O Erro - Amores Improváveis #02



Autora: Ellen Kennedy
Título original: The Mistake
Tradução: Juliana Romeiro
Série: Amores Improváveis
Editora: Paralela
Páginas: 280
Onde encontrar: AmazonBR | Saraiva | Submarino

| Livro cedido em parceria com o Grupo Companhia das Letras |


Sinopse: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da Universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias: a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo; a segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório: tímida, mas ao mesmo tempo vibrante; doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace - nem que para isso ele precise amadurecer e encarar suas questões mais profundas e doloridas
Gostaria de agradecer a oportunidade que temos de ler os mais diferenciados tipos de livros. O Erro é um new-adult, gênero ao qual tinha dito até breve, porém a vida tem um jeito de nos unir novamente com livros ou filmes, até, dos quais um dia você já gostou bastante. Confesso que li as primeiras 150 páginas muito rapidamente e depois o deixei de lado. O Erro estava sendo o equivalente a um clichê dos conflitos de uma garota que gosta de livros cursando a faculdade que acaba se encontrando com o cara mais popular, mais pegador, mais maravilhoso da faculdade inteira. (Eu mal sei o nome das pessoas do meu curso, peloamordedeos). Enfim, larguei o livro e pensei. Depois eu volto. Comecei de novo e percebi as risadas que podia tirar dessa narrativa, da quantidade bem colocada de palavrões (adoro palavrões, parece que aproximam o leitor do que quer que esteja acontecendo em cena). Percebi a amizade entre Logan e seu companheiros de time; percebi drama e um pouco de amadurecimento.

Resumindo, fiquei feliz que dei mais uma chance ao livro. Que tal você fazer o mesmo?


John Logan é o adorado jogador de hóquei da Universidade Briar. Ele está concluindo o terceiro ano da Universidade e tem mais problemas do que aparenta. Primeiro: ele está apaixonado pela namorada do melhor amigo. Segundo: ele não seguirá sua carreira nas pistas de gelo por conta de suas responsabilidades familiares. Terceiro: ele conhece Grace, nossa segunda narradora e também protagonista dessa história.
"Entrei na faculdade virgem.
Estou começando a achar que vou me formar virgem também.
Não que isso seja um problema. E daí se logo faço dezenove anos?" Grace, p. 12
Sério, existe coisa mais clichê que isso? De imediato, não gostei muito da Grace, porque eu não tenho esse tipo de preocupação. Não é o que eu procuro num livro NA, eu quero ver lágrimas e sangue e sofrimento e vida real. Ou pelo menos a minha concepção de vida real. Porque a experiência universitária brasileira é muito diferente da americana, correto? No entanto, percebi pequenas mudanças em suas atitudes, o que contribuiu para minha volta ao livro.
"John Logan está no meu quarto.
Não, John Logan está na minha cama.
Não estou nem um pouco preparada para isso." Grace, p. 27
Algo que detestei, confesso aqui de peito aberto, foi a relação de Ramona e Grace. No melhor estilo: os opostos se atraem, as duas são amigas desde a infância. No entanto, o que é trabalhado aqui? A quebra de uma amizade por conta de um garoto. A desconfiança e a inveja permeiam a relação. E isso vai contra todos os meus instintos feministas. E eu não aceitei as desculpas de Ramona, mesmo que Grace a tenha perdoado.
"'Como é que é? Fala de novo.'
'John Logan veio aqui ontem.'
'John Logan veio aqui ontem', repete ela.
'É.'
'Ele veio ao nosso quarto.'
'Veio.'
'Você estava aqui, e ele entrou e ficou aqui também. Neste quarto.'
'Foi.'
'Então John Logan bateu à nossa porta, entrou e ficou. Com você. Aqui.'
'É, Ramona. Fim de papo. Ele estava aqui, neste quarto.'", p. 42
Nossa, Izabela, mas o que a Ramona fez? Bom, ela duvidou da melhor amiga, fofocou a respeito da história de Grace para outras meninas completamente ridículas e depois tentou dar uns pega no garoto que a melhor amiga gosta. Opa, como assim? Sim! Grace, que estava a fim de John, consegue uma chance com nosso outro narrador. O gosto por filmes de ação os unem, logo, eles acabam numa sexta-feira à noite, no mesmo quarto. Depois disso, passam algum tempo juntos, porém, por conta da paixão de John por Hannah, a namorada do melhor amigo, Grahan, Logan não sabe o que fazer, só que seria injusto ficar com Grace. Ele, porém, não lida com a situação da melhor forma possível e acaba ferindo nossa protagonista. 

O verão que passam separados nos mostra a tentativa de tratamento de outras questões além do romance garota/garoto. O futuro é uma situação já planejada para Logan: ele deverá cuidar de seu pai, enquanto o irmão viaja com a futura esposa pela Europa. Ou seja, anos de sua vida entrarão em suspenso. 
"'E aí, o que o médico disse?'
'Que ele precisa parar de beber ou vai morrer.'
'Até parece que ele vai conseguir.'
'Claro que não. Está bebendo para morrer. Antes do acidente, era um vício. Agora parece que ele vai conseguir.'" Logan e Jeff, p. 63
Após o verão, Grace reencontra Logan que tentou ligar para ela todos os dias. Porém, ela estava se recuperando. Essa nova fase é muito divertida de se ler. É o momento em que podemos dar ainda mais risadas e ainda nos identificarmos com alguns diálogos surpreendentemente maduros. 

Foi um livro bom, com protagonistas bons. Não foi real, mas novamente, quais NA os são, certo?








Seção das Quotes

"Estar a fim da namorada do melhor amigo é uma merda.
Primeiro, é estranho. Tipo, pra caralho. Ninguém quer sair do quarto e dar de cara com a garota dos seus sonhos depois de ela ter passado a noite com seu melhor amigo." Logan , p. 7

"E estou seguro o suficiente da minha masculinidade para dizer que, se jogasse no outro time, não só pegaria Garrett Graham como me casaria com ele." Logan, p. 8

"Na época do colégio, Ramona era do tipo de garota que gostava de se divertir e quebrar as regras fumando escondido, e eu era a menina comportada que editava o jornal estudantil e organizava todos os eventos de caridade." Grace, p. 15

"Não estou dizendo que quero fazer sexo aleatório no banheiro, mas...
Tá, mentira. Eu quero, e muito. Com John Logan, pelo menos, quero." Grace, p. 18

"'Tudo bem, mas, se eu cair, você não me pegar e, por algum milagre, eu sobreviver e ainda tiver controle sobre meus braços, vou socar você até a morte.'" Grace, p. 87

"'Vamos ver a Claudette.'
'Quem é Claudette?'
'Minha cabelereira.' Mãe e Grace, p. 114

"'Você tem um ano inteiro, John. Seu último ano na faculdade. Por um ano, você tem escolhas. Tem o hóquei, amigos e, se quer uma namorada, pode ter também. Mas isso significa manter seu pau longe de meninas que só querer saber de festa e que têm o QI de um bastão de hóquei." Grahan, p. 130

"'Se que você talvez não queira ouvir uma palavra do que tenho a dizer, mas a gente pode conversar? Por favor?'
'Para quê? Já disse tudo que eu precisava dizer naquela noite. Foi um erro.'
'É, foi um erro. mas não pela razão que você pensa." Logan e Grace, p. 136

"'Grace... Sinto muito.'
'Eu sei.'
'Isso quer dizer que você me perdoa?'
'Não, quer dizer que sei que está arrependida.', Ramona e Grace, p. 149

17 comentários :

  1. Em comparação ao anterior acho que a história e o drama é muito mais leve e como eu tava esperando algo mais intenso acho que ter altas expectativas contribuiu pra que eu me decepcionasse um pouco com esse livro, o que menos gostei foi a paixonite de Logan pela namorada do amigo :/ e ler sua resenha me fez lembrar que também não engoli a de Ramona Contudo a série vale a pena, a história tem pontos positivos, a amizade entre os rapazes rende boas cenas e o romance de Grace e Logan engrena em um ponto e é até legal de ler, espero que o próximo chegue logo ;)

    ResponderExcluir
  2. As pessoas estão elogiando muito esse livro, apesar de ser comum, eu pelo menos nas resenhas que li não vi nada demais. Mas se tiver oportunidade de ler também não vou gostar da tal da Ramona rs. Parece bem complicada a relação dos personagens, alguém que gosta de alguém, mas o alguém já gosta de outro e assim vai.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Izabela!!
    Estou muito curiosa para ler esses livros da Ellen Kennedy!! Já li muitas resenhas falando super bem desses livros!! Sem dúvida quero muito ler!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Aff que amiga traíra essa Ramona.... Adoro romances, embora agora esteja numa onda mais adulta, cansei um pouco dos dramas do new adult. Com certeza lerei o livro se tiver a chance por gostar de romance

    ResponderExcluir
  5. Para ser sincera, por mais que eu veja comentários positivos sobre essa obra, não me sinto atraída nem um pouco. por mais que se mostre uma história divertida de ler (principalmente pelos palavrões), não funciona pra mim. Essa série não traz nada de novo e sinceramente, acho que só se eu ganhasse que encararia a leitura. Quem sabe um dia?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Vi algumas resenhas do livro, alguns flando bem outros mais ou menos, não sei o q esperar do enredo, mas msm assim tenho vontade conhecer...
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Izabela!
    Eu gosto muito de NA e de YA, às vezes são reais, na maioria das vezes não, mas eu relevo e vou fundo!
    Eu vi algumas pessoas lendo esse livro, mas não me chamou taaaaaanto a atenção, apesar de adorar o gênero.
    Mas com a sua resenha eu gostei. Quem sabe eu leia!
    Definitivamente a experiência universitário e escolar como um todo é diferente aqui e lá, mas confesso que todos nós queríamos ter a experiência de lá, hahaha.

    Beijooooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Izabela, tudo bem?
    Ei li resenhas do primeiro livro e fiquei bem interessada, não costumo ler muito NA então fiquei surpresa pelo meu interesse, mas referente ao O Erro parece bem diferente, não me chamou muito a atenção a sinopse, como você falou, me pareceu bem clichê mesmo, mas depois de ler a sua resenha me veio aquele interesse, um gostinho de quero mais, de quero saber como isso acaba sabe?
    Eu acho muito estranho uma amizade de infância acabar por um garoto, e com certeza vou achar isso horrível no livro kkk
    Parabéns pela resenha, os quotes foram muito bem escolhidos *-*
    Beijos <3
    Lost Words

    ResponderExcluir
  9. Oiiie. Bem, eu ate que comecei a ler o livro quando ganhei ele de presente de uma prima minha, mas simplesmente não consegui continuar na leitura, não sei, não consegui, os personagens, as dificuldades, o erro em si uma coisa tao boba, não deu pra mim essa leitura. O livro foi muita "sessão da trade" pra mim... Pode ser que um dia eu termine de ler, só pq já comecei, mas duvido muito disso...

    ResponderExcluir
  10. kKKKKKKKK! Em um NA tbm quero ver vida REAL, e normalmente a gente encontra aquele clichê básico, final feliz e sexo, muito sexo... não curto. Ahim, não sei bem o que esperar desse livro. Você deu três estrelas, teve gente que deu 5. Kkkk! Acho que só lendo pra saber de verdade, mas não ando muito animada para essa trilogia. Sem falar na capa que ficou feia demais, sem-or me ajuda! Kkkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  11. Essa série... nem li ainda e já considero pakas. Pode isso? HAHA
    A escrita da autora parece ser incrível, daquelas que consegue prender o leitor, gosto disso.
    E a história do livro, em questão, parece ser muito boa também.
    Apesar de alguns pontos negativos, acredito que vale a pena.
    Estou super curiosa e interessada. Espero poder ler as obras em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  12. Olá Izabela,
    Quero muito ler esse livro e o primeiro, O Acordo (todo mundo fale que é o melhor), adoro livros desse gênero e esses pelo jeito são apaixonantes e divertidos, apesar de também preferir um NA mais dramático e emocionante.
    Mas eu gostei do casal Logan e Grace, parecem ser um casal amorzinho. Estou muito curiosa com a lista de tarefas que tantos falam, os comentários me deixaram ansiosa para conferir haha
    Mas tudo indica que vou acabar adiando a leitura para o ano que vem, pois agora com o final do ano chegando vou dar vez para os livros prioritários.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Morri de rir com essa resenha suiugduyf ainda não li esse livro porque ainda não li "o acordo" (que por sinal está na minha wishlist),mas você gostou do primeiro? to louca pra ler essa série!

    ResponderExcluir
  14. Kkkk você tá lá lendo de boas " Eu quero lágrimas, sangue ...", Mana você me assustou desse jeito. Sabe eu até gosto dessa história meio clichê devido ao fato que leio coisas pesadas então livros assim são uma benção para a alma e tornam o mundo melhor. Adorei os diálogos escolhidos.

    ResponderExcluir
  15. A resenha ficou ótima, mas não é o estilo que leio, para mim é um livro sem atrativos, não sei se leria algum dia.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Izabela!
    Eu super me identifiquei com o que você escreveu logo de início, que é um livro cheio de clichês, e eu no seu lugar também teria continuado a ler se o tivesse já em mãos, só pra terminar e saber como ficaria a história. Mas considerando que eu não o tenho, não me sinto empolgada a comprá-lo, acho que é muito parecido com muitos outros livros no mercado e não vejo na Grace algo interessante com que eu consiga me identificar :/

    ResponderExcluir
  17. Não sei irei ler...
    Fico meiio dividido, parece ser um livro bom, mas acho que não irei por enquanto...


    Beijos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook