No Seu Olhar

Autor: Nicholas Sparks
Título original: See me
Tradução: Alves Calado
Editora: Arqueiro
Páginas: 432
Onde encontrar: ArqueiroAmazonBR | Saraiva | Submarino | Extra 

|Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro

Sinopse: Filha de imigrantes mexicanos, Maria Sanchez é uma advogada inteligente, bonita e bem-sucedida que aprendeu cedo o valor do trabalho duro e de uma rotina regrada. Porém um trauma a faz questionar tudo em que acreditava e voltar para sua cidade natal, a pequena Wilmington.
A cidade também é o lugar que Colin Hancock escolheu para se dar uma segunda chance. Apesar de jovem, ele sofreu mais violência e abandono do que a maioria das pessoas. Também cometeu sua parcela de erro e magoou mais gente do que gostaria. Agora está determinado a mudar de vida, tornar-se professor e dar às crianças o carinho e a atenção que ele próprio não teve.
Colin e Maria não foram feitos um para o outro, mas um encontro casual durante uma tempestade mudará o rumo de suas histórias. Ao confrontar as diferenças entre os dois, eles questionarão as próprias convicções. E ao enxergar além das aparências, redescobrirão a capacidade de amar.
Porém, nessa frágil busca por um recomeço, o relacionamento deles é ameaçado por uma série de incidentes suspeitos que reaviva antigos sofrimentos. E quando um perigo real começa a se impor, Colin e Maria precisam lutar para que o amor sobreviva.
Com uma trama madura e repleta de emoções e de suspense, No seu olhar mostra que o amor às vezes é forjado em crises que ameaçam nos destruir e que o primeiro passo para a felicidade é acreditar em quem podemos ser.

Faz bastante tempo desde a última vez em que resenhei Nicholas Sparks para vocês aqui no LOHS. Logo, faz bastante tempo desde a última vez em que li um livro dele. Lembro que ganhei de aniversário Uma longa jornada, porém ele ainda está na estante. Com No seu olhar foi diferente; me interessei instantaneamente pela sinopse, pelos elogios que diziam que Maria e Colin eram as personagens favoritas de Nicholas, e - considerando o tanto de livros que ele escreveu - acredito que isso quer dizer alguma coisa, e pela capa: vocês repararam que não tem um casal quase se beijando?!

Eu reparei e por isso achei uma boa pedida! A Editora Arqueiro apostou alto na divulgação; quando solicitei o livro, como quem não quer nada, recebi na minha casa um caixa maravilhosa com mimos dentro.

Divulgação Editora Arqueiro

Não preciso dizer que amei, certo? Vamos agora à resenha; espero que vocês também gostem!


A sinopse já dá um bela resumida no enredo que nos aguarda. No entanto, o prefácio é muito mais instigante. Um homem está observando a vida no campus de uma faculdade e ele parece perigoso, um perseguidor  para dizer o mínimo. A gente já fica meio desconfiada do que está por vir, mas então os capítulos intercalados de Colin e Maria começam a aparecer e eu achei essa dinâmica incrível na estrutura do livro como um todo. 

Colin é um lutador de MMA (artes marciais mistas), dependente de exercícios físicos, com 28 anos que está cursando faculdade para se tornar professor de ensino fundamental. Se só esse perfil não fosse instigante, a personalidade dele (e seu físico, não posso negar) fechariam o pacote. Ele é extremamente sincero, responde a qualquer pergunta feita diretamente e não fala mais do que o necessário. Colin escolheu ser assim depois de várias chamadas da vida (uma delas num hospital) e eu aprendi muito com ele! 
"Com o tempo, como todo mundo, chegariam às suas próprias conclusões a seu respeito. Não valia a pena se preocupar." Colin, p. 12 
Apesar de suas tendências à violência, nosso protagonista é amigo de pessoas muito gentis (o que demonstra que ele é, lá no fundo, uma criatura de bom coração). Lily é uma mulher delicada, decida e super prendada que fala com se vivesse em algum século passado e seu noivo e melhor amigo de Colin, Evan, é "um cidadão responsável cuja única experiência criminal era ter assistido à série Prision Break.", p. 20. Eles são âncoras na vida de Colin, pois ajudaram-no quando perdia o controle e consequentemente ficava muito próximo a ter seu plano de vida arruinado. Margolis, um detetive cujo único objetivo é colocar Colin atrás das grades, será uma sombra constante no livro, porém, de fundamental importância. 
"- Já terminamos?
- Não. Acho que você não entende o que está acontecendo
- Entendo. Mas nada disso tem a ver comigo. Eu não estava lá.
- Pode provar?
- Você pode provar que eu estava?" Colin e Margolis, p. 47
Maria é filha de uma grande família, cursou advogacia e, hoje, trabalha duro para crescer na empresa que escolheu para refazer sua vida na cidade onde cresceu. Ela dedica sábados, domingos e horas extras à carreira sem remorsos, porém sua irmã, Serena, tem certeza de que ela precisa de divertir um pouco mais! Numa experiência um tanto traumática, ela conhece Colin. 
"- Uau, alguém está sensível hoje. E você sabe que eu só estou brincando com a sua cara. Se fosse eu, provavelmente teria mijado na calça. Carro enguiçado, estrada deserta, sem telefone, sangue no rosto de um estranho... É o pior pesadelo de qualquer mulher." Serena, p. 30
E este é um dos pontos que eu gostaria de problematizar com vocês: até que ponto os livros romantizam situações perigosas? Veja bem, Serena antes de admitir que sentiria medo, encorajou a irmã a não ficar tão aterrorizada com o estranho todo machucado e ensanguentado que a havia ajudado. Peralá! Você deve, sim!, ficar com medo de estranhos na rua, porque as pessoas podem ser loucas. Colin é a exceção à regra. O que é, normalmente, feito nos livros de romance: a romantização das exceções. Porém, acho importante expressar minhas impressões para que vocês consigam perceber os mesmos pontos que eu percebi e para que possam dar suas opiniões. 

O modo como o relacionamento dos dois foi construído, na conversa e na total sinceridade, me acalmou um pouco. Colin colocou todo seu passado na mesa e Maria resolveu aceitá-lo, afinal, ela é extremamente corajosa e determinada. Além de Colin, nossa protagonista enfrenta desafios na vida profissional com Ken, o babaca assediador. Essa é outra situação que podemos discutir: o que fazer quando um cara diz ou age de modo desrespeitador e constrangedor no ambiente de trabalho? Primeiro: avise seus superiores! Alguém interferirá, caso você seja tímida. 

Maria consegue se defender depois de perceber que Ken continuaria insistindo, porém Jill, sua colega de trabalho, também é importante para contrapor a figura muitas vezes controlada de Maria. Jill é uma advogada mais experiente e uma pessoa mais perceptiva, portanto suas conversas com Maria geralmente terminam com ela sabendo mais do que nossa protagonista deixou transparecer (e isso é bom, porque nós, leitoras, sabemos e é bom que alguém lá dentro da trama também saiba). 

Seu relacionamento com Colin começa a se desenvolver depois de conversas, almoços e stand-up paddle e percebe-se uma mudança de ares depois que os dois estão acertados. Maria tem um passado na promotoria que a acompanhará. Ela passa a ser ameaçada e a viver em um estado de alerta constante. Colin, com um histórico violento, deverá controlar-se para não destruir seu plano de vida. E você deverá repensar suas postagens em redes sociais, assim como Serena... (vou deixar no ar, conversem comigo nos comentários, caso queiram discutir sobre esse ponto em especial!).




Esse livro tem suspense e mistérios pelo quais você lerá até a última página, descobrir o que está acontecendo é necessário. No entanto, muitas das perguntas feitas por Maria e Colin, você já tem a resposta, e consegue até bolar umas teorias, caso leia com atenção. Todos esses elementos formam uma trama instigante, fluída e de fácil leitura. Além dos momentos românticos, No seu olhar também tem bastante ação (a cena do Colin saindo em disparada com o carro foi a melhor!), o que é um diferencial. 

Ou seja, queridos leitores, um prato cheio para fãs de romance e para aqueles que - assim como eu - vivem numa relação de amor e ódio com Nicholas Sparks!








*

Seção das Quotes

"Até os amigos exigiam energia, e ultimamente ela não tinha o suficiente." Maria, p. 39

"Sabe o que os advogados graúdos mais odeiam? Outros advogados os processando." Maria, p. 41

"Se isso era a vida adulta, ela se perguntava por que havia se apressado tanto em crescer." Maria, p. 42

"- Hoje eu quero fotos. Você sempre leva a máquina fotográfica, de qualquer modo. Tire umas dele.
- Não.
- Achei que você poderia fazer ao menos esse favor para sua irmã mais nova, que por acaso foi quem armou para você sair com ele.
Maria pensou.
- Certo. Talvez.
- Fantástico." Serena e Maria, p. 97

"- Já não conversamos sobre isso? Responder 'certo' quando as pessoas falam com você? É um hábito que você precisa parar. É muito pouco atraente.
- Certo.
- Pois é. - Ela suspirou - Um dia você vai entender a sabedoria das minhas palavras." Lily e Colin, p. 123

"- Ajudantezinho?
Ela sorriu.
- Eu mencionei que a salsa pode mesmo fazer uma mulher se sentir... sensual? E que esse sentimento pode durar horas depois?
Evan engoliu em seco, encarando-a.
- Vou ficar feliz em ajudar." Evan e Lily, p. 147

"- Quero dizer que o primeiro amor sempre faz sentido porque  você não conhece nada melhor." Jill, p. 193

13 comentários :

  1. Oi Izabela!
    Do Nicholas Sparks só li Um Porto Seguro e pra minha surpresa, gostei bastante. Confesso que não costumo ler os livros dele por achar dramático demais. Porém, No Seu Olhar chamou minha atenção a princípio pela capa, que simplesmente amei! E depois por esse suspense e mistérios na trama, que acredito ser o diferencial. Fiquei muito curiosa quanto as cenas de ação, principalmente a citada por você.
    Só o fato de Colin ser um lutador de MMA me deixou bastante empolgada, rsrs. E fiquei com uma pulga atras da orelha quanto ao Margolis estar tão decidido a colocar Colin na cadeia.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Só li um livro do autor e não achei lá essas coisas rs. Esse parece ser interessante despertou minha curiosidade em relação aos assuntos abordados, assédio no trabalho acontece na vida real, concordo com você pessoas estranhas na rua, realmente existem muitos loucos, pessoas crueis por aí, todo cuidado é pouco. Sempre oriento meus filhos a não se expor nas redes sociais.

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse livro semana passada, e amei demais essa nova fase do Nicholas, uma delicia de livro, amei o suspense e advinha? acertei o stalker haha! minhas séries policiais fazendo jus!
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  4. Do Nicholas li apenas Diário de Uma Paixão(que é o meu preferido), Um Amor para Recorar, Um Porto Seguro, A Escolha, Uma Carta de Amor e Uma Longa Jornada. Li apenas alguns e quero ler muitos dele ainda, estou doida pra ler No Seu Olhar e amei ver a resenha na página.
    Gostei pelo fato de ter perguntas, amo fazer teorias e não é sempre que um livro do Nicholas deixa uma questão no ar, além de ter ação, o que não é muito destacado nos livros do Nicholas, amei isso e só me deu mais vontade de lê-lo, além dos assuntos abordados e dos quotes, estou muito anciosa sobre o livro.

    ResponderExcluir
  5. oi tudo bem..
    Infelizmente mais muito infelizmente ainda nao li esse livro ,amo os livros sem exceção de nenhum ,os livros do nicholas ,sao todos maravilhosos e esse nao seria diferente pelo que tenho lido das resenhas,to desesperada por esse livro.rs..
    um abraço e muito sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Nicholas é Nicholas, e eu amo!!!
    Se você achou muito bom, eu também acharei.

    Não ganhei esse kit lindo, mas ganhei o livro e já estou muito feliz ♥

    Bjkssssss

    ResponderExcluir
  7. Nicholas Sparks saiu do meu gosto há anos e não acredito que volte. Tenho muitos livros para ler e por mais que me interesse por um título dele, como foi esse, termino de ler a resenha e penso: é Nicholas Sparks e não vou perder meu tempo. Não curto mais a narrativa do autor e nem o desenrolar das suas histórias. Para mim parece tudo de um mesmo, sabe. xD

    ResponderExcluir
  8. Olá Izabela,

    Acho que essa é a primeira resenha que leio desse livro, gosto demais da escrita do autor e pela a sua resenha não vou me decepcionar.....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Izabela!
    Eu adoro o Nicholas Sparks, mas eu dei uma enjoada total, porque acabei com a sensação que lia sempre do mesmo.
    Apesar de ter me interessado pela sinopse, quando solicitei os livros peguei outros. Mas devia ter pegado esse, essa caixa é muito amor e parece muito lindo o livro, mesmo com os poréns.
    Vou acabar lendo, claro.
    E Uma Longa Jornada é amor, leia. :D

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  10. Olá :)
    Eu li apenas um livro do Nicholas Sparks e não gostei muito pois não faz o meu estilo de leitura. Desde então eu sempre fujo dos livros dele e não sinto nenhuma vontade de lê-los. Penso que tudo é a mesma coisa, um amor muito meloso, coisa que eu odeio. Enfim, a única coisa eu eu gostei foi da escrita dele, e se escrevesse um estilo diferente com certeza eu leria.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Posso dizer que estou impressionada com o enredo do livro ainda mais por ser um livro do Nicolas S. que sempre nos trás livros com muita drama. Não posso dizer que irei ler esse livro ate porquê não tenho muita curiosidade em relação as obras do autor mas se um dia eu ganhar essa livro posso dizer que irei ler sem muitos problemas. Obrigada pela resenha e a editora arqueiro arrasou no divulgação desse livro.

    ResponderExcluir
  12. Iza, não ouvi tantos elogios assim quanto os seus. Pelo contrário, vi e ouvi muitas críticas do livro, pessoas reclamando da escrita de Sparks nessa obra.
    De certo é que não gosto dos livros dele, mas esse pareceu ser algo bem diferente do que estou acostumada ver.

    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Gostei muito da resenha e achei bem interessante os pontos que você colocou, conheci esse livro na divulgação e a capa também me chamou atenção por não ter um casal, achei a historia um pouco diferente dos outros casais do Nicholas Sparks, mas fiquei curiosa para poder ser esse livro !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook