Tudo Por Amor - Segundas Oportunidades #02

Autora: Judith McNaught
Título original: Perfect
Tradução: Mariana de Moura Coelho
Série: Segundas Oportunidades
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 602
Onde encontrar: AmazonBR | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


| Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Record |


Sinopse: Professora respeitada em sua pequena cidade no Texas, Julie Mathison vive apaixonadamente seus ideais. Criada num lar adotivo, a jovem sente-se determinada a retribuir todo o amor e a bondade recebidos. Nada, nem ninguém, seria capaz de destruir a vida perfeita que havia alcançado.
Depois de fugir da prisão, Zachary Benedict, um ex-ator e diretor que teve a vida e a carreira destruídas após ser equivocadamente condenado pela morte da mulher, sequestra Julie e a força a levá-lo a seu esconderijo nas montanhas do Colorado. Nenhum dos dois poderia imaginar que estariam embarcando na viagem de suas vidas…

Começo essa resenha avisando que, infelizmente, não conseguirei ser imparcial porque Judith McNaught é uma das minhas autoras favoritas há anos - desde a primeira vez que li o romance de época Alguém para Amar (publicado pelo selo Best Seller). 
Além disso, vivo recomendando os livros de Judith McNaught a todas as minhas amigas que gostam de romances - e elas sempre agradecem depois a indicação! 
Enfim, gosto tanto dessa mulher que, quando vi o nome dela na lista de opções de livros que o Grupo Editorial Record cederia aos parceiros, eu falei para as meninas que ia querer Tudo Por Amor sem nem mesmo conferir a sinopse ou a quantidade de páginas. 

Judith "Diva" McNaught nos anos 80
O livro Tudo Por Amor é o segundo título da série Segundas Oportunidades. A saga está completa com quatro volumes: Em Busca do Paraíso, Tudo Por Amor, Sussurros na Noite e Todo Ar que Respiras. Sendo que todas as obras já foram publicadas e republicadas em várias edições ao longo dos anos pelo Grupo Editorial Record, sempre sob os selos Best Seller e Bertrand Brasil.
Todas as séries de Judith McNaught não precisam ser lidas na ordem de publicação, pois cada livro tem como foco um casal diferente. Os personagens criados por ela podem acabar fazendo pequenas aparições em outras obras da saga também, mas não é nada que comprometa a leitura caso não siga a ordem “correta”.

Tudo Por Amor vai decorrer ao longo de anos, desde 1976 até 1993. No início da obra, em 1976, conhecemos o jovem Zachary Benedict Stanhope III. Zachary, após crescer sem os pais em um ambiente controverso, é expulso de casa e deserdado por sua avó Margaret, além de proibi-lo de contatar seus irmãos. Caso seus irmãos a desobedeçam, eles também serão deserdados e jogados na rua com apenas a roupa do corpo.
Extremamente perdido, Zachary aceita uma carona para Los Angeles onde consegue arrumar um trabalho de operário em alguns estúdios de cinema. 

Em 1978 conhecemos a pequena Julie Smith. Uma criança bondosa e sonhadora, mas que por inúmeros erros do sistema americano de adoção acabou nunca encontrando um lar definitivo e nem aprendendo a ler também - embora já tivesse 11 anos. Julie se torna então uma pequena Robin Hood com o objetivo de melhorar a vida de todas as crianças órfãs que convive. Mas suas ações acabam levando a ser presa - injustamente - e esse acaso leva a garota até um projeto experimental da psicóloga dra. Theresa Wilmer. E é exatamente esse projeto que vai mudar a vida de Julie, dando uma segunda chance a ela quando é adotada pela amorosa família Mathison, que vive em uma cidadezinha no interior do Texas.

Quando reencontramos Zack, em 1988, ele já alterou seu nome para Zachary Benedick e acabou por se tornar uma das maiores celebridades de Hollywood. Depois de fazer muito sucesso atuando, Zack decidiu se aventurar também na direção dos longas - quando o sucesso atingiu o ápice.
Zack acabou se casando com Rachel, uma atriz que parecia desejar criar uma família tanto quanto ele, mas que acabou “mudando” de opinião e decidindo prosseguir ainda mais na carreira.
O divórcio entre os dois já era iminente - ainda mais depois que Zack pegou Rachel o traindo com outro ator do filme que estava dirigindo, Tony Austin -, mas tudo se complica quando Rachel morre no set de filmagem. Após um julgamento conturbado, Zack é condenado a 45 anos de prisão pelo assassinato de sua esposa - que ele não cometeu. 


Já em 1993, Julie Mathison se tornou professora na mesma cidade do Texas que seus pais adotivos moram. Desde que recebeu a segunda oportunidade na sua vida, ela se esforça ao máximo para ser uma excelente pessoa, honesta e batalhadora. Julie é adorada por todos na cidadezinha. Além das aulas regulares na escola, a jovem também montou um programa de atividades físicas para crianças com deficiências e outro programa para ensinar mulheres adultas a ler.
E é quando Julie faz uma pequena viagem para angariar fundos e melhorar o programa de alfabetização para mulheres adultas que sua vida muda completamente mais uma vez.

Após cinco anos preso, Zack armou um grande plano de fuga e decide que é hora de agir. Só que nem tudo acontece como no plano e Zack se vê obrigado a sequestrar Julie e levá-la com ele até seu esconderijo nas montanhas cobertas de neve do Colorado.

Julie bola grandes planos de fuga de seu captor, mas todos são impedidos por Zack e pela neve impiedosa das montanhas. Presos em uma cabana luxuosa, a convivência forçada entre Zack e Julie faz sentimentos despertarem.
A professora começa a duvidar se Zack não foi, de fato, preso injustamente. E Zack acaba “amolecendo” um pouco ao conhecer o tipo bom de ser humano que Julie é. 


Ao mesmo tempo que Zack e Julie estão presos na cabana, a fuga da prisão do ator traz toda a atenção da mídia de volta ao assassinato de sua esposa. É assim que seu bom amigo, Matthew Farrell (protagonista do primeiro livro da série, Em Busca do Paraíso), procura os melhores investigadores do país para ir atrás de pistas que provem a inocência do diretor. Também é por conta da fuga que descobrimos alguns fatos interessantes sobre a equipe que estava no set de filmagem durante o crime: o assistente de Zack, Tommy Newton; o diretor de fotografia, Sam Hudgins; a estrela mirim Emily McDaniels; o pai de Emily McDaniels, George McDaniels; a atriz Diana Copeland; e o amante de Rachel, Tony Austin.

Confesso que quando comecei o livro achei que já sabia quem era o/a verdadeiro/a assassino/a, mas conforme as novas “evidências” entram em cena, novos palpites aparecem também. 
Já aviso que, logo no início da história, a autora dá um pequeno indício de quem realmente matou Rachel, embora possa passar despercebido na leitura.
Esse pequeno mistério foi muito satisfatório para mim porque acabou me surpreendendo nos detalhes.

Mas Tudo Por Amor tem como enfoque a jornada de Zack e Julie, o encontro dos dois e o desenvolvimento desse amor que tem tudo para dar errado.


Zachary é um homem cínico. Ele não teve bons exemplos durante sua infância e seu relacionamento sem amor com Rachel o deixou ainda pior. Conhecer Julie e descobrir que há pessoas bondosas e amorosas como ela o faz pensar nas grande possibilidades que a vida poderia presentear. Julie também parece ser a única capaz de amolecer seu coração e isso o deixa muito aterrorizado porque Zach já foi traído por todas as pessoas que amou de verdade.

Já Julie é uma mulher sem igual. Ela teve uma infância triste e solitária. Poderia ser mais uma no sistema criminal americano, mas graças a uma família amorosa ela teve sua segunda chance. Julie, desde que foi adotada, fez de tudo para ser perfeita. Seus relacionamentos, sua profissão, todas as escolhas que fez na vida até então foram pensadas em deixar seus pais e seus irmãos orgulhosos dela. Apenas o programa de alfabetização de mulheres adultas é algo que ela lutou incessantemente para conseguir por si mesma. Isso porque é uma realização pessoal ensinar mulheres que, como ela, não aprenderam a ler quando criança.
Mas quando Julie conhece de verdade Zach, seus sentimentos a fazem desejar quebrar todas as regras para ajudá-lo e ficar com ele talvez para sempre.

Tudo Por Amor é uma linda história de superação, de bondade e, é claro, de amor. Eu fiquei completamente encantada por esses personagens incríveis e suas trajetórias de vida. E, como sempre, Judith McNaught me apresentou um enredo rico e muito bem desenvolvido.
É uma leitura obrigatória para qualquer fã de romances!! ;) 





16 comentários :

  1. Oi Carolina, então eu compartilho do seu amor por Judith, desde que me descobri apaixonada por suas histórias tenho procurado seus livros e apesar de serem muito bons são difíceis de ser encontrados, os que adquiri foram através do sebo e da Bestbolso (mas apesar de amar as histórias os livros da Bestbolso me desanimam por seu tamanho), assim quando vi que a editora iria relançar esse livro que tava entre meus desejados há um tempo eu fiquei mais que feliz, corri pra ler e não me arrependi, esse é aquele tipo de livro que dá vontade de abraçar quando a história términa, super lindo <3. Julie é aquela personagem por quem criamos uma ternura que não se extingui, mesmo tendo um certo momento de injustiça na história não consegui ter uma reação negativa a personagem. E Zach é um galã de cinema, com status de bad boy, difícil não gostar haha... Amei sua resenha e concordo contigo que os detalhes identificam o assassino e quando pensei na possibilidade já tava bem perto de ser solucionado. Espero ver mais resenhas desse livro, pois espero que os livros de Judith façam sucesso e voltem a ser publicados e republicados (os leitores merecem), essa edição tá muito linda e a capa me encanta :)

    ResponderExcluir
  2. Ok,eu realmente nunca ouvi falar dessa autora e logo,nunca de seus livros (não me julgue pfvr),mas eu amei a sua resenha sobre esse livro e agora quero muito lê-lo e outros livros da autora! Qual o seu preferido?
    abraços!

    ResponderExcluir
  3. Carol, quando li a sinopse desse livro coloquei ele imediatamente na minha lista de desejados e agora tô mais que necessitada em lê-lo s2. Linda história. Ótima resenha!!!

    ResponderExcluir
  4. Essa sinopse e essa capa chamam demais a atenção.
    E a história então? Parece ser linda, incrível e apaixonante.
    Não conheço a escrita da autora ainda, mas acredito que seja ótima, daquelas que prende o leitor do início ao fim.
    Gostei demais da sua opinião, é a primeira resenha que leio da obra, me deixou ainda mais curiosa.
    Já vou colocar na listinha de desejados.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  5. Carol, eu sou uma das amigas a quem você indicou a leitura da Judith!
    E te entendo total quando a gente não consegue ser imparcial porque ama muito o autor.
    Achei super legal o enredo e o fato de você ter se surpreendido é raro, haha.
    Adorei o fato de ele sequestrar ela e tudo o mais. Um pouco diferente. Quando comecei a resenha achei que seria um ex-presidiário em busca de redenção numa nova cidade e encontra o amor.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  6. Já li sobre a autora, mas ainda não li nenhum de seus livros. Me surpreendi como a vida dos dois se cruzam fiquei me perguntando como seria, e nem passou pela minha mente que fosse assim, através de um sequestro. Adorei Julie por ser esse exemplo da pessoa.

    ResponderExcluir
  7. Oii Carol!
    Que livro lindo...Tô apaixonada por essa capa e por esse enredo...
    Qro mto ler, o qto antes...
    Me lembrou um pouco de O guardião de memórias...
    Com toda ctz vou amar!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Não conheço essa autora, mas você fala dela tão apaixonadamente que até eu que não leio romance fiquei com vontade de procurar algum livro, e apesar de não ter gostado muito dos protagonistas (essa história do sequestro não me caiu muito bem), mas fiquei curiosa com o assassinato e toda a história de superação dos dois. Vamos ver como esse livro vai se sair.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho uma amiga que fala muito bem desse autora, tanto que ela me convenceu a ler seus livros mas depois de um tempo caiu no esquecimento a promessa, mas agora lendo sua resenha eu realmente me interessei pela história é vou deixar anotado o fato que os livros tem que ser lidos na ordem certa, porque eu já ia ler separadamente.

    ResponderExcluir
  10. Uau, você falou tao apaixonada desse livro que eu não tenho outra opção a não ser ler, e nossa, lendo a historia sobre os personagens, as infâncias e todas as acoes que os levaram ate chegar no momento em que os dois se encontram, só faz com que a pessoa tenha um sentimento em relação aos dois. Vou procurar também mais romances da autora. Ja que esse tem tudo para atrair, sequestro, assassinatos, dificuldades e claro muito amor :)

    ResponderExcluir
  11. Olá Carolina,
    Ainda não tive o prazer de ler um livro da Judith McNaught, mas não vejo a hora de conhecer à escrita tão elogiada dessa autora. Amo romance de época, é meu gênero literário favorito, e quando vi o lançamento dessa edição de Tudo Por Amor eu comemorei, que capa mais linda!
    Amo histórias assim, onde podemos acompanhar a jornada de crescimento e amadurecimento dos personagens, e a Julie e o Zach pelo jeito tem muito o que superar. Esse livro promete ser muito envolvente, com uma pitadinha de mistério e uma linda história de superação de ambos os protagonistas.
    Também quero muito ler Alguém para Amar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nossa, Carolina, pode acreditar que você contagiou mais uma a gostar de Judith McNaught! Achei uma história muito bem bolada e amarrada do início ao fim, parece ser daquelas em que a autora já tinha tudo planejado e nos vai guiando pro fim de modo que fiquemos completamente envolvidos com os personagens. Achei brilhante como personagens tão diferentes e com tanta história acabam se encontrando. Apenas quero MUITO ler!

    ResponderExcluir
  13. Oi Carolina, tudo bem?
    Como eu não conhecia essa autora, e seus livros?
    Fiquei tão presa na sua resenha, que quando acabou eu queria mais, queria saber o que aconteceu, quem era o assassino, se eles dois vão ficar juntos, ai socorro, vai para o topo da lista com certeza.
    Parabéns pela resenha, super detalhada, me fez ficar curiosa, e morrendo de vontade de ler o livro o quanto antes.
    Hááá eu acho super legal quando não precisa ler os livros em ordem, mas vou ler Tudo Por Amor, e se eu gostar (que com certeza vou) vou ler os outros <3
    Beeeijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  14. Carol,

    Eu simplesmente, tenho que ler este livro, pois amei a capa, amei a sinopse e sua resenha está impecável! Tenho que ler urgente!

    Beijos,
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  15. Oii Carol! td bem?
    Nunca tinha ouvido falar da autora!
    Mas gostei da sinopse, não costumo ler só livrosde romance, mas depois de Nicholas Sparks quem sabe né?
    Já anotei a dica de leitura ;)
    parabens pela resenha!
    beijinhos :*

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro, a sinopse é simplesmente maravilhosa!! Espero ler em breve!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook