de monstro e nem sempre sair ileso. O único conforto de Lily é manter sempre por perto o escaravelho do coração de Amon, um artefato egípcio que representa o coração de quem morreu e é mantido pela múmia para o julgamento final dos deuses. No último livro, o príncipe do Egito, antes de se separar de Lily, entregou a ela seu coração, fortificando ainda mais a ligação entre ambos.

-É normal que eu possa sentir os batimentos cardíacos dele quando toco o escaravelho? - perguntei, sem encará-lo.
Por alguns segundos Anúbis não respondeu, e com relutância voltei meus olhos para os dele. Ele estava me fitando com uma expressão um tanto perplexa. Seu olhar desceu lentamente do meu rosto até a joia na cintura.
-Isso significa que a conexão entre vocês é mais forte do que todos pensávamos. Nem Ísis podia sentir o coração do marido depois que ele morreu. Isso não deveria ser possível para um mortal, no entanto... - Suas palavras ficaram no ar enquanto ele fechava os olhos e inalava profundamente. - É. Eu sinto. Ainda que, para mim, seja fraco. Se eu não soubesse, duvido que tivesse descoberto sozinho.
Quando Anúbis abriu os olhos, deu um passo à frente e estendeu a mão, passando a ponta dos dedos pelo meu braço nu. Parei de respirar, confusa com o que estava acontecendo. Anúbis murmurou numa voz cheia de malícia:
-O desejo que vocês sentem um pelo outro é... - ele parou e inclinou a cabeça -... inebriante, viciante. Um elixir com força suficiente para tentar até mesmo um deus.
Lily e Anúbis, p. 38

E por conta dessa conexão que Lily é a única capaz de encontrar e salvar Amon
Enquanto passava alguns dias na fazenda de sua avó, Lily recebe a visita de Anúbis - o deus da mumificação - e aceita a missão de salvar Amon do mundo dos mortos, salvando também o mundo, mais uma vez, da destruição de Seth
Obviamente, não será uma tarefa fácil.

Como uma simples humana, Lily não aguentaria muito tempo em um lugar hostil como o mundo dos mortos. Então, ela será obrigada a se transformar em uma esfinge!!


Essa transformação fará de Lily não mais uma simples humana, mas sim um ser do Egito com poderes especiais capaz de lutar contra monstros terríveis. Só que, assim como muitas coisas na vida, uma vez realizada a mudança, não há mais volta. Lily nunca mais será uma pessoa comum.
Se preocupando unicamente em salvar Amon, Lily não se importa com qualquer perigo ou consequência que surja em seu caminho. Seu único objetivo é salvar seu amado ou morrer tentando. 

No caminho, o Dr. Hassan passou a maior parte do tempo tentando se certificar de que eu entendia exatamente quão perigoso esse plano seria, citando cada fato ruim que sabia sobre ritos secretos que deram errado, sobre humanos sem noção que caíam em armadilhas criadas pelos deuses e sobre o mundo dos mortos em geral.
Mas o coração de Amon me chamava. Ninguém mais poderia fazer aquilo. Nem Anúbis. Nem Asten ou Ahmose, nem o Dr. Hassan. Eu, Lilliana Young, uma garota mortal e comum, acabaria sendo a heroína ou a vítima trágica - a primeira em uma longa lista de baixas na guerra entre o bem e o mal, caso não conseguisse impedir que o impensável acontecesse.
Lily, p. 49

Só que para se transformar em uma esfinge, Lily terá que enfrentar algumas provas egípcias e mostrar sua coragem e seu valor. Essa viagem irá nos apresentar à leoa Tia, uma personagem que irá acrescentar muito a essa jornada.

Como nada é fácil na vida dos personagens da Colleen Houck, se Lily tiver sucesso em se tornar uma esfinge, ela ainda deverá viajar para a dimensão dos deuses egípcios e convencê-los a permitir sua passagem até o mundo dos mortos - onde poderá enfim salvar Amon!

De novo me perguntei por que tive de fazer uma coisa idiota como me apaixonar por uma múmia.
Num relacionamento normal eu só precisaria emprestar algum dinheiro ao cara, dar uma carona ou ajudar com o dever de casa quando ele se encrencasse. Com Amon eu precisava voar com deusas, me defender de avanços amorosos de divindades e ser caçada por superferas. Mesmo assim, eu sabia, no fundo do coração, que arriscaria qualquer coisa por ele. A chance de estar de novo com Amon valia cada sacrifício que me pediam.
Lily, p. 74

Devo dizer a vocês que eu amei, amei, amei O Coração da Esfinge!!!
Muitas vezes, quando o primeiro livro de uma série é muito bom, dá aquele medinho do segundo título não valer as expectativas. Mas afirmo que esse não é o caso por aqui porque O Coração da Esfinge foi ainda melhor que O Despertar do Príncipe (Resenha).

Enquanto no primeiro livro tivemos a chance de conhecer melhor Lily e Amon, agora teremos mais vislumbres de seus irmãos, Asten e Ahmose - principalmente Asten que revelará grandes segredos! 
Além disso, temos também participações muito especiais da leoa Tia e da fada Ashleigh que serão essenciais para a jornada de Lily.  

Colleen Houck
Nessa segunda obra, a autora mantém sua fórmula de sucesso de uma longa jornada com provações, perigos, monstros e riscos de morte aliados a um amor transcendental que irá derrubar qualquer barreira que aparecer no caminho.
Mas nos surpreende com as provavelmente futuras amadas de Asten e Ahmose. Não paro de me perguntar como que a Colleen fará para que todos consigam um final feliz. 

Colleen Houck continua com o texto leve e fluído, criando o tipo de leitura fácil e rápida. Mas dessa vez não encontramos muito humor e leveza na história, sendo um enredo mais dramático e sombrio.
O final - mais uma vez - nos deixa com o coração apertado e a ansiedade batendo enlouquecidamente para saber o que irá acontecer!!

A autora promete para 2017 o terceiro livro e um conto extra da saga Deuses do Egito. O difícil agora será aguardar mais um ano!!

Caso ainda haja dúvidas, O Coração da Esfinge está mais que recomendado!! Leia imediatamente!!! Tenho certeza absoluta que não irá se arrepender!! ;)





13 comentários :

  1. Oi Carol!
    AI SOCORRO MEU CORAÇÃO, preciso muito ler esse livro AKSNFUSABAOUGBOAUBGOAU comprei na Bienal, mas me atrasei nas leituras. Ele tá na minha lista de 'preciso ler ainda esse ano' porque quero meu Amon de volta, saudades do lindo <3
    Fiquei imensamente aliviada por saber que o livro conseguiu ser muito bom. A Colleen escorregou feio no segundo da Maldição do Tigre - não a parte mitológica, isso ela sempre tirou de letra, mas os personagens - e saber que a Lily entra numa provação pra ficar forte me animou ainda mais pra ler!
    AKJNOUABGBGAUBGAOUBGAOBGAOUBGAOBGAOU eu gostei muito do Asten no livro 1, bebê precioso. Quero mais dele.
    Amei sua resenha, Carol! Me deu animação pra pegar o livro logo.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse livro pelo visto é 8 ou 80, já vi resenhas de pessoas decepcionadas com esse segundo livro e agora vejo a sua encantada, o jeito é ler pra ver ;) A trilogia da protagonista que é minha xará aborda uma mitologia interessante e isso é o que mais me despertou curiosidade por ela, no entanto como eu não sou fã de cliffhanger (sou ansiosa demais), vou esperar lançar o terceiro e ver se leio tudo numa tacada só :)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carolina!!
    Que resenha maravilhosa!! Estou louca para começar a ler essa série!! É ainda não li primeiro livro mais está na minha lista de livros para serem lidos ainda 2016. Espero gostar desse série tanta quanto você gostou.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Ai Jesus, Maria e José!
    Sério, depois dessa resenha vou ser obrigada a tirar O Despertar do Príncipe da estante kkkk
    Que loucura, essa continuação parece ser incrível.
    Que história sensacional. Já quero esse livro também.
    Acho que vou adquirir primeiro esse pra ler os dois juntos, sou dessas.
    Fiquei super hiper mega ultra power curiosa.
    Não li nenhum livro da Colleen ainda, mas me parece que a escrita dela é super deliciosa rs
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  5. Eu to muito surpresa com a sua opinião, de verdade. Eu tenho lido opiniões bem "médias" sobre esse livro, principalmente porque ele parece ser uma doideira só, mas ver a sua animação acabou me deixando animada também. Não vejo a hora de eu mesma poder ler essa série.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oii Carol! Aaaain esse livro viu! Desde que venho acompanhando resenhas das obras tenho me surpreendido com tanta coisa boa q flam dlas...Aumenta ainda mais minha vontade de ler!
    Sua resenha me convenceu, de que tenho msm q conferir urgente!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Que bom que você gostou, li uma resenha que a pessoa não gostou minha desanimada, devido a série estar na minha lista de compras. Lily terá que enfrentar uma batalhe e tanto para salvar seu amor e conseguir o consentimento dos Deuses para isso, pelo visto esse volume nos deixa com o coração na mão de tantos acontecimentos.

    ResponderExcluir
  8. Oi :)
    Eu adorei a resenha do primeiro livro e fiquei com muita vontade de lê-lo. Lendo a resenha do segundo eu vejo que a série só vai melhorando então me fez ficar com mais vontade ainda de começar a ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Capa linda, assim como o outro livro da série. Estou com eles na minha lista e espero poder ler em breve. Gosto muito desse estilo de leitura. E por tudo que você comentou, fiquei mais certa de que vou amar esse livro! Resenha perfeita. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Pela capa já percebi que era relacionado com o Egito...
    Não conhecia a obra.Soube agora que li ambas resenhas dos livros.Bom se a Lily se apaixonou pelo Amon acho que ele não é exatamente uma príncipe/múmia não é daqueles que tem tipo papel enrolad no corpo.E u gostei de ambas resenhas amei o quote da primeira resenha "[- Ok, deixe-me ver se estou entendendo. O seu corpo funciona como um painel solar, com o sol exercendo uma cura milagrosa pessoal. Você precisa urgentemente de um transplante de órgãos, e por enquanto eu tenho que ser o seu coelhinho da Duracell]"😂😂😂😂.
    Infelizmente não li nada da autora,porém quero ler este,a parenta ser muito bom livro

    ResponderExcluir
  11. ME SEGURA QUE O FORNINHO CAIU!
    Melhor que O Despertar do Príncipe? Morri! Porque foi uma das melhores leituras desse ano para mim.
    Preciso. Preciso. Preciso.
    Só não pedi para a editora quando lançou porque eu tinha acabado de ler o primeiro e não queria ter que esperar um ano pelo próximo. Mas já vi que não vou aguentar.
    Bom saber que o nível continua alto e que vamos ter um pouco mais dos irmãos de Amon (Mas tem muito Amon também, né? Diz que siiiiiiiiiim).
    E eu acho muito difícil a autora conseguir um final feliz para todo mundo. Mas vamos torcer!!!!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  12. Ai, desde quando vi a capa de "O Despertar do Príncipe" fiquei completamente apaixonada! Tenho ele aqui na minha estante mas sempre passo outros na frente, acredita? Depois dessa resenha, cheguei a conclusão que preciso lê-lo o mais rápido possível!
    Aii, é a mais pura verdade, quando o primeiro livro da série é muito bom, já vamos para o segundo com aquele medinho... já me decepcionei várias vezes com isso. Ainda bem que essa série não é assim!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Nao consegui termina de ler fiquei muito decepcionada com lily ela me maguoou muito quando decidiu querer amar todos os homens do livro e quando traiu amomn... mesmo tendo quase certeza que e por causa da tia fiquei com raiva e nao estou pronta para perdoala kkkkk entao parei de ler por um tempo.

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook