Meio Rei - Mar Despedaçado #01

Autor: Joe Abercrombie
Título Original: Half a King

Tradução: Alves Calado
Série: Mar Despedaçado
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Onde Encontrar: AmazonBr | Submarino | Livraria Cultura


| Livro cedido em parceria com a Editora Arqueiro |
Sinopse: Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem. Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava. Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo. Joe Abercrombie nos apresenta um protagonista surpreendente, numa história de percalços e amadurecimento que abre a trilogia Mar Despedaçado.

Meio Rei é o primeiro livro de uma das trilogias de Joe Abercrombie, esta denominada Mar Despedaçado. Esse autor se destaca no meio da literatura fantástica, especificamente no subgênero dark fantasy, e seus livros sempre são muito bem resenhados e indicados em diversos blogs, bem como plataformas de leitura, como o skoob ou o goodreads. Sem dúvida que o anseio por ler uma obra dele já havia me tocado há tempos, e jaz em minha estante sua outra trilogia publicada também pela Editora Arqueiro, A Primeira Lei, cujos livros já estavam em meu cronograma de leituras para 2016. Mas surgiu a oportunidade de ler Meio Rei, um lançamento, e a agarrei de primeira. Não me arrependi.

Neste primeiro volume, somos apresentados ao protagonista, Yarvi, príncipe de Gettland, um dos reinos situados no Mar Despedaçado. O jovem não é o príncipe herdeiro, para alegria de seus pais, pois Yarvi nasceu com uma deficiência. Uma de suas mãos sofreu uma malformação e é deformada. Incapaz de portar armas com a mesma eficiência do irmão mais velho, herdeiro e orgulho do pai, o jovem caçula ansiava por seu destino se tornando aprendiz de ministro, um dia herdando o cargo e podendo ser então conselheiro do rei. Mas o destino é implacável, é o que dizem.

A vida do tímido e estudioso príncipe muda quando seu pai e seu irmão são assassinados em uma emboscada. E Yarvi deve assumir o trono, toda a responsabilidade de um rei, o casamento que foi prometido ao irmão, e o peso de ser deficiente em um mundo onde se preza a aparência e as habilidades em batalha, algo que de fato ele não possui. Ao assumir o trono, relutante, ele jura para si mesmo que um dia vingará a morte de seu pai e irmão. E mais uma vez as coisas não saem como o planejado para o novo rei, pois ele é traído por uma das pessoas que mais ama e confia. Traído e jogado no mundo, ele passa de rei de Gettland para um escravo. Isso mesmo, um escravo. E as provações do príncipe que se torna rei e perde seu trono estão apenas começando.

"- É a sina do povo baixo sentir fome. Não aprendeu nada com a Rainha Dourada de Gettland, a sábia e linda Laithlin? Por que matar o que você pode vender? Prendam-no pelo pescoço e ponham-no com os outros." 
No imenso Mar Despedaçado, Yarvi será testado, sofrerá diversas provações e aprenderá muitas coisas com o sofrimento que o aguarda. Uma delas é que pode não ter as duas mãos, não pode lutar como os outros, mas passou a vida entre os livros. Seu conhecimento e sua astúcia ninguém poderão tirar dele agora. E nós, leitores, acompanharemos a trajetória e o desejo de vingança do jovem traído. E seu desejo o moverá contra seus traidores, rumo ao trono de Gettland, que é seu por direito. Rumo ao reencontro de sua mãe e sua princesa prometida, e sua vingança pela morte do pai, do irmão, e de certa forma, de si mesmo.

"Uma vez, depois que o pai havia batido nele, furioso, a mãe o encontrara chorando. O tolo bate, dissera ela. O sábio sorri, observa e aprende. Depois bate.


Meio Rei foi uma agradável surpresa. Já li inúmeras fantasias e este ano me apaixonei pelo gênero dark fantasy. Adoro histórias que envolvem vingança, muita luta, muita dor, muito sofrimento, pois daí é que nascem os melhores personagens e excelentes histórias. Personagens complexos e realistas me encantam, e Yarvi é movido por sentimentos conflitantes, pelo fato de ser deficiente, rebaixado, não amado como o irmão. Um Meio Rei, de fato. E, aos poucos, seu crescimento é notado ao longo das páginas, trazendo perspectiva ao personagem, que é sem dúvidas o foco deste primeiro livro. Mesmo com ricos personagens secundários e um mundo incrível descrito pelo autor, cheio de política, religião e lendas, preferi destacar de longe a trajetória do jovem príncipe, e é exatamente sobre isso que Joe Abercrombie escreve no primeiro dos três livros.

“– Posso até ser meio-homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro.”

Os próximos volumes prometem muito ao leitor, pois Meio Rei já é cheio de agradáveis (ou não tanto) surpresas. Uma história que se inicia tranquila e nos arrebata com o passar de páginas bem escritas. Recomendadíssimo. Vale destacar também a capa maravilhosa da edição brasileira, se tornou uma das minhas favoritas! Bom, nem preciso dizer que preciso urgente do segundo volume, não é?





21 comentários :

  1. Oi Camila!
    Estou com bastante expectativas nesse livro. Adoro literatura fantástica principalmente o gênero dark fantasy. Esse enredo promete ser surpreendente. Além de contar com um personagem em busca de vingança, ainda traz uma trama repleta de lutas, política, religião e lendas. Tudo o que adoro nesse tipo de leitura.
    Se antes já queria esse livro só pela capa, que achei linda por sinal, agora vejo que preciso dele pelo enredo que me conquistou completamente.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila.
    Não me interessei por Meio Rei, pois não gosto muito de histórias envolvendo a época medieval, com as suas políticas e regras. Mas achei interessante Yarvi ser deficiente e não aquele personagem atlético, que estamos acostumados a ver. Acho que isso traz uma perspectiva diferente das dificuldades pelo quais passa e também dá para acompanhar o crescimento pessoal do personagem.

    ResponderExcluir
  3. eu estou louca para ler esse livro
    amo fantasia e fiquei feliz em saber que vc tb gostou
    adoro histórias que além de batalhas tem as politicas e suas regras, sem falar que o protagonista me cativou ao invés de força inteligência

    ResponderExcluir
  4. Também gosto mt de fantasias, e personagens complexos e realistas me encantam demais tambeeem!!!
    legal quando uma história é assim ne?

    beeijos

    http://colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Camila adoro este tipo de narrativa e sempre que surge uma história deste gênero, não penso duas vezes antes de ler. Depois de concluir sua resenha, eu não posso estar mais animada e ansiosa para conhecer as aventuras deste rei, que mesmo com suas deficiências, busca vingança pela sua família. A capa é maravilhosa e espero ter a chance de ler em breve.

    ResponderExcluir
  6. A proposta desse livro me conquistou. Gosto de livros que tenham uma mensagem bonita, algo para acrescentar na vida. Além disso, se tratando de uma história de época, com guerra e reviravoltas, parece ser muito bom!
    Agora o título do livro faz sentido hahah antes eu ouvia falar e não tinha a menor ideia do que era.
    Espero um dia ter a oportunidade de lê-lo para saber do final!

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha. A capa do livro é lindissima. Já li várias resenhas dele. A cada uma da mais vontade ainda

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Camila,

    Eu estou lendo esse livro no momento, estou na página 100, gosto demais do autor li o outra trilogia dele e achei excelente e inesquecível, estou gostando demais desse até o momento, ótima resenha....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu vi esse livro entre os lançamentos da Arqueiro, mas confesso que nem tinha dado muita atenção ao livro. Mas lendo a resenha agora, já fiquei mais interessada em ler ele também. A história parece ser muito boa, e eu gosto bastante de fantasia. E também gosto de história que envolvem vingança. Sem contar que essa capa está realmente linda! Já quero ler esse livro também :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro esta na minha lista de compras. Gosto de historias assim que o personagem se supera e mostra seu valor, mesmo com o problema na mão ele pode mostrar que tem outros conhecimentos que poderão ajudá-lo nesse busca de autoconhecimento e de justiça.

    ResponderExcluir
  11. Olha vou te dizer que quando eu vi esse livro sair eu nem olhei duas vezes pra ele porque achei que séria um livro chato, mas tenho que dizer que depois de ler a sua resenha estou queimando a minha língua ao encontrar um livro que parece ser muito e que me despertou uma grande curiosidade por esse rei que foi traído, quero saber por quem kkk, e que fara de tudo para poder voltar ao trono. Simplesmente que esse livro na minha estante.

    ResponderExcluir
  12. Oii! Tenho visto várias resenhas sobre o livro e adorando cada ponto de vista...
    Estou mto ansiosa pra ler o livro e saber o destino reserva pra Yarvi!
    Excelente resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Camila!
    Eu vi esse livro entre as opções para escolher no mês, mas acabei escolhendo outros, apesar de ter ficado na dúvida entre esse e outros.
    Não posso reclamar porque minhas leituras foram muito boas, mas Meio Rei ficou no meu coração.
    Mais ainda agora com a sua resenha. Quero ler!
    Quem sabe outro mês eu solicito.
    Eu nunca li nada do autor, mas também só vejo elogios.
    Bom saber que foi uma grata surpresa a leitura.
    Também adoro fantasia, ainda mais a dark fantasy.
    <3

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  14. Também solicitei de parceria e inclusive tem resenha lá no blog! Infelizmente esse livro não superou todas minhas expectativas, mas essa trilogia tem tudo para dar certo. Agora é só aguardar os demais e ver se eles melhoram.

    Resenha demais.
    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  15. Nossa, adorei a resenha! Já tinha ouvido falar do livro, depois que li o seu texto, fiquei superinteressada em ler. Já até adicionei na minha estante do Skoob! heuaheaueh

    ResponderExcluir
  16. Muito boa a Resenha, apesar de não gostar de livros desse estilo, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  17. Oi! Eu já tinha interesse nesse livro desde que soube de seu lançamento pq fantasia (ainda mais medieval) é meu genero favorito, né. Daí quando eu soube que o arco do personagem é bem feito, das reviravoltas e do amadurecimento do personagem e tal eu só quis ler cada vez mais.

    ResponderExcluir
  18. Oiee!
    Tem tanta gente falando bem desse livro que até me deu vontade de ler.
    O gênero não é o meu preferido e nunca li nada do autor, mas estou pretendendo dar uma chance a esse livro. Gostei da resenha, mas me incomodou o fato de ser uma trilogia, pois estou correndo delas. No mais pretendo ler sim, só não sei ainda quando pois tenho tantos na fila.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  19. Gosto muito desse gênero e já me recomendaram muito esse livro. Foi a melhor resenha que achei sobre ele... Estou pensando em lê-lo nas próximas semanas.

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Assim que vi esse livro no lançamento logo fiquei bem interessada e lendo a resenha preciso ler, adorei essa historia de crescimento e superação do personagem, com certeza ele vai passar por muito coisa mas gostei como ele acaba crescendo ao longo do livro e esse livro está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  21. Ouvi muitas pessoas elogiando o autor, porém ainda não li nenhum título dele. A resenha me animou mais ainda para ler um livro do Joe. Preciso!

    ResponderExcluir

Obrigada por fazer quatro blogueiras felizes, seu comentário e sua opinião são muito importante pra nós! Todas as visitas e comentários serão retribuídos.

(Comentários contendo ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitos).

Seguidores

No Instagram @bloglohs

Vem pro Facebook