O Último Reino - As Crônicas Saxônicas #01

Autor: Bernard Cornwell
Título Original: The Last Kingdom
Tradução: Alves Calado
Série: As Crônicas Saxônicas
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 364
Onde Encontrar: AmazonBr | Submarino | Livraria Saraiva
Sinopse: O Último Reino é o primeiro romance de uma série que contará a história de Alfredo, o Grande, e seus descendentes. Aqui, Cornwell reconstrói a saga do monarca que livrou o território britânico da fúria dos vikings. Pelos olhos do órfão Uthred, que aos 9 anos se tornou escravo dos guerreiros no norte, surge uma história de lealdades divididas, amor relutante e heroísmo desesperado. Nascido na aristocracia da Nortúmbria no século IX, Uthred é capturado e adotado por um dinamarquês. Nas gélidas planícies do norte, ele aprende o modo de vida viking. No entanto, seu destino está indissoluvelmente ligado a Alfred, rei de Wessex, e às lutas entre ingleses e dinamarqueses e entre cristãos e pagãos.
Olá leitores e leitoras. Escolhi resenhar este livro primeiramente porque leria qualquer coisa que o Cornwell escrevesse. Qualquer coisa. E também porque ainda não havia publicado aqui no blog nada sobre ele e seus livros. Como assim? O idolatro há anos. Tenho uma parte da estante tomada por seus livros, e ele é incrível. Mas, a hora chegou e vamos a sua primeira resenha!


O Último Reino é o primeiro volume das Crônicas Saxônicas. Escritos pelo senhor Bernard Cornwell, este livro dá início a uma série de fatos históricos sobre o nascimento da Inglaterra, que serão narrados pela perspectiva de um jovem chamado Uthred. Nascido em Bebbanburg, na Nortúmbria, o jovem herdeiro da fortaleza perde o pai quando os dinamarqueses invadem a cidade próxima, Eoferwik. Diante da tomada de Bebbanburg e da perda do pai, Uthred acaba traído pelo próprio tio e é levado por um dos senhores que tomaram a cidade, Ragnar. Mesmo sendo criado na religião cristã, o garoto nutre imensa curiosidade sobre os pagãos e seu modo de vida. E, com eles, ele irá se tornar um guerreiro de verdade. O desejo por tomar para si Bebbanburg e sua fortaleza por direito, permanece com ele.

"Nortumbriano ou dinamarquês? O que eu era? O que queria ser?"

A vida com Ragnar e sua família acaba se tornando, para Uthred, confortável e familiar. Aos poucos, com o passar dos anos, o garoto faz dos "vikings" seu refúgio e do paganismo sua religião. Até que sua vida sofre novamente, uma reviravolta e uma traição. Um ataque cruel e frio contra Ragnar e sua família faz com que o jovem, que agora é um homem feito, recorra ao até então rei de Wessex, Alfredo. Uthred quer retomar suas terras de nascimento e acima de tudo, quer vingança por sua família de criação.


Junto ao Rei que buscar destruir os dinamarqueses de vez, o guerreiro irá viver diversas batalhas, perigos e desafios para conseguir o que seu coração deseja. A luta por Bebbanburg, que envolverá seu tio e os diversos senhores dinamarqueses, guerreiros indomáveis e selvagens, está apenas começando. Uma história que irá muito além do ele mesmo imaginou para si e que marca a história de um grande reino, que hoje é a Inglaterra.

"Para frente agora. para frente, à carnificina. Cuidado com o homem que ama a batalha. Ravn tinha me dito que só um homem em cada três, ou talvez um em cada quatro, é um guerreiro de verdade. O resto são lutadores, mas eu aprenderia que só um homem em cada vinte ama a batalha. Esses são os mais perigosos, os mais hábeis, os que estripavam as almas e os que deviam ser temidos. Eu era um deles."

Bernard Cornwell consegue, mais do que qualquer outro autor, transportar o leitor a centenas de anos atrás na história da humanidade. Ele constrói muito bem seus personagens fictícios, mesclando-os com figuras históricas reais e que, de alguma forma, mudaram o mundo em que vivemos. O nível de detalhes é um dos pontos fortes de sua escrita, e até mesmo as guerras são descritas com realismo. É como se estivéssemos no campo de batalha.

As épicas batalhas dos dinamarqueses, aka Vikings.
Na verdade, é muito interessante a forma com que ele conduz seus livros. Sua narrativa, tão realista e crua, mas que ao mesmo tempo é simples, fluída e envolvente, consegue nos passar, também, sentimentos e experiências incríveis durante a leitura. E não apenas nesta obra, mas em todos os seus livros. Todo precisam ler pelo menos uma trilogia ou uma de suas crônicas, pois é incrível. Mesmo (nem sou fangirl, né?).

Uthred na adaptação de The Last Kingdom, BBC.
O Último Reino foi adaptado este ano para a televisão, pelo canal inglês BBC. A adaptação ficou muito boa, assisti a todos os episódios, claro e está fiel ao primeiro livro. Foi uma super produção, com um bom elenco e roteiro, e que já foi renovada para outra temporada. Recomendo também a série, com certeza!

As Crônicas Saxônicas já possuem nove livros publicados no Brasil, pelo Grupo Editorial Record, com capas dignas e edições muito bem revisadas. Vocês já podem encontrar, inclusive, box com os livros. O autor também possui outras publicações no Brasil, como a trilogia do Rei Artur, entre outros (que vou trazer para o blog, claro!).

Estão esperando o que para se tornarem fãs do Cornwell também? :)


11 comentários :

  1. Oi Camila, eu gosto de histórias que misturam ficção e realidade, pois sempre me instigam a pesquisar e a querer saber mais sobre determinados períodos e esse livro parece ser um prato cheio pra isso. Eu já tinha ouvido falar da história pela série, eu vi o primeiro episódio pelo canal a cabo mas me perdi e acabei não acompanhando mais, contudo quero retomar pois gostei muito. Espero que você traga resenhas da trilogia que o autor escreveu sobre o rei Arthur, fiquei curiosa pra saber mais sobre ela ;) E sobre o livro, é uma série longa e depois que terminar a primeira temporada da série irei resolver se leio os livros, contudo parecem ser excelentes :)

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ser um gênero literário que curto muito, confesso que sua resenha me deixou curiosíssima.
    Não conhecia a obra ainda e já vou procurar saber um pouquinho mais sobra ela, tanto livros como a série na TV.
    Parece ser uma leitura que te prende do início ao fim, gosto assim.
    Além de ser uma história super interessante.
    Gostei! Quem sabe não me torne uma fã também!? :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não sou muito fã desse gênero, e menina, pasme, mas nunca li nenhum livro do Cornwell. Pois é!
    Só que nunca é tarde pra se aventurar em algo que não se está acostumado.
    Coloquei o nome aqui na minha listinha e eu espero que ele me prenda por completo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!!
    Gostei muito do tema do livro, pois adoro livros que traz essa temática um pouco mais voltada para ficção e história. Infelizmente nunca li nada desse autor mais gostei de conhecer um pouco da sua obra.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Sempre que vejo esses livros tenho vontade de comprar, pois parecem ser muito bons. Primeira resenha que leio e gostei, parece ter muita ação e acontecimentos e narrativa realista é muito boa prende o leitor, não sabia que tinha a série vou procurar.

    ResponderExcluir
  6. Olá Camila!
    Esse livro tá me perseguindo! Tdos flando mto bem da obra, o enredo parece ser bom msm, vou qrer conferir assim q der...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Não tem coisas que eu goste mais em livros do que uma narrativa realista, que realmente vem e dá um tapa na nossa cara. A história me interessou bastante, e olha que eu nunca nem tinha ouvido falar sobre ele. Vou pesquisar preços e quem sabe eu não adquira?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi :)
    Achei a estória desse livro incrível, a cultura dos vikings é muito interessante. Ainda não assisti a série da BBC mas só ouvi comentários positivos sobre ela, então com certeza vou ler a série As Crônicas Saxônicas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Nunca li nada do autor, portanto não conheço sua escrita. Mas por tudo que você comentou, na sua excelente resenha, fiquei no mínimo curiosa. Se tiver oportunidade, vou conferir, pois gosto desse gênero. Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Caramba!!!
    Não gosto de livros que envolve guerras...,mas séries sim
    Que tio filho de mãe é esse jesus.
    Gostei de Uthred,ele é valente e corajoso.
    Vou tentar ver assistir a série

    ResponderExcluir
  11. Como uma boa amante de história, fiquei super interessada assim que comecei a ler sua resenha. Nunca tinha ouvido falar dessa autor, mas com certeza vou pesquisar mais. Gosto de conhecer o máximo de autores que conseguir, e é claro, seus livros.
    Como minha grana está curta ultimamente, vou optar por assistir a adaptação, mas se gostar tanto quanto você, comprarei os livros.
    Gostei bastante dos gifs, esse clima antigo me cativa!
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook