Simplesmente o Paraíso - Quarteto Smythe-Smith #01

Autora: Julia Quinn
Título original: Just Like Heaven
Tradução: Ana Rodrigues
Série: Quarteto Smythe-Smith
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Onde encontrar: AmazonBr | Americanas | Cultura | Saraiva | Submarino | Travessa


Sinopse: Honoria Smythe-Smith sabe que, para ser uma violinista ruim, ainda precisa melhorar muito…
Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smythe-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista.
Marcus Holroyd foi encarregado de uma missão…
Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doces de todo tipo) e o que a aflige (como a tristeza pelo exílio de Daniel, que ele também sente). Será que o homem ideal para Honoria é justamente o que sempre esteve ao seu lado afastando todo e qualquer pretendente?
Com seu estilo inteligente e divertido, Julia Quinn enfim apresenta ao público o Quarteto Smythe-Smith, o terrivelmente famoso e adoravelmente desafinado grupo musical que conquistou os leitores antes mesmo que as cortinas se abrissem para ele.


Meu box autografado pela Julia Quinn

Carta aos leitores que acompanha o box.
Clique na imagem para ler
De uma forma única, a Editora Arqueiro - responsável pela publicação dos livros da escritora no país - publicou os quatro títulos da saga Quarteto Smythe-Smith de uma vez só. O que causou mais furor ainda foi a nova tour da Julia Quinn em algumas cidades brasileiras. E foi a nova visita dela em São Paulo que me fez comprar o box incrível com os quatro volumes e brindes extras, incluindo uma carta da autora sobre o que a fez começar a escrever sobre essa família.

Como já tenho essa coleção completa, prometo trazer para vocês as resenhas o mais rápido possível. Começando por hoje. ;)

Simplesmente o Paraíso conta a história de Honoria Smythe-Smith, a jovem que sabe que é uma péssima musicista, mas todos os anos continua a tocar no evento anual das Smythe-Smith com suas primas. Isso porque é uma antiga tradição familiar as mulheres solteiras tocarem algum instrumento musical e realizarem anualmente uma apresentação. E não há nada mais importante para Honoria do que sua família. 

-Convocada? - repetiu a mãe com uma risadinha. - Você faz parecer um fardo.
Honoria ficou em silêncio por um instante, tentando não rir. Ou talvez chorar.
-É claro que não - conseguiu dizer por fim. - Adoro o quarteto.
O final era verdade. Ela amava ensaiar com as primas, mesmo se, com o tempo, houvesse passado a tampar os ouvidos com chumaços de algodão. O único problema era que as apresentações eram terríveis.
Ou, como Sarah descreveria, assustadoras.
Medonhas.
Apocalípticas.
(Sarah sempre teve certa tendência à hipérbole.)
p. 121

As irmãs mais velhas de Honoria já estão casadas e seu irmão, Daniel Smythe-Smith, foi obrigado a deixar o país, uma tragédia que fez a mãe de ambos ficar depressiva. Por isso, a garota se sente muito solitária e deseja formar uma grande família assim que conseguir se casar. Mas Honoria ainda não conseguiu arrumar um noivo.

Marcus Holroyd, conde de Chatteris, não tem irmãos, sua mãe morreu quando era muito pequeno e o pai sempre foi distante. Por isso, Marcus ficou extremamente feliz quando foi enviado para estudar em Eton pois enfim poderia conhecer pessoas da sua idade. Logo conheceu Daniel Smythe-Smith, futuro conde de Winstead, e ambos se tornaram melhores amigos. Não demorou muito para que Marcus passasse todas as férias e datas comemorativas com a grande e barulhenta família Smythe-Smith. 

Três anos antes do momento atual na narrativa, o melhor amigo se envolveu em uma tragédia envolvendo um duelo de cavalheiros com Hugh Prentice que o fez fugir do país. Mas antes de deixar a Inglaterra, Daniel pediu ao melhor amigo para cuidar de sua irmã mais nova, Honoria, e não deixar que ela se case com nenhum patife. Desde então, Marcus, que odeia os grandes eventos da temporada em Londres, comparece todos os anos para ficar de olho em Honoria e seus pretendentes. Caçadores de fortuna e alguns homens cruéis já foram espantados por ele em mais de uma ocasião, sem o conhecimento de Honoria, obviamente.

Antes do início de mais uma temporada em Londres, Honoria se junta com as primas e amigas Sarah Pleinsworth, Iris Smythe-Smith e Cecily Royle para algumas atividades na casa no campo dos Royles. Por um acaso do destino, os Royles são vizinhos de Lorde Chatteris, o que faz com que Marcus e Honoria se reencontrem em algumas situações divertidas. 

Honoria é pega em flagrante por Marcus, enquanto cavava um buraco no jardim e fingia que torcia o pé (para chamar a atenção de Gregory Bridgerton, vale ressaltar). Só que as coisas realmente dão errado e Marcus pisa em falso no buraco criado por Honoria e ele acaba torcendo o pé de verdade. Para piorar a situação, uma chuva torrencial começa logo que a garota parte para pedir ajuda. 
Obviamente, Marcus acabou tendo que ficar em repouso por causa da gripe e da torção. 

Honoria se sentiu completamente culpada pelo estado de Marcus, mas após verificar que ele estava bem, voltou a Londres para se preparar para mais uma temporada de eventos na cidade e, principalmente, para o terrível recital anual dos Smythe-Smith - o qual ela deveria tocar violino.

Mas Honoria logo recebe uma carta da governanta de Marcus dizendo que ele havia piorado muito e que talvez não sobrevivesse. Como Marcus não tinha mais ninguém além dos Smythe-Smith, Honoria não pensou duas vezes antes de preparar as malas e arrastar a mãe para cuidar de Marcus.

-Você precisa melhorar - sussurrou Honoria. - Não sei o que farei se você não melhorar. - Então, tão baixinho que ele mal a escutou, acrescentou: - Talvez você seja meu porto seguro.
Marcus tentou mover os lábios, tentou falar, porque aquilo era o tipo de coisa que não se podia deixar passar sem resposta. Mas seu rosto parecia denso, pesado, e tudo o que conseguiu foi emitir alguns sons engasgados.
-Marcus? Quer um pouco de água?
Para dizer a verdade, ele queria.
-Está acordado?
Mais ou menos.
-Tome - disse ela. - Experimente isso.
Marcus sentiu algo tocar seus lábios. Uma colher derramando água morna em sua boca. Porém, era difícil engolir e Honoria só conseguiu fazê-lo tomar algumas gotas.
-Acho que você não está acordado - falou ela.
Marcus ouviu-a voltar a se acomodar na cadeira. E suspirar. Parecia cansada. Ele odiava pensar nisso.
Só que estava feliz por ela estar ali. Tinha a sensação de que Honoria também era um porto seguro para ele.
p. 134

As mulheres Smythe-Smith encontraram Marcus em um estado lastimável e fizeram tudo o que puderam para ajudá-lo. É durante esses momentos complicados que Marcus e Honoria vão se lembrando da infância juntos e também descobrindo novos sentimentos agora que são adultos.

Logo Honoria deverá voltar a Londres, tentar achar um marido e treinar para o terrível recital dos Smythe-Smith. Ela terá que aprender a lidar com os novos sentimentos, assim como Marcus deverá decidir que futuro seguir agora que sabe o que sente por Honoria.

Marcus desejava Honoria. E nada poderia tê-lo apavorado mais.
Aquela era Honoria. Ele jurara protegê-la e, em vez disso...
Afastou os lábios, mas não conseguiu se afastar completamente. Ele descansou a testa contra a dela e, saboreando aquele último toque, sussurrou:
-Perdoe-me.
Ela o deixou, então. Saiu do quarto em disparada. Marcus a observou partir, viu as mãos e os lábios trêmulos.
Ele era um selvagem. Honoria salvara sua vida e era daquele jeito que ele retribuía?
-Honoria - sussurrou.
Tocou os lábios com os dedos, como se de algum modo pudesse senti-la ali.
E sentiu. Era a coisa mais incrível. Ainda sentia o beijo dela. Sua boca ainda pulsava com o toque dos lábios dela.
Honoria ainda estava com ele.
E Marcus tinha a estranha sensação de que sempre estaria.
p. 152

Simplesmente o Paraíso é mais um romance divertido e apaixonante da Julia Quinn. A obra nos mostra a história de duas pessoas que sempre se conheceram, eram amigos de infância - ou mais próximo disso que poderiam ser -, mas que acabaram se apaixonando depois de passarem mais tempo juntos como adultos.

Honoria Smythe-Smith é uma das personagens mais boazinhas e leais que já conheci. Ela sabe que toca muito mal e morre de vergonha - assim como as outras primas, exceto Daisy que acredita que toca bem - nas tradicionais apresentações anuais dos Smythe-Smith, mas nunca deixa de se apresentar com um sorriso no rosto. Isso tudo porque a família sempre senta na primeira fileira com olhos cheios de orgulho. 
Além disso, mesmo preocupada em arrumar um marido, assim que soube sobre o estado frágil de Marcus, ela partiu para cuidar dele sem se preocupar com a própria reputação.

Marcus Holroyd é um homem que teve uma infância solitária, mas desde que conheceu Daniel foi completamente acolhido pela família Smythe-Smith. Ele sempre deu muito valor a essa amizade, por isso cuidou de Honoria todos os anos em que o amigo estava fora. Espantou alguns canalhas e outros caça-fortunas. Mas nunca esperou que fosse desejar Honoria. Afinal, aquela era Honoria, irmã de Daniel. A menininha que ficava seguindo os dois em todos os lugares que iam brincar. 

Porém, há um pequeno erro cronológico nessa história. Durante o recital anual das Smythe-Smith, Honoria conhece Colin Bridgerton solteiro. Mas segundo o calendário da série Os Bridgertons, Colin já estava casado na época. Julia Quinn falou algumas vezes sobre isso, pedindo desculpas pelo erro. Ela disse que não havia percebido, nem o editor e nem ninguém da revisão. As primeiras pessoas que apontaram o erro foram algumas fãs, oito horas depois do lançamento do livro. Incrível, não?

Apesar disso, a história de Honoria e Marcus é linda, divertida e apaixonante. Como a maioria dos livros da Julia Quinn, recomendo muito!

E, como adoramos a autora por aqui, em breve vamos sortear um exemplar de Simplesmente o Paraíso autografado!! ;)




11 comentários :

  1. Oi, Carolina!
    Sou muito romântica, mas por incrível que pareça ainda não parei para conferir realmente nenhum romance de época, por vezes devido ao teor mais sensual e adulto de várias das obras nesse segmento, e como não gosto muito dessa vibe mais hot, acabava sempre ignorando. Mas até fiquei com bastante vontade de, mesmo assim, conferir a série d'Os Bridgertons, mas essa nova parece fazer ainda mais o meu estilo! É a segunda resenha de Simplesmente o Paraíso que leio esses dias e gostei muito de saber sobre a tranquilidade e doçura da protagonista, além de que nosso mocinho também não faz o tipo canalha e libertino de outros livros, hahaha. Enfim, mal posso esperar por conhecer a escrita e histórias da tão elogiada Julia Quinn! E já estou ansiosa pelo sorteio! ^_^ Amei a resenha, parabéns!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Carolina, esse box é muito lindos né?! <3 achei lindo e já li quase todas as histórias e gostei demais, as leituras são leves e fofas. Honoria e Marcus nos entregam uma história divertida e descomplicada e quando peguei esse livro pra ler era exatamente o que precisava, assim aproveitei demais a leitura, comecei a rir no prólogo e não parei mais de rir e suspirar. Achei legal a curiosidade que vc incluiu no fim, já li os Bridgertons mas não tinha me atentado a esse fato de que Júlia se perdeu nas datas ao escrever a história haha, o que não tira o brilho da participação de Colin, alias cada vez que citam um personagem da outra série ou o mesmo aparece é uma maravilha, me cativa esse intercâmbio entre as histórias. Amei a resenha e vou gostar muito de ver a resenha de todos os livros por aqui ;)

    ResponderExcluir
  3. Box maravilhoso, jus ao nome do titulo do post viu...
    Doida pra ler Julia Quinn!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carol!
    Nunca duvide do poder de observação de um fã!
    Hahahaha
    Tudo bem que eu não percebi, porque li o livro do Colin há algum tempo já.
    Eu adoreeeeeeeei o livro!
    Achei tão fofo, tão cheio de amorzinho.
    Honoria é realmente muito boazinha e leal. Adorei!
    E adorei o Marcus também e o fato de o amor deles não ter sido BUM, MÁGICO, e sim aos poucos e com muita amizade.
    Julia Quinn, sempre maravilhosa.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
  5. Só eu que li essa resenha com uma cara de boba apaixonada? (sim so eu a diferentona) AI AMEI!!!!! amo os livros da Julia Quinn e eles me deixam bem assim mesmo,com cara de besta. Quero muito esse box mas infelizmente não tenho como comprar agora :( e fiquei bem triste e chateada com a Arqueiro por não ter trazido ela pra minha cidade (Belém),o que foi lamentavel mas enfim,amei sua resenha,espero ler esse quarteto o quanto antes! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carolina,
    Ainda estou na esperança de começar a ler Julia Quinn e não é por falta de livro, pois tenho 3 obras da autora, mas estou sempre enrolando em começar a ler. Sei que para começar a ler estes livros da série Smythe Smith seria bom ter lido a série os Bridgertons primeiro, então é melhor eu correr. Agora me explica como você faz parte de um quarteto musical, mas não tem dom nenhum para música? Entendi que isso faz parte de uma tradição da família e Honoria mesmo não gostando faz isso por eles (neste caso coitados dos ouvintes néh?!!!) Já vi que Honoria é uma personagem carismática e de bom coração e acompanhar ela na saga para encontrar um marido será divertido. Quero ver como será o relacionamento dela com o Marcos. Achei tão legal a editora conseguir lançar todos os volumes da série simultaneamente e neste box maravilhoso!!

    ResponderExcluir
  7. Parece ser uma historia linda e fofa, esse romance dos personagens mexe com a gente pelo menos comigo lendo a resenha mexeu rs. É muito bonita uma amizade de infância quando vira amor. Deve fazer o leitor das boas risadas quando elas tocam já que não tem talento. Preciso comprar algum livro da autora para ler não tenho nenhum e nunca li nada dela.

    ResponderExcluir
  8. Julia Quinn é um sucesso nos livro de romance de época. Estou querendo ler, porém me falta dinheiro mesmo hahah. Porque acho que sairia em conta comprar box, que inclusive é maravilhoso. Enfim, a protagonista dessa historia é forte, gosto de garotas assim. Espero ler essa serie é maravilhosa. Espero que tenho promoção é box saia baratinho algum dia

    ResponderExcluir
  9. Carolina!
    Não tem como não gostar dos romances da Julia.
    E fiquei encantada e ver a descoberta do amor entre Marcus, tão protetor e Honoria (que nome mais feinho dessa protagonista).
    Gosto de ver as protagonistas femininas fortes como as que a Julia descreve.
    Semaninha cheia de felicidade!!!
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Sou daquelas que é apaixonada por romance e apesar de nunca ter lido nada da Julia Quiin já a amo. Todo mundo só dá elogios para seus livros e eu fico ainda mais ansiosa para ler. Já ouvi falar deste livro, e de fato já desejei ler, ainda mais agora depois de ler esta resenha maravilhosa. A Julia juntou duas coisas que amo de paixão, romance e historia de época. Com certeza vou amar.

    Visitem meu blog
    http://garotaeraumavez.blogspot.com.br/
    Obrigada

    ResponderExcluir
  11. s2 Lindo!!!
    Estou ansiosa para ler esse livro e todos os outros da série, Carol!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook