Cress - Crônicas Lunares #03



Autora: Marissa Meyer
Título original: Cress
Tradução: Regiane Winarski
Série: Crônicas Lunares
Editora: Rocco - Jovens Leitores
Páginas: 496
Onde encontrar: AmazonBR | Saraiva | Submarino


| Livro cedido em parceria com o Grupo Editorial Rocco
Sinopse: Neste terceiro livro da série Crônicas Lunares, Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.
Senhoras e senhores, que livro! Dos três que li, Cress é definitivamente meu favorito. Ele tem tudo: desenvolvimento de enredo, romance, ação, traição, plot twist, momentos de arrancar o fôlego, lágrimas, risadas, conclusões e amor. Enfim, um livro completo e um ótimo exemplo do maravilhoso trabalho que Marissa Meyer fez com suas releituras dos contos de fadas. Como venho fazendo nas outras resenhas, deixarei aqui também as citações do conto original. Espero que aproveitem e leiam essa série, porque ela é simplesmente maravilhosa!

Squad Goals - achados do Pinterest.


Quando ela era criança, a bruxa
a trancou em uma torre que
não tinha portas nem escadas.

Nesse livro, além de acompanharmos Cinder e Scarlet, conheceremos Cress, a hacker que avisou Cinder dos planos malignos de Levana lá no primeiro livro. Agora, mais do que avisar, nossa pequena protagonista irá brilhar e nos mostrar todo o seu potencial. Cress, como vocês podem ver pela capa, é uma releitura de Rapunzel que nos remeterá às raízes do conto dos irmãos Grimm. Cress é mantida em uma satélite há muitos anos pela taumaturga da rainha, Sybil Mira. Desde criança, suas habilidades tem sido usadas para espiar os oficiais da Terra, principalmente o imperador Kai. 

Agora, a tarefa de Cress é localizar a Rampion na qual os fugitivos mais procurados da Terra e de Luna se escondem. Porém ela não obedecerá mais, pois “Esse pequeno ataque [o que aconteceu no final de Scarlet], essas dezesseis mil mortes, era apenas o começo.” Cress, p. 9 Cress está cansada de viver sozinha e isolada do mundo. Ela sabe que suas ações trouxeram mais mal do que bem e está disposta a lutar contra Levana. O primeiro passo é pedir ajuda.

Não muito longe de seu satélite, Cinder, Scarlet, Iko, Lobo e Thorne planejam seus próximos movimentos para impedirem que Levana chegue ao poder. “- Se ela se tornar imperatriz, a Terra não tem a menor chance.” Cress, p. 420 O plano deles é ensinar Cinder a utilizar suas habilidades lunares e seu corpo em uma luta; para isso, os treinos com Lobo são extremamente necessários. Scarlet e Throne ficam observando e comentando o que pode ser melhorado, enquanto Iko mantém tudo sob controle.
“- O tempo estimado de chegada é de nove minutos e trinta e quatro segundos. Em minha estimativa, é tempo suficiente para Cinder ser derrotada e humilhada em mais sete lutas.
Cinder olhou com raiva para o teto.” Iko, p. 77
Eles funcionam bem, até que chega o momento do resgate. Algo que vale muito a pena deixar explícito é Cress tem uma paixonite muito forte por nosso Capitão Thorne. Então, quando ele aparece para salvá-la, ela fica um tanto desequilibrada. Esse relacionamento, no entanto, será lindamente desenvolvido durante o livro. Um dos pontos altos de algumas cenas de ação e o responsável por um dos plot twist. Obviamente, um tiro.

"Caramba, isso tudo é cabelo?" Thorne
Como muita coisa dá errada nessa parte, vamos apenas dizer que, no final, todos acabam separados e leremos a trajetória de cada um deles para se reencontrarem. Nesse interlúdio, conhecemos um novo personagem: Jacin. Um guarda lunar que atrapalhou mais do que ajudou e que é leal apenas à princesa de Luna. O que será que podemos esperar dele?
“- Você serve à rainha. Como posso confiar em você?
- Eu sirvo a minha princesa. E a mais ninguém.” Cinder e Jacin, p. 100

A bruxa cortou o cabelo dourado dela 
e a jogou em um grande deserto.

Considero que o livro, de verdade, começa aqui. Até então vimos a estrada que Marissa criou para essa história brilhante seguir, então vamos lá! Nesse pontos, temos pontos de vista sendo narrados: Cinder partindo para a África em busca da ajuda do Dr. Erland; Cress aprendendo a se virar no deserto com Thorne; e Scarlet nas mãos de seus piores inimigos.
“Ela odiava aquele garotinho.
Também odiava o fato de que estava começando a ficar com medo dele.” Scarlet, p. 336

Cress em seu satélite.
Comecemos falando de Cress. Essa pequena figura que nunca esteve na Terra e a primeira coisa que precisa enfrentar é o deserto mais escaldante do planeta. O tempo que ela e Thorne passam juntos é extremamente difícil. Lê-los no deserto é desesperador. Saber a quantidade de coisas que podem dar errado é ainda mais preocupante. No entanto, eles encontram ajuda. Resta saber se eles poderão confiar suas vidas a estranhos. Nessa jornada, Thorne se dá conta de que Cress pode estar desenvolvendo sentimentos por ele, mas ele lida com isso da melhor forma possível. "Cress, eu não sou tipo o primeiro cara que você conhece?" Basicamente é isso. E nós, leitores, realmente nos damos conta de que Thorne pode estar certo quanto a isso. Apesar de não nos importarmos muito, essa frase nos faz pensar em todos os "amores à primeira vista" que presenciamos.
“- Você é incrivelmente doce, Cress. Eu não quero magoar você.” Thorne, p. 221
Vejamos agora como Cinder está lidando com o Dr. Erland! Ele está há um livro (eu diria que Scarlet dura aproximadamente uma semana e meia) esperando por Cinder na África. E agora, nossa ciborgue percebe que precisará da ajuda dele se quiser salvar Lobo. Eles estão em Farafrah, uma região onde ocorreram os primeiros casos de letumose e também refúgio para muitos dos lunares foragidos. É a primeira vez que vemos o povo de Luna em contato com sua princesa. E a recepção não poderia ser melhor. Vemos também os desenvolvimentos do trabalho do Dr. Erland na tentativa de produzir um antídoto para a doença que está acabando com as esperanças dos terráqueos. Não é nada fácil. Outro ponto que também precisamos considerar é Erland tentando tornar nossa mecânica em uma princesa.  
“- Você poderia começar aprendendo a ter boas maneiras, se não ninguém vai acreditar que você poderia ser da realeza.
- Certo. Tenho certeza de que etiqueta ruim é o motivo número um para a maioria das revoluções fracassadas.
- Já terminou?
- Ainda não.
Ele a perfurou com o olhar, e ela retribuiu.” Dr. Earland e Cinder, p. 168
Enquanto isso, Kai (também um ponto de vista narrativo nesse livro) nos presenteia com seus pequenos momentos de esperança. Ele não quer casar com Levana, mas aceita a responsabilidade, esse peso, com muita honra. Os preparativos para o casamento o estão consumindo, no entanto, ele ainda confidencia a Torin alguns de seus sonhos: um em que a princesa Selene aparece e retira Levana do poder, um no qual Cinder consegue derrotar Levana, um no qual Cinder está com Kai. Convenhamos, Kai é quase o fã número um de Cinder e torce para que Levana nunca consiga encontrá-la.
“- Idolatrar… Eu não a idolatro.
Torin lançou um olhar especulativo, até que Kai começou a ficar desconfortável.
- Eu posso admirá-la às vezes, mas até você tem que admitir que o que ela fez foi bem impressionante.” Kai e Torin sobre Cinder, p. 183

A gata pegou o pássaro, e ela também
vai arranhar seus olhos.
Você nunca mais vai ver sua Rapunzel.

Cress e Thorne passam por poucas e boas no deserto. Desilusões, ameaças de vida, desidratação, sequestros, cegueira: tudo isso e muito mais nessa jornada épica pelo Saara. Além, é claro, daquela pequena pitada de romance. “Ela era uma garota. Uma garota viva, inteligente e doce e desajeitada e diferente, e valia muito mais do que eles podiam imaginar.” Thorne, p. 262 Thorne e Cress são dois bebês e eu esperarei ansiosamente para o que acontecerá em seguida! 

No entanto, chega um momento nos livros que você quase não liga pros OTP, porque - por mais que eles façam parte da jornada das nossas heroínas - essas "princesas" estão focadas em sua missão: salvar a Terra da malvada rainha Levana! E você sabe que é tudo isso que importa, você continua lendo para saber se Cinder conseguirá seu lugar de direito, para saber se Scarlet conseguirá achar seu caminho de volta pra casa, para saber se Cress perceberá que pode ser pequena, mas é provavelmente a pessoa mais habilidosa da equipe. 
“- Talvez não exista destino. Talvez só as oportunidades que recebemos e o que fazemos com elas. Estou começando a pensar que talvez os romances grandiosos e épicos não acontecem sozinhos. Nós é que temos que fazê-los acontecer.” Cress, p. 460
Um ponto que eu faço questão de frisar em todas as resenhas desse série, porque - deos - que perfeição. Marissa Meyer fala com seus leitores de forma aberta a respeito de aceitação, intolerância e preconceitos. Ela colocou um imperador para discursar a respeito da importância da igualdade e da tolerância.

“Nosso país foi construído sobre uma base de igualdade e união, não preconceito e ódio.” Kai, p. 284
“O discurso foi sobre igualdade. Direitos. Ir além do ódio.” Cinder, p. 284

E agora é um bom momento para eu abrir o meu coração para vocês: sempre que eu penso em um super poder, eu penso em controle da mente. E vocês não fazem ideia do quão arrependida estou. Depois de ler esses livros, percebi que controlar as ações de alguém pode fazer com que eu seja poderosa, porém não faz com que eu seja alguém boa. E percebo, agora, que este deve ser o mesmo dilema enfrentado por Cinder. Controlar telepaticamente soldados que estão tentando te matar é uma coisa, mas controlar os pensamentos de outras pessoas a respeito de você é uma violação. Até que ponto, em nosso mundo, a mídia, a propaganda, os discursos de ódio e intolerância tem o mesmo efeito sobre nós que Levana?
“- Vocês não estão me dando escolha.
- Você não faz ideia do que é não ter escolha. [...] - É assim. Ter seu corpo usado contra você. Saber que seu cérebro se tornou um traidor.”, p. 333
Quando Rapunzel viu o príncipe, 
caiu em cima dele e começou a chorar, 
e suas lágrimas pingaram nos olhos dele.

Chegando perto do fim, outro ponto que eu preciso ressaltar é a amizade entre todas essas personagens preciosas sobre as quais lemos. Cinder e Thorne são melhores amigos, com os melhores diálogos. Cinder é tão atrevida! Scarlet e Lobo são uma força da natureza, enquanto Iko é a androide com o melhor chip de personalidade que você encontrará por aí. Cress é tão delicada, demonstra tanta compaixão e força para sua pequena estatura: ler Lobo e ela juntos, tramando para o bem do plano de resgate de Kai é inspirador. E bom, nós temos Kai, nosso teimoso e doce imperador Kai. O plano é impedir o casamento dele com Levana, e, bom, não temos como fazer isso de um modo fácil.
“- Não posso deixar que se case com ela.
- Não é decisão sua.
- Mas estou decidindo mesmo assim.” Cinder e Kai, p. 406

Esse, meus queridos leitores, foi uma das conclusões mais bem escritas que eu li. Fechou o arco do livro e abriu aquela pequena brecha para o quarto e último volume da série. Mal posso esperar para trazer a resenha de Winter para vocês, no mês que vem! Ele já está aqui em casa e provavelmente começarei a lê-lo hoje!
“- E se eu acabar sendo uma princesa terrível?
- O povo de Luna não precisa de uma princesa. Precisa de uma revolucionária.
- Uma revolucionária.” Cinder e Kai, p. 492








Seção das Quotes

“- Você pode me ajudar a escolher uma tiara quando acabarmos de salvar o mundo.” Cinder, p. 21

“- Certo. A garota de um metro e meio, amarrada e amordaçada no banheiro, é sempre a culpada.” Thorne, p. 84

“- É bondade sua dizer isso, Cress. Mas acredite em mim. Eu teria feito chantagem com alguém.” Thorne, p. 143

“Fazia muito tempo que Kai não via aquela expressão no conselheiro. A expressão que indicava que Kai era um imbecil.” Kai, p. 182

“- Mas, se ficarmos deitados aqui, você talvez nunca se levante.
Ele não achou a ideia tão ruim.” Thorne e Cress, p. 185

“- Não anda tirando fotos ultimamente? Que lunar de sua parte.
- Muito criminoso procurado da minha parte também.” Jacin e Cinder, p. 209

“- Vou tomar um banho.
- Boa ideia. Eu vou também.
Ela arregalou os olhos, mas Thorne já estava rindo.
- Quero dizer que vou tomar quando você acabar.
- Certo.” Cress e Thorne, p. 231

“- Me desculpe, mestre. Eu teria avisado, mas seria ilegal, e minha programação me impede de violar leis humanas.
- É, essa vai ser a primeira coisa que vamos consertar.” Darla e Thorne, p. 326

“Deixo Lobo no corredor, onde ele não estava reagindo aos lembretes de que um colapso mental não teria a menor utilidade para ajudar Scarlet.” Cinder, p. 327

“- Tudo bem, srta. Críptica. Qual é o novo plano então?
- Começa com o sequestro do noivo.
A mão de Iko subiu no ar.
- Sim, Iko.
- É a melhor ideia do mundo. Pode contar comigo.” Thorne, Cinder e Iko, p. 350-351

“Apesar de ela e Iko terem discutido sobre uma variedade de sapatos de salto elegantes, Cinder lembrou a todos que Cress talvez precisasse correr para salvar a vida em algum momento dos eventos do dia, e a praticidade venceu.” Cinder, p. 369

“- Não. Abra. Meu painel de controle.
- Então pare de ficar em estado de coma perto de mim!” Cinder e Throne, p. 438

“- Ela é capaz de matar sua taumaturga chefe e todos os seus robôs guardas e toda a sua corte. Ela é a princesa Selene, a verdadeira herdeira do trono. Pode matar vocês todos, e vai matar vocês todos. Ela está vindo atrás de você, minha rainha, ela vai destruir você!”

16 comentários :

  1. Olá, Marissa Meyer é a maior autora de releituras que você respeita, essa série ocupa o topo da minha lista de livros para ler mas só vou começar quando eu tiver todos pois tenho a impressão que não vou aguentar esperar para ler os próximos. É ótimo saber que cada livro é melhor que o outro e que a série ruma para um final magnífico. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu estou muito alucinada querendo essa série.
    Além de outras resenhas que vejo, as suas são as mais apaixonadas.
    Mal posso esperar para começar.
    Como eu já disse, qualquer releitura de contos de fadas me chama a atenção, então essa super diferente mais ainda.
    Amo quando o autor consegue colocar de tudo um pouco na obra de forma coesa, principalmente um grande plot twist!

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  3. Quero muito comprar essa série só elogios e cada livro parece encantar o leitor. Pelo visto este esta cheio de acontecimentos e cada personagem busca mostrar do que é capaz. Fiquei angustiada só de imaginar o que os personagens estão passando no deserto.

    ResponderExcluir
  4. Pra ser sincera nunca tinha visto fala sobre essa coleção
    o que me perguntei COMO ASSIM?? pois gostei bastante.
    Motivo foi que assim como voce adoraria ter poder de controla mentes, e depois do que voce didse fiquei com pé atrás. Enfim, achei livro com bom enredo e cheio de coisas, que particularmente eu gosto muito

    ResponderExcluir
  5. Amei demais os quotes e como sou apaixonada por releituras de contos de fadas, saber que a Cress além de linda é uma hacker? Só amei mais ainda. Espero ler logo a série

    ResponderExcluir
  6. Izabela!
    E mais uma releitura dos contos de fadas e agora da Rapunzel, linda!
    O mais interessante é que as outras personagens dos outros contos/livros continuam participando da história e enaltecendo o enredo, maravilhoso!
    Quando penso em super poderes, gostaria era de me teletransportar...kkkkk
    “Todos os homens, por natureza, desejam saber.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Izabela!!
    Cada vez que leio uma resenha dessa série acabo me apaixonando mais!! Estou aqui cada vez mais curiosa para ler essa série maravilhosa!! Adoro releituras de contos de fadas e essa série é a primeira da minha lista para ser comprados!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  8. Oi Iza, a cada resenha que leio desses livros vou ficando mais interessada. O que mais me chama a atenção neles é que os personagens vão surgindo e agregando histórias e mesmo que as personagens tenham o mesmo objetivo, os caminhos trilhados são distintos, e ainda assim a história não perde o ritmo e empolga o leitor. Contudo ainda mantenho minha opinião de que só vou começar a lê-la quando tiver todos os livros, pois todos parecem ter um final que deixa o leitor ansioso pro próximo livro e não lido bem com ansiedade rsrs.

    ResponderExcluir
  9. Iza, essa série me conquistou ainda mais por causa de suas resenhas, você fala de cada volume com tanto amor por eles. Pois então, eu fiquei bem curiosa sobre essa história, até então uma das minhas resenhas preferidas foi da Cinder, mas depois de ler essa fica difícil a escolha, a Marissa sabe realmente como fazer uma releitura de contos de fadas. Sobre a Cress, tenho que dizer que fiquei bem curiosa sobre conhecer um pouco mais sobre ela, por anos ela viveu na mão daquela megera mas agora ela quer ser dona de si mesma e fazer o certo, e essa mistura de personagens de livros anteriores deixa a história ainda mais envolvente, e esse romance que terá parece ser tão fofo... sem palavras.
    Os quotes que você separou só me deixou mais ansiosa para poder ler cada volume.

    ResponderExcluir
  10. Oi Iza!
    AI ME ABRAÇA QUE ESSA SÉRIE É A COISA MAIS PERFEITA DO MUNDO. E só melhora a cada livro que passa KASJFSAOSUBAGOGBUASGBUOASGOUUO
    Cress é meu fave para sempre porque a Cress melhor protagonista e minha preciosa e hacker maravilhosa, amo muito tudo isso <3 e TEM O THORNE EM DESTAQUE, I WOULD LIKE TO THANK NOT ONLY GOD BUT JESUS.
    Eu amo, absolutamente amo como todas as personagens da Marissa são quebradas e têm que lidar com algum trauma grande e como elas se empoderam aceitando isso. Amo a força de cada uma delas exatamente por não ser invencíveis - muito pelo contrário. As protagonistas e as personagens coadjuvantes, todas são tão importantes e maravilhosas e você só quer protegê-las do mundo.
    CINDER MANDA EM TODO MUNDO E EU VIVO PRA ISSO!
    Sua resenha ficou incrível, Iza. Senti o que você sentiu e fiquei com vontade de reler tudo só por esses feels <3

    Beijos,
    Denise.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Li esse serie e tenho um problema com ela pois não consigo escolher o meu livro favorita, tem o que menos gostei, mas acho que a autora conduziu essa serie de uma maneira tão brilhante que ela realmente acaba nos conquistando, gostei muito desse livro principalmente do crescimento da Cress, e emocionante ver ela descobrindo o mundo e tentado ser corajosa, também adorei como a autora acaba discutindo temas tão importantes através dos personagens e de todo esse cenário do livro e realmente a Cinder acaba passando por vários dilemas ao longo dessa serie, adorei esse livro !!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Izabela!
    Já tem uns bons anos que tentei pegar o primeiro livro dessa série para ler, mas acho que minhas expectativas estavam muito diferentes do que de fato a história é e acabei não gostando muito e pausei a leitura. Pausa esta que teria sido uma desistência, se, porém, eu não tivesse me deparado com resenhas, especialmente a sua agora, tão elogiosas e ressaltando tão bem os pontos positivos trama. A autora parece trabalhar bem com todo o elenco de personagens, hein? Já ganhou pontos comigo! Fiquei levemente perdida entre alguns acontecimentos já que não li os anteriores, mas agora estou realmente animada para fazer a leitura! Ainda que eu particularmente goste muito do desenrolar dos romances e você tenha citado que o foco da missão das personagens é que é o mais enfoque, só o fato de ser bem construído já é um incentivo e tanto. Os quotes, também, deram uma boa palhinha do quão divertida pode ser a leitura em alguns momentos também. Enfim, parabéns por essa resenha maravilhosa! Mal posso esperar para puder fazer a leitura!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  13. Essa historia me encantou demais, eu coloquei o primeiro livro na minha lista de desejo. Acho que li a resenha do primeiro livro aqui, e gostei tanta ao ponto de coloca-lo. Eu sem duvidas alguma quero esta acompanhar essa cronicas simplesmente porque amei demais esse personagens por são bem marcantes

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Qro tanto ler essas releituras, já está na minha listinha faz tempinho, adorei a resenha tbm...
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ai,espero não ter pego tanto spoiler dos outros livros,porque ainda nem li o primeiro :( sempre que quero comprar eles estão bem caros,mas vocês sabem se a rocco vai lançar o box da série? to louca pra ler! Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Izabela,
    Sempre ouço falar muito bem dessa série, mas ainda não tive a oportunidade de lê-la. Já vi vários releituras dos contos de fadas, mas nada comparado ao que a autora propõe nestes livros. Todos os principais elementos da história de Rapunzel estão bem presentes nesta trama, isso a autora deixa bem evidente como o confinamento de Cress ou seu primeiro contato com um homem (Thorne). Quanto a protagonista ser uma hacker, combina muito bem com o enredo e faz todo sentido já que ela vivia isolada e presa (características que atribuímos a um hacker mesmo). Acho as capas destes livros lindas e toda a ideia da ficção científica é tão inovadora que é impossível não se sentir tentada a ler!!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook