O Lago das Sanguessugas - Desventuras em Série #03

Autor: Lemony Snicket
Título Originl: The Wide Window
Tradução: Carlos Sussekind
Série: A Series of Unfortunate Events
Editora: Seguinte
Páginas: 192
Onde encontrar: AmazonBrAmericanas | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: O misterioso autor das Desventuras em Série não só alcançou a lista de best-sellers infanto-juvenis do New York Times, como conseguiu entrar em todas as outras principais referências de vendagem americanas. Com sua estranha franqueza, na contracapa deste livro ele manda um recado a seus possíveis leitores: 'Se você ainda não leu nada sobre os órfãos Baudelaire, é preciso que antes mesmo de começar a primeira frase deste livro fique sabendo o seguinte: Violet, Klaus e Sunny são legais e superinteligentes, mas a vida deles, lamento dizer, está repleta de má sorte e infelicidade. Todas as histórias sobre essas três crianças são uma tristeza e uma verdadeira desgraça, e a que você tem nas mãos talvez seja a pior de todas. Se você não tem estômago para engolir uma história que inclui um furacão, uma invenção para sinalizar pedidos de socorro, sanguessugas famintas, caldo frio de pepinos, um horrendo vilão e uma boneca chamada Perfeita Fortuna, é provável que se desespere ao ler este livro. Continuarei a registrar essas histórias trágicas, pois é o que sei fazer. Cabe a você, no entanto, decidir se verdadeiramente será capaz de suportar esta história de horrores'. Respeitosamente.
Lemony Snicket.

Oi, gente! De volta com mais desventuras, agora chegamos no terceiro volume, o último que faz parte da adaptação cinematográfica. É nessa parte da história que os três Baudelaire conhecem a personagem interpretada por Meryl Streep, um dos poucos acertos que realmente encontrei no filme que já disse ter achado "bem mais ou menos": o trabalho de Streep foi muito bom, e creio que tenha capturado exatamente a personalidade da personagem original.

Dez pontos para Grifinória! Não, pera...
Bom, nesse volume, continuam acontecendo as desgraças que encontramos nos volumes anteriores:  por causa das maldade de Conde Olaf, os três órfãos, agora sem seu adorado Tio Monty, devem encontrar o próximo parente com quem possam viver. Mr. Poe, sempre desatento e com pressa para voltar a seu trabalho no banco, os leva para o Laga Lacrimoso ao encontro de sua tia, Josephine, uma senhora simpática, porém pouco convencional...

Ela é bastante cuidadosa, digamos assim. Do tipo exagerado. Josephine sempre alerta as crianças sobre os perigos que os cercam, e constantemente parece aflita por alguma coisa insignificante, mas que ao seu ver, é de perigo mortal.

O perigo mora... no tapete de entrada?


O que não faz muito sentido, levando em consideração o fato de a casa de Tia Josephine ser algo como uma mansão em falso, à beira de um penhasco, suportada por pedaços de madeira e ferro (que não parecem nem um pouco seguros, diga-se de passagem). Apesar de tudo, dentro de casa, ela possui uma biblioteca, o que logo chama a atenção de Klaus, e nos mostra que, em seu passado, foi uma mulher muito diferente do que é hoje.

Não preciso nem dizer que a felicidade dura pouco, não é? Conde Olaf consegue encontrar os órfãos e, de um jeito ou de outro, conseguirá trazer mais infelicidade para os irmãos, como sempre. Dessa vez, o vilão se disfarça de um marinheiro caolho, com uma perna de pau... A criatividade impera com Lemony Snicket. 

É interessante ver que nesse volume a história começa a se estabilizar: o ciclo encontro com parente > ida para sua casa > encontro com Conde Olaf como impostor > tragédia > fuga de Olaf > seguir para novo parente  se repete. O próximo volume é um pouco diferente, mas a premissa é quase sempre essa.

Apesar de ter um enredo similar, a criatividade move o autor quando cada parente, perigo, disfarce de vilão e solução são diferentes. Nada se repete além da fórmula, então sempre vai haver alguma surpresa interessante. Sei que muitos já sabem o enredo, pelo menos parcialmente, por terem visto o filme, mas pensem que é o último e que os próximos serão completas novidades!

A qualidade da narrativa permanece a mesma, e até marquei uma citação que me fez rolar de rir por alguns segundos. Tia JOsephine é louca por gramática: não suporta nem o menor e mais inocente dos erros, e corrige todas as pessoas, o tempo todo. Em um momento determinado, os órfãos leem uma carta escrita por ela e a cena se desenrola até aqui:

— Mas isso é outro erro no bilhete — Klaus disse. — Não diz "insuportável", com I. Diz "ensuportável", com E.Você está sendo insuportável, com I — Violet reclamou.— E você está sendo estúpida, com E.P. 74

Acho que o melhor é que Sunny aparta a briga, no final, haha!

De qualquer forma, recomendo a leitura. Acredito que seja um pouco menos interessante por ter menos surpresas, mas é um bom livro, e a sequência só melhora. 




Resenha por Bel Brito





8 comentários :

  1. Ainda não assisti os filmes e nem li nenhum livro dessa série. Mas tenho interesse em ler é bem comentada. Coitado dos órfãos não dão sorte mesmo, sempre que acham que esta tudo bem algo acontece, tenho que concordar eles são bem azarados. Que bom saber que os outros livros vão melhorando, porque ficar sempre assim indo de parente e parente deve cansar rs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Bel!
    Também achei sem sentido o cuidado exagerado da Tia Josephine com os sobrinhos, sendo que onde ela mora é um perigo por si só. Esse me
    Parece ser uma leitura com mais reviravoltas e perigos. Bom saber que a história começa a se estabilizar nesse volume e o autor continua com sua criatividade.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá Bel,

    Vejo sempre o pessoal falar bem dessa série e acho que vou colocar na minha lista, ótima resenha....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem..
    Ainda não assisti o filme nem li nenhum livro da serie,por não conhecer e principalmente por não ter me interessado o que na realidade não mudou,ainda não quero ler o livro principalmente depois de ter lido algumas resenhas não tao favoráveis a serie...
    um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  5. Eu lembro de quando eu assisti esse filme e que fiquei encantada com a história e que logo fui atras para ler. So ainda não iniciei essa leitura porque quero ter os livros físicos em mão e essa série é particularmente difícil de achar pelo menos na minha cidade. O bom é que o autor parece sempre surpreender o leitor o que não deixa seus volumes cansativos.

    ResponderExcluir
  6. Oi :)
    Desventuras em série é um dos meus filmes favoritos da vida. A pouco tempo eu descobri que possui livros e não vejo a hora de poder lê-los. Pena que é tão difícil agora achar o box. Já vi algumas resenhas desses livros e sei que só acontece tragédias mas mesmo assim eu quero muito lê-los.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bel. Não li nenhum livro, então não conheço.
    Uma pena que não tenha sido tudo aquilo, mas fiquei interessada em ler. Não curiooooosa, mas apenas interessada.
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Minha amiga adora essa serie e sempre me indica mas ainda nunca li, assisti ao filme e gostei da historia mas vi que é bem diferente ainda mais sendo tantos livros, achei a historia desse terceiro livro bem legal parece que a capa livro a historia fica mais interessante e quero muito ler essa serie !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook