#Literatura nas Telas: Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos

Ano: 2016
Diretor: Duncan Jones
Duração: 2h 03 min
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
Elenco: Travis Fimmel, Ben Foster, Paula Patton, Daniel Wu, Dominic Cooper, Ben Schnetzer.

Sinopse: O mundo pacífico de Azeroth está à beira de uma guerra enquanto sua civilização enfrenta uma raça temível de invasores: guerreiros Orcs fugindo de sua casa moribunda para colonizar um novo lugar. Enquanto um portal se abre para conectar os dois mundos, um exército enfrenta destruição e o outro enfrenta a extinção. De lados opostos, dois heróis são colocados em um caminho de colisão que irá decidir o destino de suas famílias, seu povo e seu lar. Então, uma saga espetacular de poder e sacrifício começa, onde a guerra tem muitas faces, e todos lutam por algo.


Esta crítica NÃO CONTÉM SPOILERS - Não se preocupe!

Warcraft representa uma poderosa franquia de games. Surgiu em 1994 e se concretizou como um dos primeiros jogos de estratégia, o que viria a se tornar o gênero mmorpg, um modo de jogo online. Inicialmente chamado de Warcraft: Orcs and Humans (Warcraft: Orcs e Humanos), o jogo consistia na guerra entre o povo orc, as chamadas Hordas, contra os humanos, que chamavam seu exército de Aliança. O filme é inspirado nesse início do mundo de Warcraft.
Em 2004, o jogo se concretizou no modo online, chamado agora de World of Warcraft, e com inúmeras possibilidades de jogo, muitas raças e personagens icônicos. Por mais de duas décadas, a Blizzard conquistou os corações de seus jogadores e gamers. E agora, busca seu espaço na indústria cinematográfica com Warcraf: O Primeiro Encontro de Dois Mundos.


A história narrada no filme


Em um mundo chamado Azeroth, os humanos vivem em paz em suas grandes e belas cidades, ao lado dos elfos e dos anões. Seu rei, Llane Wrynn, governa com sabedoria ao lado de sua esposa e filhos em Ventrobravo. O que os humanos jamais esperavam era que uma grande guerra estava por vir, e uma nova raça chegou em Azeroth, para disputar suas terras e perturbar sua prosperidade. Os Orcs.
Os Orcs viviam em outro mundo, um mundo que agora está fadado as ruínas, e seus clãs não tem para onde fugir, estão condenados. Um feiticeiro Orc chamado Gul'dan descobre uma forma de acessar um portal e assim, poderia transportar todo os povos e a horda a um novo mundo, ao mundo dos humanos, e conquistá-lo para si. Porém, a magia negra com que Gul'dan se envolve consome uma energia poderosa, e se alimenta da alma dos seres vivos, sejam eles animais, orcs ou humanos. É uma magia antiga e muito perigosa, que pode facilmente perder seu controle e destruir a todos.
Em meio a tudo isso, a guerra entre orcs e humanos é iminente.

Gul'dan - o vilão

Orcs, a Horda e Durotan


Como a história tem seus dois lados, os Orcs, apesar de serem um povo extremamente agressivo, viverem de grandes batalhas e tradições de luta, possuem também seus heróis e famílias, ao seu modo. Durotan é líder de um clã dos orcs, os chamados Frostwolf (Lobos do Gelo), e como um grande líder, ele quer o melhor para seus guerreiros e para sua esposa, Draka, que espera seu primeiro filho e herdeiro do clã. Porém, para Durotan, os orcs estão se perdendo nas mãos de Gul'dan e a magia negra atinge consequências que afetarão também o futuro de todos. Ele se vê preso ao feiticeiro e buscará, então, uma forma de libertar seu clã, sua família e sua raça de tudo isso. Afinal, eles só querem um mundo novo para viverem. Uma esperança.

Durotan e seu lobo. Ao seu lado, Orgrim.
Durotan e os outros líderes Orcs se mostram personagens icônicos, como são nos jogos. Muito bem feitos e realistas, gostei muito das cenas dos Orcs, e de ver alguns personagens dos jogos presentes no filme, como Durotan, Draka, Blackhand, Orgrim e a meia-orc, Garona.

Draka e seu filho com Durotan


Anduin Lothar e a Aliança


Em Ventobravo, os humanos precisam reagir aos primeiros ataques de seus novos inimigos. O rei reúne seus grandes comandantes e entre eles está um dos grandes heróis dos humanos em Warcraft, Lothar. Um personagem consagrado nos jogos e que os fãs esperavam muito ver na telona. Lothar é um guerreiro da Aliança e lutará bravamente contra os Orcs, mesmo que nesta luta, ele sacrifique tudo o que mais ama. Eu adoro este personagem, a forma como ele se apresenta no filme, suas cenas e o quão parecido ficou na adaptação. Um ponto positivo para o filme.

Lothar, o herói humano.

Além dos heróis da Aliança, os humanos contam com a magia antiga ao seu lado, e um guardião, cuja missão é proteger e aconselhar os humanos, o Medivh. O guardião, um mago poderoso, precisa lidar com os novos orcs, mas esconde um segredo que pode mudar o rumo da história dos humanos, e de toda Azeroth. Também presenciamos o desenvolvimento de um jovem mago, Khadgar, que no futuro terá um papel importante nas guerras dos humanos. Adorei como foi retratado e seu espaço no filme, também colocado  como um alívio cômico leve.



Opinião pessoal e os pontos fortes e fracos do filme


Uma das melhores coisas do filme foi a magia e a forma como ela é feita. Bem colocada, com grandes efeitos e consegue encantar os espectadores, afinal, é uma fantasia e não poderia ser diferente.
A história consegue ser de fácil compreensão, os personagens também. Gostei dos atores, e da maioria das atuações.
Se você busca um filme para diversão, literalmente um blockbuster, sem toda a complexidade de um mega filme, Warcraft cumpre o seu papel. É um filme de fantasia bem feito, com uma história diferente, interessante e que promete uma continuação. Espaço e história com certeza tem muita ainda!



O que pode ser um ponto fraco no filme é que ele é bem rápido. Em alguns momentos rápido demais, para uma primeira adaptação da franquia. Em partes (!), ele te joga no universo e espera que você compreenda bem rápido a história, o mundo, as raças e tudo o mais. Para alguns, é um defeito, para outros não.

Durotan - o líder dos Frostwolf

De forma geral, eu achei um bom filme. Sempre poderia ter mais detalhes, mais fidelidade, porém, como um filme, ele diverte e proporciona um bom entretenimento. Como gosto muito de Senhor dos Anéis, Nárnia e outras fantasias, eu gostei bastante. Na minha opinião pessoal, recomendo sim Warcraft! :)


Extras: Os livros de Warcraft


Warcraft possui muitos livros sobre o seu universo nos games. Diversos autores internacionais já escreveram sobre o mundo de Azeroth, seus personagens, e complementaram, através dos livros, a história do jogo. Temos dois lançamentos que tem relação direta com o filme, Durotan e Warcraft.
Não vou entrar em muitos detalhes neste post, porque o material é enorme, em quantidade e em história, mas vou citar os livros que já foram publicados no Brasil, pelo Grupo Editorial Record, e estão nas livrarias. Alguns são volumes avulsos de uma série de histórias sobre o mundo de Warcraft.

Durotan (2016)

Sinopse: Prequel do aguardadíssimo filme de ação e fantasia, dirigido por Duncan Jones.Em Draenor, sob a sombra da Montanha do Grande Pai, entre a Serra do Fogofrio e as terras do sul, o forte, honrado e ferozmente livre clã Lobo do Gelo enfrenta invernos cada vez mais rigorosos... e caça talbuques e fenocerontes cada vez mais escassos. No entanto, um Lobo do Gelo não reclama. Sob a liderança sábia de Garad eles perseveram, honrando os Espíritos da Terra, do Fogo, do Ar, da Água e da Vida. Outros orcs podem sentir prazer na matança... Não os Lobo do Gelo. Quando Gul’dan, um misterioso forasteiro, chega ao inóspito território ao norte, oferecendo uma terra rica em alimentos em troca da submissão do clã à sua Horda de orcs, o chefe declina. A dignidade de seu povo não está à venda. Assim como sua liberdade. Arauto da morte, a partida de Gul’dan traz a reboque a morte de Garad e a ascensão de seu filho: Durotan. Agora cabe ao jovem líder manter seu povo unido em um dos momentos mais críticos de sua história. Contra a fome, o inverno rigoroso, a fúria dos elementos e os Andarilhos vermelhos... Será possível?

Warcraft (2016)

Sinopse: A novelização do aguardado filme de ação e fantasia Warcraft.
Há muito Azeroth está em paz. Após expulsar os trolls, com a ajuda de Medivh, Guardião do reino, humanos vivem em paz com os vizinhos elfos e anões. Mas um novo mal desponta no horizonte, e a guerra ameaça engolfar mais uma vez os domínios do justo rei Llane. Uma raça temerária de invasores, os guerreiros orcs, insuflados pelo feiticeiro Guldan e liderados pelo monstruoso Mão Negra, fogem de seu mundo agonizante em busca de caça e oportunidades. Com a ajuda da vileza, a mais cruel das magias, Guldan criou um portal capaz de transportar sua Horda até Azeroth. A maré verde, de orcs dominados por esse mal, toma de assalto as terras humanas. Morte e destruição ameaçam destruir a tudo e a todos. Então, de lados opostos, dois heróis surgem, em uma rota de colisão que decidirá o destino de sua família, seu povo e seu lar. Durotan, o líder honrado do clã Lobo do Gelo, quer apenas uma chance para seu filho recém-nascido. Lothar, o Leão de Azeroth, busca redenção. E assim começa uma espetacular saga sobre poder e sacrifício, na qual a guerra tem muitas facetas e todos lutam por algo.




Marés da Gerra (2012)

Sinopse: O romance chega às livrarias logo após o lançamento do aguardado quarto conjunto de expansão para o jogo de interpretação on-line massivo para múltiplos jogadores mais popular do mundo, programado para 25 de setembro. Protagonizado pela renomada feiticeira Jaina Proudmore, que sempre lutou para manter a duradoura paz entre Aliança e a Horda, o livro relata o avanço dos conflitos entre os dois e prepara o palco para a nova expansão do jogo, Mists of Pandaria. Volume 11 da série de histórias independentes dentro do universo de World of Warcraft.

A Ruptura (2013)

Sinopse: Da mesma coleção iniciada com Marés da Guerra. Thrall, Chefe Guerreiro da Horda e sensível xamã, notou uma mudança perturbadora no mundo de Azeroth. Os espíritos elementais relacionados à terra, ao ar, à água e ao fogo estão confusos. Há secas, tempestades, enchentes e terremotos afetando todos e desestabilizando ainda mais a paz entre a Aliança e a Horda. Numa época em que o rei Varian Wrynn de Ventobravo planeja uma ação violenta, e os elfos noturnos estão mais hostis aos orcs. Thrall precisa descobrir o que há de errado com os espíritos elementais porque o preocupante comportamento deles parece ser o primeiro sinistro aviso do Cataclismo por vir.

Sombras da Horda (2013)

Sinopse: Assassinos do Chefe Guerreiro Garrosh atacam Vol'jin, deixando-o à beira da morte. Mas o destino sorri para o líder Lançanegra quando o renomado mestre cervejeiro Chen Malte do Trovão o leva para a segurança de um monastério em uma montanha isolada. Ali, Vol'jin luta contra o velho ódio latente entre a Aliança e a Horda, enquanto luta para se recuperar ao lado de um misterioso soldado humano. No entanto, esse é apenas o começo das preocupações de Vol'Jin. Logo ele se vê envolvido em uma invasão de Pandaria iniciada pelos Zandalari, trolls venerados em busca dos sonhos de dominação e poder. Esta antiga tribo oferece a Vol'jin a chance de aproveitar a glória, direito de todos os trolls... fazendo uma oferta ainda mais tentadora após a traição descarada de Garrosh. Em meio a esses acontecimentos problemáticos, Vol'jin é abalado por visões intensas que retratam a história grandiosa de sua raça. Conforme ele questiona sua lealdade, ele sabe que deve fazer uma escolha sobre seu próprio destino, que poderia salvar seu povo ou condená-lo a definhar sob o calcanhar de Garrosh.

Crimes da Guerra (2014)

Sinopse: Na mais recente adaptação do ilustre jogo da Blizzard, World of Warcraft, presenciamos o julgamento de Garrosh Grito Infernal. O orc, agora despido de seu título de Chefe Guerreiro, é acusado por inúmeros e cruéis crimes de guerra – devastação de cidades e a aniquilação de incontáveis vidas apenas o seu começo. Acusação e defesa a cada lado. Enquanto revivem a própria inocência ou culpa, ou acendem ainda mais a chama de seu ódio, testemunhas e representantes seguem alheios a uma ameaça não apenas à justiça... mas às vidas de todos os presentes.


Trailer

Vou deixar aqui o trailer do filme pra vocês! Espero que tenham gostado da crítica.
Até a próxima! :)






9 comentários :

  1. Oi Camila!
    Estou louca pra assistir ao filme! Pelo trailer parece que vai ser fantástico! Cheio de lutas, efeitos especias, tudo o que um bom amante de fantasia gosta, rsrs. Quanto ao livro ainda não li, vou esperar o preço baixar um pouco já que está bem salgadinho, hehe. Fizeram uma edição lindíssima *-* Amei!
    Acredito que pra quem é fã do jogo e já conhece a estória talvez se decepcione um pouco mas pra quem é leiga como eu e vai assistir só pela diversão, é provável que considere um filme bastante empolgante. Espero que não me sinta um pouco perdida quanto a falta de explicação dada a raça, e ao universo criado.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila! Tudo bem?

    Gente, esse filme deve estar muito LOKO! Super curti!
    Embora tenha uma infinidade de filmes (lançamentos) para eu assistir, quero muito dar uma chance de ir ver WarCraft ;)

    Beijos!
    Participe do sorteio Dia dos Namorados no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  3. Oi oi,

    só conhecia os games e os livros de nome e confesso que eles nunca despertaram meu interesse. Contudo, o filme parece ter ficado bacana. Como você bem disse, é uma obra para se divertir e acho que deve dar um bom passatempo! Vou conferir quanto puder!

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  4. Não vi o filme mas parece ser muito bom e a capa dele é maravilhosa. O que me chamou a atenção foi os trolls, elfos e anões, além de ter magia e portal. Não conhecia mas amei a sinopse além do trailer, com certeza verei e irei indicar ao meu irmão já que ele ama filmes nesse estilo.

    ResponderExcluir
  5. Vou querer assistir o filme adoro fantasia e parece ser de uma aventura e tanto, com essa guerra, achei esse lobo bem assustador rs. Pena que é corrido espero entender bem, pois não conheço os jogos e nem li os livros que por sinal parecem ser interessantes.

    ResponderExcluir
  6. oi tudo bem..
    Gosta bastante de aventura ,ficçao ,mas esse nao seria um livro que eu compraria,so leria se ganhasse,ja o filme quero muito assistir apesar de saber que as vezes maioria dos filmes nao tem quase nada a ver com o filme,ainda assim prefiro ver o filme ( a nao ser que ganhe o livro e claro.rs)
    um abraço e muito sucesso.

    ResponderExcluir
  7. Eu não gosto muitos de livros assim e tenho que dizer que mesmo você curtindo o livro eu ainda não senti muita vontade de ler essa história e tenho que dizer que nem mesmo o filme eu tenho vontade de assistir. Eu so posso dizer que bom que você gostou do livro mas eu particularmente dispenso esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Camila, que medo me deu isso.
    Acho que não aguentaria assistir não. Só essas caras já me dão pânico kkkkkkkkk.
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Vejo as pessoas falando muito sobre o jogo Warcraft, mas nunca joguei nem li aos livros e achei e vi um trailer do filme que me fez ficar bem interessada, mas ainda não conhecia a historia por isso gostei muito dessa resenha, achei a historia muito interessante e quero assisti a esse filme !!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook